Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Finados

Dia de Finados com Educação Ambiental em Parauapebas

Visitantes dos cemitérios estão sendo orientados a colocar papel e plásticos em recipientes para coleta seletiva. Esses materiais serão reciclados e não ficarão poluindo a natureza

O Dia de Finados nos cemitérios de Parauapebas não é só o momento de recordar e homenagear os mortos. É dia também de Educação Ambiental e de conscientização sobre a preservação do meio ambiente. E quem está tornando a data um pouco diferente é a Equipe de Educação Urbana e Ambiental da Semurb (Secretaria Municipal de Urbanismo). Eles estão orientando às pessoas para que, ao retornar dos túmulos, não deixem jogadas, pelo chão, caixinhas de papelão, sacos ou garrafinhas de plástico, e sim coloque em recipientes instalados à entrada dos cemitérios.

Depois de recolhido, esse material será enviado para reciclagem, em vez de ficar poluindo o meio ambiente, sobretudo as garrafinhas de plástico, que levam 400 anos para se degradar.

Como nem todas as pessoas atendem ao apelo, uma equipe da Educação Urbana em Ambiental se desloca pelo cemitério para recolher o que ficou para trás. “Viemos para somar, para colaborar”, afirma Rafael Mergulhão, analista ambiental da Semurb, explicando que a ação tem o objetivo de estimular na população a consciência de melhorar o meio ambiente no município.

Veja também:  Mais de 10.500 pessoas já morreram em Parauapebas nos últimos 30 anos

Aproximadamente 15 mil pessoas devem passar, até às 18 horas, pelo Cemitério Jardim da Saudade, na Rodovia Faruk Salmen, conforme previsão do coordenador Juvenal de Lima Freire. Segundo ele, é das 16h30 em diante, quando a temperatura começa a ficar mais amena, que aumenta o número de visitantes, lotando o cemitério até por volta das 19h.

O comércio intenso que se forma na porta dos cemitérios a cada ano vem aumentando significativamente em Parauapebas, como é possível perceber logo ao chegar ao logradouro: são barracas de venda de velas, flores, arranjos, água, lanches e outros produtos. Uma das pessoas que está faturando neste dia 2 é a vendedora de flores Marubia Soares da Silva Souza; “Hoje as vendas aqui estão muito boas, estou vendendo bastante. As flores custam de R$ 5,00 a R$ 20,00 e as velas, de R$ 2,50 a R$ 3,00. E ainda vendemos no cartão de débito e no de crédito”, disse ela ao Blog, animada com o movimento.

Deixe uma resposta