Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Mulher bate com a moto no meio fio e morre em Parauapebas

Ela pediu para dormir na casa de uma amiga, mas resolveu sair de moto no meio da noite e estava pilotando sem capacete
Continua depois da publicidade

A merendeira Lucirene dos Santos Silva, 35 anos, morreu por volta de uma hora da madrugada desta segunda-feira (8), ao perder o controle da motocicleta Honda Biz, preta, placa NSG-6728/Ourilândia do Norte-PA, e bater no meio fio, na Rua “E”, Bairro Cidade Nova, em frente a um posto de combustíveis. Ela estava sem capacete, levava o acessório no braço e, ao cair, bateu com a cabeça na calçada, morrendo na hora.

Uma filha de Lucirene, que preferiu não se identificar, contou que a mãe havia saído pela manhã e almoçou na casa de uma amiga, onde também passou a tarde e, à noite, pediu para dormir lá, tendo o consentimento da amiga. A mulher – não identificada – contou, entretanto, que no meio da noite Lucirene resolveu sair com a moto.

A filha contou que, na madrugada, ela e outra irmã foram surpreendidas como uma mensagem de WhatsApp, com foto, enviada por um amigo, em que uma mulher estava morta na calçada. Lucirene foi reconhecida que roupa que estava vestindo e as filhas entraram em desespero.

Veja também:  População de Jacundá pede justiça para a morte de professor

“Quando abrimos a porta para sair, já estavam na frente da nossa casa vários amigos dela e o carro da funerária”, contou a moça, que não sabe dizer se a mãe havia ou não ingerido bebida alcoólica nem se ela estava na companhia de alguém na hora do acidente. O corpo de Lucirene será trasladado para Redenção, onde moram os parentes dela, que deixa quatro filhas e uma neta.

Deixe uma resposta