Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Juíza de Xinguara afirma: “Não nasci pra ser juiz. Não no Pará. Não dessa forma”.

Em emocionante pedido de exoneração encaminhado ao TJPA, juíza mostra dificuldades encontradas por ela para exercer a profissão no Pará

Não nasci pra ser juiz. Não no Pará. Não dessa forma.

Não nasci pra ver advogado ameaçar juiz e este receber como conselho da Corregedoria de seu Tribunal a declaração de suspeição. Não nasci pra ver Promotor faltar a mais de 30 audiências no mês e absolutamente nada lhe acontecer. Mas se um magistrado falta um único dia para “emendar” um feriado, é representado e punido por sua Corregedoria.

Não nasci pra ver esse mesmo Promotor agir como um louco em audiência, mandando testemunha se calar, rindo da ignorância das pessoas que atuam no processo – a maioria que nem sabe ler ou escrever –, agindo com extrema misoginia e representando o juiz quando, simplesmente, este não acoberta as suas falcatruas (e não são poucas).

Não nasci pra me ver em lista de alvos da polícia e tal fato ser menosprezado por magistrado que se diz responsável pela segurança de seus colegas. Até hoje espero o tal “setor de inteligência” entrar em contato por uma suposta ameaça sofrida há mais de seis meses. Durmo a base de remédios ansiolíticos e antidepressivos e, exclusivamente, com a proteção de Deus.

Não nasci para ver e gravar inúmeros réus confirmando o recebimento de propina pela Delegacia, acobertada por suposta fiança em valor assustadoramente inferior, e absolutamente nenhuma providência ser adotada.  Nem pela Corregedoria da Polícia, nem pelo Ministério Público, nem pelo Tribunal de Justiça, que inclusive acolheu MS de determinado Delegado reinserindo-o na Comarca.

Não nasci para ver juízes corruptos, alguns sendo punidos pelo CNJ, mas NENHUM advogado ser igualmente penalizado. Somente no Pará o corrompido é punido. O corruptor não existe. Talvez exista um Código próprio nessa região, em que a corrupção pode ser praticada por um único agente, que concomitantemente é ativo e passivo.

Não nasci para ver o acumular de processos importantes e ninguém dar a mínima importância. Crianças acolhidas há anos por falta de atuação do MPE em promover a destituição; por falta de equipe multidisciplinar e, acima de tudo, por falta de boa vontade. Só se pensa na pomba e circunstância de ser juiz ou desembargador. Esquece-se que, acima de tudo, somos todos servidores públicos!

Veja também:  Corregedor instaura processo para apurar pedido de exoneração de juíza no Pará

Não nasci pra ver um Tribunal apoiador de privilégios e que sequer sabe o que se passa com os juízes no interior do Estado.

Não nasci pra ver um Tribunal que só busca o cumprimento das metas do CNJ e que não se importa nenhum pouco com a saúde emocional e segurança de seus magistrados.

Não nasci, não me formei, não estudei para viver o que eu vivo aqui. Imaginei que passaria por inúmeras dificuldades, até piores do que as que passei e estou passando. Porém, imaginei um mínimo de apoio, de consideração, de respeito.

Como nada disso aconteceu, não me resta outra saída. Estou verdadeiramente enlouquecendo no Pará, notadamente em Xinguara, onde atuo há dois anos sem sequer ter recebido uma única ligação da Corregedoria ou da Presidência para fins de apoio a todas as demandas que já foram solicitadas.

Certamente encontrarei dificuldades em outros Tribunais, em outras profissões. Porém, o déficit civilizatório desse Estado e a corrupção sistêmica aceita por todos são insustentáveis para quem sempre desejou contribuir com uma sociedade melhor a partir do exercício da jurisdição.

Por todas essas razões, com uma dor enorme no peito por desistir do meu maior sonho, FORMALIZO AQUI MEU PEDIDO DE EXONERAÇÃO, na esperança de que leiam essa manifestação e passem a se preocupar mais com as pessoas e com os processos, do que com os índices, metas e pesquisas.  Como estou de atestado médico na data de hoje, 03.10, que seria meu retorno das férias, informo que a partir de 04.10 não farei mais parte dos quadros de magistrados do TJEPA. Registro que minha última atuação se deu nos dias 01 e 02.10, quando coordenei o primeiro curso preparatório para a adoção em Xinguara, mesmo ainda estando no gozo de férias.

Ana Carolina Barbosa Pereira
Xinguara, 03.10.2018.

Comentários ( 66 )

  1. Que triste ms tudo que ela relatou ai e a ms real VERDADE estamos em uma “comunidade”que tudo e resolvido com propinas e ameaças, dos que deveriam nos dar apoio e proteção … Dr vá com Deus e saiba que sua passagem por Xinguara não foi em VÃO. E LHE DESEJO UMA RECUPERAÇÃO E PROTEÇÃO DIVINA… FIQUE COM DEUS.

    1. É o retrato fiel da nossa justiça, muito em especial , aqui no Pará. Só falou verdade. É nós perdemos uma excelente magistrada.

  2. Muito triste ….. Voce é uma profissional brilhante…. Diligente …capacitada…. Com profundo e notavel saber jurídico….. INFELIZMNTE eu vejo tudo que foi relatado em seu desabafo e me choco todos os dias….. Que seu sonho nao seja destruido pela corrupção ….. declaro minha admiração e respeito a você que sempre se mostrou comprometida com seu dever social… Senfo integra e solidária em todas as audiências.

  3. É só ela estudar e passar no concurso pra Juiz, do Estado dela , lá deve ser diferente, é a melhor saída, já que é só o Pará que não presta; Pelo jeito que ela se refere ao nosso Estado e as pessoas que aqui residem e trabalham, de certo que ela não é natural do Pará. #FicaaDica

    1. Sou paraense e digo: é por isso que este estado continua sendo e vai continuar sendo uma bosta! Por causa do falso regionalismo e do bairrismo de pessoas mediocres que não aceitam quem critica e aponta os problemas e as mazelas existentes neste estado.
      Esse falso regionalismo só enteressa aos empresarios e políticos que avacalham este Estado e depois falam que amam o Pará. Quem ama o seu estado aceita critica para melhorar, obedece a lei e as regras, não joga lixo, nem emporcalha a sua cidade, como no caso de Belem que ê uma das capitais mais bagunçadas, desorgabizada e suja
      do Brasil .
      Todo apoio a esta juiza e vá a merda quem defende o continuismo, e não aceita critica se escondendo por trás de um falso e idiota sentimento regionalista. Quem quer o bem do Pará tem que amadurecer e aprender a aceitar critica, inclusive de pessoas de outros estados ou regiões.
      De um filho desta terra, nascido e criado no Pará, mas que tem consciencia de que muita coisa tem que mudar oor estas bandas!

    2. Mesmo sendo natural do Estado do Pará vai trabalhar em Xinguara ou em qualquer outro município deste Estado para vivenciares o que essa magistrada está relatando.

    3. Não sejamos “separatistas”. Não sei onde vc mora é se és paraense de nascimento. Mas vou te explicar a realidade de Xinguara-Pa. Mais de 90% de nossa populacão é composta de migrantes de outros Estados. Paraense de Registro somente nossos filhos … sabe a aquele ditado: NÃO É PORQUE A GATA PARIU NO FORNO QUE SEUS FILHOTES SÃO PÃES… Então moço nós do Sul do Pará muitas vezes somos considerados “forasteiros”, Mas somos batalhadores por natureza…A Doutora Carolina nos presenteou com sua LUZ por breve momento, porém intenso, pois o saber e conhecimento jurídico dela, excede à toda ignorância possível de se imaginar. Então moço estamos de luto com a partida dela. Doutra Carol vai brilhar sua LUZ em outra Comarca não tenha dúvida. Ela há de ter melhor acolhida sim em outro Estado, porque é competente e não é separatista. Venha somar conosco moço. SOMOS TODOS UM.#Ficaadica

    4. Você deve parte deste embroglio de corrupção para dar uma resposta dessas . Vc deve saber de tudo que acontece de errado no Para e é conivente com isso. Só pode ser ou é um alienado. Por isso que o Pará está assim. Mas ele faz parte do nosso País e todos temos a obrigação de zelar pela nossa Pátria como um todo. Tá faltando é vergonha na cara de quem exerce função no Judiciário neste estado. Mas Bolsonaro vem aí! Vamos aguardar ! Sinto pela Meritissima Juíza. Mas a parabenizo, pois prova que ainda temos muita gente de bem na nossa terra!

    5. VOCE NAO ENTENDEU NADA , SENHOR MURILO VOCE FEVE SER BEM DESINFORMADO , SEMI ANALFABETO PELO MENOS FUNCIONAL OU DEVE FAZER PARTE DOS QUE FORAM BENEFICIADOS PELA CORRUPCAO. FICA A DICA

    6. Pelo ser humano lindo que ela é com certeza amigo será muito feliz aqui na nossa terra, será muito bem- vinda e acolhida com muito amor e que a terra de vocês continue linda, mágica e forte. Paz e bem pra vc!

  4. É muito lamentável nobre Magistrada! Não tenho dúvidas que a senhora esteja coberta de razão. Acredito também na sua competência e não deixe de realizar esse seu mister em outro estado da federação

  5. É triste a situação! Sabemos que não e só no Pará que existe essa realidade. Todavia, é bom saber que existem ainda pessoas como vc que são humanas, pena que o sistema tenha sido mais forte do que sua força e vontade de lutar contra essa corja que só buscam seus próprios interesses.

  6. Mulher guerreira mulher de fibra há se neste país surgissem mulheres assim como vc Doutora Juíza com louvor que com certeza será lembra pode passa dias meses anos e sua atitude coragosa ecoara nos rincões deste pais parabéns eterma Juíza.

  7. Nossa, que relato forte! E assim o serviço público tem perdido excelentes profissionais que fazem a diferença. Parabéns por sua coragem e determinação em seguir seus princípios.

    1. Parabéns Dra.!!!
      Este foi o mais bravo relato desta natureza que nosso país jamais teve conhecimento. Parabéns pela sua coragem, parabéns pela sua existência. E que nosso Senhor Jesus Cristo ilumine seu caminho e sua “divina sabedoria”. Que a jurisprudência da vida seja sua inspiração na reconstrução de sua sábia carreira.

  8. Doutora, que pena que seu sonho tenha sido interrompido por pura mazela do TJPA e de seu dirigentes que sequer quiseram saber de suas prementes necessidades, principalmente de segurança e de meios para exercer seu munus de opção profissional. Vá sob o manto divino à procura de outro Estado da Federação para realizar seu sonho. Certamente esses folgados, corruptos e malfeitores haverão de pagar caro por suas desídias. Que Deus te cubra de honras e de homenagens pela sua caparem destemor. Siga em frente!!!

  9. Embora lamente os fatos relatados pela MM Juíza Dra. Ana Carolina Barbosa, louvo a sua coragem em decidir pela renúncia, dado que ninguém é obrigado a trabalhar sob situações adversas á seus princípios e dignidade humana e profissional. Sou também profissional do direito e jamais exerceria o cargo em tais circunstâncias. Os Céus aplaudiram sua integridade moral. Em outros rincões e com Deus na frente terá melhor sorte. Parabéns

  10. Peça uma licença e volte para abrilhantar a Justiça com o seu trabalho.
    Uma magistrada que tem a coragem de escrever um desabafo como o que a senhora redigiu, é um bálsamo de esperança para nós, o seus jurisdicionados que clamam por um Justiça que nunca vem, e agora, começamos a entender o porque.
    Volte logo, nunca desista!
    –– Somos brasileiros honestos.

    1. Não vai adiantar um atestado, quando retornar ao trabalho nada vai ter mudado, pessoas sem caráter continuarão atuando no Estado, Estafo tão rico é tão pobre ao mesmo tempo.

  11. Parabéns, raríssimas pessoas hoje em dia tem o compromisso moral consigo, cargo ou função que ocupam.
    Parabéns sempre, pessoas como você Doutora, dá gosto e orgulho, seres humanos exemplares e dignos.

  12. Que absurdo isso! Uma profissional competente engolida pelas inúmeras corrupções registradas. Magistrada que Deus lhe guarde e estou certa de que seus sonhos serão restaurados. Fique com Deus é se cuide

  13. Lamentável que esta situação tenha chegado a esse ponto. Quero registrar aqui meu repúdio ao CNJ, ao TJPA, ao MPE, a OAB, bem como as polícias Civil e Militar que deixam de cumprir seu primordial papel de guardiões da Constituição Federal. É preciso, urgentemente promover mudanças no processo disciplinar de autoridades que indiscriminadamente se envolvem em escândalos dessa natureza, é extremamente necessário proteger e apoiar as pessoas que lutam contra a corrupção e que de forma corajosa tenta cumprir sua vocação, mantendo seus princípios no sentido de distribuir a justiça e cumprir as leis. No Brasil não existe mais espaço pra esse tipo de conduta relatado pela ilustre magistrada em seu pedido de exoneração.

  14. Sempre afirmei que o pior poder não é o político, neste nos eleitores é que somos culpados, mas o Poder Judiciário e MP é pior ainda. E pior, a maioria é honesta mas tem uma.mania ridícula de proteger ou se omitir com os corruptos magistrados. E isso vai acabar com.os bons. O povo tem que ir para as ruas para protestar contra esse poder prepotente. Bsonaro JÁ!

    TEN CEL JUNIOR.

  15. Talvez Xinguara ainda tenha que “ralar” mais um pouco para queimar todo karma acumulado. Eis mais uma vítima! Doutora siga em frente de cabeça erguida porque aqui ainda existe pessoas que reconhece seu esforço para tornar esta cidade LUZ. Tenha certeza sua contribuição é incomensurável. Com certeza outro Estado/ município a acolherá com maior valor.

  16. Reforço as palavras da juíza, sou militar e servi por um tempo no Pará, terra de ninguém, prestação de serviço péssima, esgoto a céu aberto em bairro considerado nobre. O povo é hospitaleiro e sofrido por conta dos desajustes dos governantes ,
    Terra dos Barbalhos e cia … infelizmente é a realidade …

  17. Essa é a realidade de muitos magistrados especialmente nos interiores dos estados.. esquecidos pelos tribunais, sem nenhum
    Apoio .. lembrados apenas na hora de cobrar o cumprimento das metas dos CNJ, que foram devidas por gente nunca.. nunca .. nunca esteve em Xinguara, em Jurua, em Jutai, em Rondonópolis, em Guajará, em Cruzeiro do Sul… Por gente que nunca precisou pegar avião, voadeira e estrada de chão batido pra chegar na Comarca.. mas que exige que você envie dados informativos pela internet!!! Que internet existe nesses lugares?? Paga pelos tribunais??? O Juiz que se vire.. tem que passar os dados e cumprir as metas.. senão aguenta!!
    Enfrentar a bandidagem de todos os lados .. e voltar pra casa, sozinha, sem a menor segurança.. tendo que dormir e acordar com medo… e passar os dias e as noites enfrentando sozinha todo tipo de situação que nos tira a força.. e não ter apoio do TJ? E ter decisões difíceis de ser tomadas, que atinge poderosos da cidade e ver suas decisões revogadas .. é difícil!

  18. Lamentavelmente tudo o que Dra relata é visivelmente assistido por todos. Simplesmente nos calamos por medo, diante de muitas situações. Talvez por se tratar de autoridades, que ao nosso vê, iria solucionar os problemas apresentados. E muitas vezes o que vemos acontecer é…” a famosa corda sendo rebentada para o lado mais fraco”… Lamento a grande perda do TJEPA.

  19. É lamentável o fato ocorrido!! Que Deus a abençoe, e lhe conduz para algo melhor. A justiça do homem pode até falhar, mais a de Deus nunca falhará. Essas pessoas que se acham autoritários e donos nesse lugar estão plantando, um dia a de colher.

  20. Desistir é sinônimo de “Garra” agora? Eu conheço delegadas juizas e advogadas que são mulheres de fibra e que apesar das mesmas dificuldades encontradas no sistema judiciário e policial lutam e se indignam, resistem, mas desistir…não. Outra coisa, no Ceará e Goiás não existe corrupção? Propinas? Abusonde Poder? A Ilustre Magistrada demonstra conhecer todo obEstado do Pará ainda que atuante na Comarca de Xinguara…Ao mesmo tempo demonstra conhecer a pureza dos mecanismos (incorruptíveis) do Ceará, Goiás e do Brasil( haja vista afirmar que “não no PARÁ”) sem nunca ter exercido a magistratura em outro estado ou comarca. Lamento informar Dra. : O Brasil está corrompido, não o estado do Pará, não o Judiciário…O BRASIL…esse país em que seu colega de profissão manda prender os maiores corruptos e corruptores do País, enquanto estes presos comandam de dentro das carceragens até campanha presidencial…é triste mas desitir não resolve, me solidarizo com sua aflição, porém precisamos de Mulheres e Homens que lutam, apesar das ameaças e facadas que recebem nas costas, pelo preço de tentar sarar um País. Meu conselho:Desista e saia do País ou Fique e Lute por ELE!

  21. É lamentável o fato ocorrido!! Que Deus abençoe sua vida doutora e lhe conduza para algo melhor. A justiça do homem pode até falhar, mais a de Deus nunca falhará. Essas pessoas que se acham autoritários e donos nesse lugar estão plantando, um dia vão colher. Lei da semeadura!!!

  22. Moro no Pará e vejo isso quase todos os dias. As críticas não foram aos cidadãos do Pará. Foi para o sistesma ao qual ela parte. Digo a parte boa. Deu desabafo foi de uma coragem ímpar. Que outros também denuncie esses crimes essas práticas repuguinantes. Obrigado Doutora pela sua coragem e luta por um Pará melhor

  23. Com certeza tem capacidade para ser aprovada em concursos melhores. Talvez em estados onde o estado democrático de direito se faça presente .

  24. Parabéns, doutora pela sua postura de nao se curvar diante da corrupção, mas não desista dos seus sonhos, confie em Deus. Existem outros estados da federação onde o magistrado pode exercer sua função com dignidade e paz. Ore ao Senhor Jesus, Ele a guiará! Salmos 37: 4,5. Deus abençoe sua vida.

  25. Infelizmente e dessa forma que muitos Xinguarences estão perdendo a esperança de lutar pelos seus direitos .A corrupção esta falando mais alto ( o dinheiro e a resposta para tudo).

  26. Não conheço a senhora mais no país que vivemos a honestidade nao tem valor , pessoas como a senhora não vai ter um futuro merecedor por causa da corrupção onde leis só valem para o pobre. Espero que a senhora não perca a esperança é continue com seu sonho!

  27. Bom dia, Dra Carolina. Sou advogado no estado do Piaui. Apoio sua decisão, mas acho que não deve pedir exoneração do cargo por causa do que estar sofrendo nessa comarca. Levante a cabeça e não desista de seus sonhos. Sei o que estar passando. Digo isso pq há anos fui perseguido por um delegado, um promotor e um juiz, todos corruptos e bandidos. Me fizeram o maior bandido, forjaram inquerito e processos contra mim, até minha prisão pediram. Na época resisti há tudo e a todos. Fui ao CNJ e denunciei todos. resultado, o juiz foi afastado do cargo, ainda hj responde processos na Corregedoria e o promotor faleceu, antes de ser afastado tb. hj continuo advogando, sem perseguições, sem processos, livre desses corruptos, bandidos. DEUS resolveu todos os problemas, e me concedeu a vitória. Dra Carolina, procure DEUS, que vc será vitoriosa e tudo se resolverá. FIQUE COM DEUS. Não desista, com DEUS vc VENCERÁ todos. Leia o SALMO 91. DEUS DIZ: O SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA.

  28. O Pará se agiganta não por ser um lugar onde leis são cumpridas, mas onde o poder é determinado. É um lugar violento. Com infraestrutura precária e com toda razão a magistrada se queixa por falta de segurança e apoio. Sou paraense e advogada e continuamos vivendo na era da falta de tudo neste Estado, até de lisura nos atos que emanam dos órgãos judiciais. Infelizmente este Estado não prestigia quem quer trabalhar e realizar, prestigia quem tem nome ou poder. Meus parabéns a Magistrada que se levanta contra um sistema doente.

  29. Precisamos abrir os olhos, a nossa cidade é extremamente corrupta e precisamos nos indignar, os corruptos estão tomando conta da nossa querida cidade. A juíza está fazendo um sacrifício e ajudando grandemente a todos, pra que enxerguem a realidade. Como é possível criticar alguém que está tentando consertar os podres que presenciou? Se a pessoa não tirar sua venda continuará defendendo o indefensável: a corrupção!! Está mais do que claro que ela se refere unicamente às ações maledicentes de pessoas mau caráter!! Se toca!!!

  30. Acredito que também fui vítima desse mesmíssimo Promotor de Justiça, que pena que a magistrada não revela o nome. Mas se for o meu agressor eu o representei no CNMP.

  31. Vejo com tamanha impotência e perplexidade o notório fato de nos Fóruns do Pará em especial nesta região e em Xinguara, cargos e funções públicas do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, onde a Constituição da República deveria ser cumprida a risca, serem ocupados por servidores de prefeituras, indicados de políticos e outras personalidades quando que a Carta magna dispõe em seus artigos o seguinte:

    Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

    II – a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

    Trata-se de um comando constitucional da mais alta relevância, na medida em que corporifica princípios ímpares do Estado Democrático de Direito, quais sejam, o princípio da impessoalidade, da moralidade, da eficiência e da isonomia. Acompanhando esse regramento, o artigo 10 da Lei nº 8.112/1990 estabeleceu:

    Art. 10. A nomeação para cargo de carreira ou cargo isolado de provimento efetivo depende de prévia habilitação em concurso público de provas ou de provas e títulos, obedecidos a ordem de classificação e o prazo de sua validade.

    Parágrafo único. Os demais requisitos para o ingresso e o desenvolvimento do servidor na carreira, mediante promoção, serão estabelecidos pela lei que fixar as diretrizes do sistema de carreira na Administração Pública Federal e seus regulamentos. (Redação dada pela Lei nº 9.527, de 10.12.97)

    Assim, a diferença primordial entre o cargo público comissionado e o cargo público efetivo se refere à sua forma de provimento e de exoneração.

    Por este simples olhar no que diz a CF e comparando com o vivenciamos aqui no Fórum de Xinguara vejo o desrespeito do TJEPA para com ela quando este mesmo deveria guardar e zelar pelo seu estrito cumprimento.

    Eu, como muitos outros aprovados no certame 02/2014 esperamos que o TJEPA cumpra o Art. 37 inciso II da referida Carta e nos garanta a posse ao cargo porque somos detentor do que descreve o Art 5º inciso LXIX. e retire de uma vez por todas os servidores temporários que ja estão a anos ocupando o cargo de quem realmente deveria estar no mesmo.

    Ao meu ver este seria o primeiro passo para moralizar o judiciário no que tange ao assunto abordado.

  32. Parabéns Dra. Não se dobre diante da conduta daqueles que não tem compromisso moral ético etc .Parabéns princípios de honra não e para muitos. Deus a abençoe.

  33. Que bom é saber existirem juízes humanos, que julgam por amor! Dra. Ana Carolina, faça como as águias: isole-se, arranque suas penas, quebre seu bico, regenere-se e voe ainda mais alto!!! Acredite que, se Deus a pôs em convívio com tais pessoas, é porque elas precisam de seu exemplo de humanidade e de retidão, bem como de suas competências, habilidades e atitudes. Existe um treinamento maravilhoso chamado “Desenvolvimento e Liderança” (DL), do Instituto Nacional de Excelência Humana – que certamente contribuirá para que V. Exa. se reconheça como Águia. Contacte a equipe DL o quando puder: (91) 98800-9871. Que Deus a abençoe!!!

  34. Li todos os comentários aqui e vou relatar o que acontece comigo que não sou PARAENSE E estou residindo aqui há aproximadamente 2 ANOS.

    1. O PROBLEMA NÃO É O ESTADO DO PARÁ, MAS SIM O SEU POVO!

    2. 90% da população é BARRISTA E MAL EDUCADA… Na prática é um povo que na sua maioria, não respeita ninguém, não respeita as leis, as ruas, o trânsito, ou um simples BOM DIA no elevador QUE VC NUNCA VAI OUVIR…Não estou generalizando, mas durante o dia em 90% das vezes vc vai se deparar com pessoas mau educadas. E isso faz sua QUALIDADE DE VIDA DESPENCAR.

    3. 90% do povo do Pará é PROVOCANTE… SÃO MUITO PROVOCANTES… AO PONTO DA PERSEGUIÇÃO… MUITAS PESSOAS RECLANAM ISSO NO DIA A DIA… É UM POVO RUIM QUE SÓ FICA “BOM” no mês de OUTUBRO por conta do CIRIO… PURA FALSIDADE…!

    4. Para 90% do povo do Pará, só a comida deste ESTADO É QUE PRESTA…se vc descorda… SE PREPARE PARA AS PROVOCAÇÕES E PERSEGUIÇÕES.

    5. É um POVO EXTREMAMENTE BARRISTA… Sou do NORDESTE como a JUÍZA e na minha TERRA… jamais imaginei em ser assim! É lamentável… ouvi-los todos os dias se achando os melhores!

    6. O povo PARAENSE NÃO TEM LIBERDADE… é um POVO MEDROSO… OBDE AS PESSOAS BABAM QUEM TEM DINHEIRO OU PRESTÍGIO… É UMA SITUAÇÃO LAmentavel De se ver… O POVO NÃO TEM CORAGEM DE Nada… SE OUVE TUDO CALADO, POR MEDo.

    Por fim, poderia colocar aqui inúmeros registros de como as pessoas SÃO FALSAS e IGNORANTES NESSA TERRA… 100% NÃO DA PARA CONFIAR EM NINGUÉM, mas ESPERO QUE QUEM LER ESSE PEQUENO TEXTO, POSSA MUDAR E REFLETIR ACERCA DA VERDADE COM AUE AS PESSOAS ESTAM ACABANDO COM ESSE GRANDE ESTADO QUE É RICO POR NATUREZA, MAS POBRE PELO SEU POVO.

  35. Parabéns pela iniciativa Dra. Ana Carolina.
    E vergonhoso para as autoridades citadas, infelizmente a população vai continuar dependendo deste corruptos.
    População está que também tem sua parcela de culpa (corruptor) “população que revolta quando tem fiscalização de trânsito cidade”! Quer o que.
    Impressa de grande repercussão não se manifesta.
    Todos nós cidadãos é que temos dever de agir com: Ética, moral, justiça, honestidade, etc. E futuras gerações possam ter o discernimento do que ser um SERVIDOR PÚBLICO, como tem a Dra Ana Carolina.

Deixe uma resposta