Saúde de Parauapebas vai comprar ambulâncias para agilizar atendimento

Secretaria diz que frota está desfalcada porque, dos 21 veículos, só 9 estão prestando. Demais carros, inservíveis, já estão prontos para ferro velho. Semsa quer agora comprar ao menos 6.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo de Parauapebas, segundo mais rico município paraense, abriu pregão eletrônico para, no próximo dia 21, comprar ambulâncias para atender a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A ideia é otimizar o atendimento pré-hospitalar móvel de urgência, tendo em vista a capacidade financeira do município e a necessidade de levar serviços públicos eficientes a cada vez mais cidadãos. A previsão de orçamento da saúde de Parauapebas para este ano é de R$ 302,5 milhões, praticamente a arrecadação inteira de um município como Tucuruí.

De acordo com a Semsa, o setor de transporte da pasta possui frota de 21 ambulâncias, 12 das quais sem qualquer condição de uso, inclusive com adiantado processo de baixa de patrimônio. Os nove veículos restantes são “insuficientes para atender de forma contínua, específica e regular todo o município”, segundo a secretaria. O crescimento do número de postinhos de saúde, as demandas de atendimento e as distâncias percorridas, sobretudo na zona rural, impõem adversidades na prestação dos serviços de saúde móvel.

Condições adversas de acesso na zona rural, como vias cujo relevo se caracteriza por curvas sinuosas, ladeiras extensas e sem pavimentação que levam riscos eminentes à segurança de pacientes e servidores, bem como à própria utilização de ambulância tipo furgão, exigem mais investimentos para manutenção e recomposição da frota desses veículos, alega a Secretaria de Saúde.

Em 2017, uma ambulância doada pelo Ministério da Saúde se chocou com outro carro, e o veículo de atendimento da Semsa deu perda total, desfalcando a frota da pasta. Agora, a prefeitura está licitando seis veículos, quatro deles do tipo B, sendo um “padrão Samu”. Outros dois são modelos picapes com baú 4 por 4 adaptado. A compra tem custo estimado em R$ 1.362.417,34.

Publicidade
%d blogueiros gostam disto: