Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Tucuruí

Acusada de participar de assalto com reféns é presa

Bia Paz faria parte de um bando perigoso, que agrediu filho do casal para obter senha de banco
Continua depois da publicidade

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão preventiva contra Beatriz Rodrigues Paz. A mulher é acusada de compor uma quadrilha perigosa no sudeste do Pará. Bia, como é conhecida, é acusada de participar, em agosto deste ano, de um roubo a uma residência no Bairro da Nova Matinha, em Tucuruí, onde a família foi feita refém.

Com Bia, agiram mais três criminosos, todos devidamente identificados. A investigação levantou que a “quadrilha” invadiu a residência, fez a família refém e foi ao banco sacar dinheiro, usando os cartões dos moradores da casa.

As senhas dos cartões foram obtidas pelos assaltantes após várias agressões e ameaças aos moradores da residência. O filho do casal, um adolescente, chegou a ser agredido pelos criminosos. Bia está presa e o principal envolvido no assalto está foragido. Trata-se de Cleyton Felipe Brito, vulgo Cleitinho, um conhecido ladrão que agia em Tucuruí.

A Polícia Civil pede ajuda da população para encontrar os demais membros do bando. “Se alguém tiver sido vítima dessa “quadrilha”, por favor, compareça à Delegacia de Tucuruí, registre seu Boletim de Ocorrência e ajude a Polícia a manter esses criminosos presos. Qualquer informação sobre o paradeiro do Cleitinho poderá ser repassada a um policial ou através do Disque Denúncia. O anonimato é garantido. Vamos prender ele”, garante o delegado.

Veja também:  Triplo homicídio impõe clima de velório ao final de cavalgada em Novo Repartimento
Antonio Barroso
Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta