Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Futebol

Jogador André Mensalão está apalavrado com um grande time do futebol nordestino

O meia-atacante é de Belém, mas sua família reside na cidade de Parauapebas

Uma temporada realizada com sucesso. É assim que define o ano de 2018, o meia-atacante André Lima, ou André Mensalão, como é mais conhecido. O atleta de 28 anos é nascido na capital Belém, mas grande parte de sua família reside na cidade de Parauapebas, sudeste do estado do Pará. Atualmente, o jogador curte férias na cidade, e aguarda ansioso por contrato de um ano com uma equipe do nordeste para a disputa da temporada de 2019.

André Mensalão não quis revelar o nome da equipe, só antecipou que está apalavrado com um grande time do cenário nacional e que a apresentação oficial está marcada para o início do mês de dezembro. O atleta iniciou a carreira no futsal da Tuna Luso Brasileira, em 2005, com o técnico Capitão, o mesmo que revelou o meia Paulo Henrique Ganso, que atuou no Santos, São Paulo e até Seleção Brasileira.

Nesta temporada, Mensalão foi destaque no time do Cuiabá-MT, onde conquistou o título Mato-grossense invicto com a camisa do Dourado, como é chamada a equipe. A campanha foi de 12 vitórias e 3 empates, derrotando na grande final do estadual o time do Sinop, por 3 a 1, de virada, com direito a gol do meia-atacante paraense, que empatou a partida após o Cuiabá sair perdendo. O Dourado foi o único campeão estadual invicto em 2018, levantando o seu 8° troféu.

O meia-atacante seguiu no plantel do Cuiabá para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. Outra campanha memorável da equipe, que conseguiu chegar até a final da competição diante do Operário-PR, e conquistou o acessou para a Série B. Após o empate no primeiro jogo em Ponta Grossa, no interior paranaense, por 3 a 3, a decisão foi realizada na Arena Pantanal, em Cuiabá. A partida terminou com o placar de 1 a 0 para o Fantasma, como é chamado o Operário. Apesar do vice, o principal objetivo foi alcançado, que foi o acesso.

“Foi um ano especial que vai ficar marcado na minha carreira. A gente foi muito feliz de ser campeão invicto no Cuiabá, uma coisa inédita na região. O único clube que conquistou um título invicto estadual nesse ano e no segundo semestre teve o acesso, infelizmente o título não veio, mas o acesso conta muito para um clube que estava brigando há oito anos nessa competição para  conseguir subir e felizmente conseguiu. A diretoria resolveu não renovar com todo o elenco para a próxima temporada e fechou apenas com seis jogadores. Acabei saindo”, afirmou André Mensalão, meia-atacante, que marcou quatros gols pela a equipe do Cuiabá.

Veja também:  Posto com gasolina mais cara do Pará é de Parauapebas; saiba qual é

Além da boa passagem pelo Cuiabá, André Mensalão tem no currículo atuações por equipes como: Gama-DF, Trem-AP, Tuna Luso-PA, Guarany de Sobral-CE, Londrina-PR, Guaratinguetá-SP, Concórdia-SC, Metropolitano-SC, Rio Branco-AC, Treze-PB, Camboriú-SC, Princesa-AM, Glória-RS, Moto Club-MA e Rio Claro-SP. Terminando suas férias em Parauapebas, o atleta seguirá rumo ao futebol do nordeste.

O atleta paraense chegou a pedir para ser chamado de André Lima, seu verdadeiro nome, mas o apelido de “Mensalão” pegou de vez, e o jogador até prefere ser chamado dessa maneira, já que foi batizado assim no mundo do futebol. O apelido se deve pelo fato de no início de carreira, André ter usado uma camisa de um partido político em meio às notícias de corrupção em Brasília.

“Estava no início de carreira treinando no Ananindeua. Cheguei para o treinamento com uma camisa do PT que tinha ganhado da minha mãe. Como na equipe havia dois jogadores com o nome de André, na hora que o treinador chamou, me viu com a camisa do partido e na época estava rolando as informações de corrupção, acabou me chamando de André Mensalão pela camisa que estava usando. Acabou pegando e ficou até hoje”, disse André.

Por Fábio Relvas

Deixe uma resposta