Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Esportes

Em jogo dramático na Curuzu, Paysandu bate o Oeste e mantém esperança na Série B

O gol salvador do Papão saiu aos 47 minutos do 2° tempo, que manteve o Paysandu na luta

Um jogo dramático. Assim foi a partida entre Paysandu e Oeste-SP, na noite desta terça-feira (6), no Estádio Leônidas Castro, em Belém. O Papão venceu o Rubrão, por 4 a 3, e segue na luta contra o rebaixamento para a Série C. A partida foi válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e o time bicolor quebrou um jejum de vitórias de dois meses. A última havia sido contra o Avaí-SC, quando a equipe paraense venceu, por 2 a 1, no Estádio da Curuzu, no dia 7 de setembro, feriado da Independência do Brasil.

O primeiro tempo de jogo terminou no empate em 1 a 1. O Paysandu marcou logo aos 7 minutos com o atacante Magno, que recebeu passe e acertou um belo chute no canto do goleiro Tadeu. O Oeste chegou ao empate, aos 43 minutos, em uma cobrança de falta ensaiada, o zagueiro Patrick deixou tudo igual. Mas as emoções estavam para o segundo tempo. Um verdadeiro teste para cardíaco.

O Papão chegou com Mike que cruzou na medida para Pedro Carmona, que testou firme e marcou o segundo, aos 26 minutos. O Rubrão voltou a empatar em uma grande jogada de Léo Ceará, que deixou a marcação para trás e marcou um belo gol, aos 30 minutos. Outra vez o Papão passou a frente, quando Pedro Carmona cruzou para a cabeçada de Magno, aos 33 minutos. O Oeste não desistiu e também assinalou de cabeça, com Raphael Luz, após cruzamento de Adriano Alves. Quando tudo se encaminhava para o empate, Pedro Carmona cobrou escanteio e o zagueiro Diego Ivo subiu de cabeça e assinalou, aos 47 minutos.

Com a vitória, o Papão segue vivo na luta contra o rebaixamento, mas segue no Z4 com 37 pontos e agora ocupando a 17ª colocação. Já o Oeste é o 13° colocado com 44 pontos, precisando somente de um ponto para escapar da degola.

Restam apenas três jogos na Série B. O Paysandu volta a campo diante do Guarani-SP, no próximo sábado (10), às 21h, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. A partida será válida pela 36ª rodada da competição nacional.

O jogo: Papão 4 x 3 Rubrão! Paysandu vivo na luta contra o rebaixamento

O Paysandu entrou em campo super pressionado por um resultado positivo. O Papão chegou e após lançamento para o atacante Magno, o goleiro Tadeu chegou rasgando e aliviou o perigo que rondava a meta paulista. O volante Renato Augusto tentou de longe e testou o goleiro do Oeste, que encaixou bem. O Rubrão chegou com Rodrigo Souza que meteu bola para Felipe, mas atento Renan Rocha fez a defesa.

O Lobo chegou com Guilherme Santos e em uma boa jogada cruzou da esquerda para Hugo Almeida, o atacante deixou passar para Magno, que acertou um belo chute no canto do goleiro Tadeu, Papão 1 a 0, aos 7 minutos. O Oeste tentou no chute de Lídio de fora da área, o goleiro Renan Rocha espalmou para fora. O atacante Mike arrancou em velocidade pela direita e cruzou para Hugo Almeida, mas o jogador do Paysandu passou da linha da bola e perdeu um gol incrível, após tentar marcar de carrinho.

O Papão chegou com perigo com Guilherme Santos, que mandou um balaço de fora da área e assustou o goleiro Tadeu. Logo em seguida foi a vez do Oeste assustar. Rodrigo Souza levantou na área e Léo Ceará cabeceou firme para a grande defesa de Renan Rocha, que salvou a equipe paraense. O time paulista teve uma boa chance em uma falta quase que frontal, mas após uma cobrança ensaiada, o lateral-esquerdo Conrado cobrou muito forte sem perigo a meta bicolor.

Em um lance de dividida, entre o atacante Mike e o goleiro Tadeu, o arqueiro do Rubrão levou a pior e levou um pisão na perna e ficou caído no gramado. Marciel tentou surpreender e mandou um chutaço, mas acabou isolando para o alívio bicolor. Em uma sobra de bola na área, o atacante Hugo Almeida sozinho, perdeu outra chance de marcar e chutou fraco em cima do goleiro Tadeu.

Veja também:  Paysandu empata com o Criciúma e sai da zona de rebaixamento da Série B

Após uma lambança do goleiro Renan Rocha, que tocou na fogueira para o zagueiro Perema, que teve que cometer falta, o Rubrão chegou ao empate. Na jogada ensaiada, Patrick acertou um belo chute e empatou na Curuzu, calando a Fiel Bicolor, aos 43 minutos, 1 a 1. Em uma cobrança de falta ensaiada do Papão, Maicon Silva levantou na medida para o zagueiro Diego Ivo, que cabeceou para baixo e perdeu uma grande chance.

Em outra cochilada da zaga bicolor, Perema acabou cometendo falta em Marciel, quase que frontal. Na cobrança, o zagueiro Patrick se apresentou novamente e chutou, mas desta vez a bola foi por cima. Na descida para os vestiários, a torcida do Papão pegou no pé dos jogadores e o principal alvo foi o goleiro Renan Rocha pela falha no gol do adversário. Na etapa final, Guilherme Santos cobrou lateral diretamente para área, Mike subiu de cabeça e mandou para fora, sem susto para o goleiro Tadeu.

Outra vez o atacante Mike, recebeu de Pedro Carmona e cruzou para Magno chutar nas mãos do goleiro do Rubrão. Pedro Carmona recebeu passe e chutou, a bola desviou em Joílson e foi por cima do travessão e foi para escanteio, a torcida ficou no “uh”, quase o segundo bicolor. Pedro Carmona cobrou escanteio na medida para Renato Augusto, que cabeceou para a grande defesa do goleiro Tadeu.

Mike recebeu passe na entrada da área e chutou por cima da meta do Oeste. Outra vez o Paysandu, Guilherme Santos lançou para Mike, que cruzou para Pedro Carmona que subiu de cabeça e marcou o segundo tento bicolor, aos 26 minutos, 2 a 1 Papão. Não deu muito tempo para os bicolores comemorarem. O Rubrão foi para o ataque quando Conrado tocou para o atacante Léo Ceará, que deixou o zagueiro Perema no chão, e marcou um belo gol, aos 30 minutos, tudo igual: 2 a 2.

O jogo estava dramático. Pedro Carmona cruzou na medida para Magno, que meteu de cabeça para o fundo do barbante, aos 33 minutos, explosão da Fiel Bicolor, 3 a 2. O Oeste não desistiu. Adriano Alves cruzou da direita, a zaga do Papão ficou parada e Raphael Luz cabeceou para o gol, tudo igual novamente, aos 42 minutos, 3 a 3. O árbitro Rodolpho Toski Marques, do Paraná, acrescentou mais quatro minutos.

Tempo suficiente para o Paysandu garantir a vitória dramática. Pedro Carmona cobrou escanteio e o zagueiro Diego Ivo subiu mais alto do que toda a defesa e mandou para o gol, aos 47 minutos: Placar final: Paysandu 4 x 3 Oeste. A torcida do Papão saiu fazendo a festa e acreditando que ainda é possível permanecer na Série B em 2019.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Renan Rocha; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Guilherme Santos; Willyam (Pedro Carmona), Renato Augusto e Nando Carandina (Matheus Silva); Mike, Hugo Almeida (Lúcio Flávio) e Magno. Técnico: João Brigatti

OESTE: Tadeu; Adriano Alves, Joílson, Patrick e Conrado (Pedrinho); Lídio, Rodrigo Souza, Wallace Bonilha (Bruno Lopes) e Marciel; Léo Ceará e Felipe (Raphael Luz). Técnico: Roberto Cavalo

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR) – FIFA

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Cartões amarelos: Perema (Paysandu); Marciel (Oeste)

Cartão vermelho: Marciel (Oeste)

Gols: Magno, aos 7 minutos do 1° tempo para o Paysandu; Patrick, de falta, aos 43 minutos do 1° tempo para o Oeste; Pedro Carmona, de cabeça, aos 26 minutos do 2° tempo para o Paysandu; Léo Ceará, aos 30 minutos do 2° tempo para o Oeste; Magno, de cabeça, aos 33 minutos para o Paysandu; Raphael Luz, de cabeça, aos 42 minutos do 2° tempo para o Oeste; Diego Ivo, de cabeça, aos 47 minutos do 2° tempo para o Paysandu

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém

Renda: R$69.145,00

Pagante: 4.203

Sócio Bicolor: 1.115

Credenciados: 1.250

Total: 5.453

Por Fábio Relvas
Foto: Ag. Macaco Velho/Paysandu

Deixe uma resposta