Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Cartório Eleitoral retoma atendimento aos eleitores em Parauapebas

A procura nesses primeiros dias é considerada grande, levando em conta que é praxe que as pessoas sempre deixam para última hora

Desde o dia 5 de novembro os cartórios das zonas 75ª e 106ª, respectivamente, estão fazendo atendimento com os diversos serviços: primeiro alistamento eleitoral; transferência de domicílio eleitoral, zona ou seção; segunda via de título de eleitor; cadastramento biométrico, justificativa eleitoral etc. Os serviços são ofertados até o dia 4 de maio de 2020. Ou seja, 150 dias antes das eleições municipais. Porém, esta é uma boa oportunidade para as pessoas resolver pendências e evitar a correria de última hora.

O cartório atende das 8hs às 13hs, de segunda a sexta, e nesses primeiros 13 dias já foram feitos 419 atendimentos, destes 119 foram primeiro alistamento. De acordo com o chefe do cartório da 10ª Zona Eleitoral, Eliezer Almeida Amaral, a procura é considerada grande, levando em conta que é praxe que as pessoas sempre deixam para última hora. “A procura de pessoas com mais de 16 anos de idade e menor de 18 está sendo grande, talvez, devido a repercussão nas redes sociais dos debates e das discussões políticas”, opina Eliezer, mensurando que a procura maior, neste primeiro momento, tem sido de pessoas nessa faixa etária.

Quanto à justificativa, para quem não votou no primeiro ou no segundo turno das eleições deste ano, também pode ser feita no cartório eleitoral com a apresentação dos motivos que não votou e caso seja aceita pela Justiça Eleitoral será isento do pagamento de qualquer taxa.

Porém, em caso da justificativa não ser aceita, o eleitor pagará multa de R$ 3,51 por pleito que não tenha votado e assim volta a estar quite com seus deveres como cidadão. “O que justifica o não comparecimento do eleitor no dia das eleições são problemas de doença com documentação médico/hospitalar, viagem para outros países com o comprovante de embarque entre outras peculiaridades”, explica Eliezer, contando que o boleto para pagamento da taxa pode ser impresso no próprio site do TSE, pago nas agências bancárias e ser levado ao Cartório Eleitoral apenas para comprovar e receber a quitação eleitoral, evitando fila para fazer todo o procedimento.

O chefe do cartório explica ainda que o eleitor nem precisa sair de casa para fazer o serviço, pois, a justificativa pode também pode ser feita pela Internet, inclusive pelo celular, bastando procurar no Google: TRE justificativa, usar aplicativo, que nem precisa ser instalado no celular; mandar as fotos dos documentos que justifiquem a ausência; cadastrar número de telefone e E-mail para que o sistema informe a ele se foi deferido ou não. “A Justiça Eleitoral está disponível em diversas tecnologias para facilitar a vida do eleitor que precisa de atendimento”, garante Eliezer, dando ainda como alternativa procurar o Cartório Eleitoral situado na Rua D, bairro Cidade Nova.

Deixe uma resposta