Category Archives: Canaã dos Carajás

Mineração: US$ 47 bi serão investidos no Pará nos próximos quatro anos

O setor de mineração têm sido um dos principais motores de crescimento da Região Norte, em especial no Pará, onde estão as grandes jazidas minerais. Nos próximos quatro anos, até 2018, só esse Estado deverá receber cerca de US$ 47 bilhões de novos investimentos, segundo dados do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral).

mina_vale_carajas-Salviano-Machado-Agencia-Vale

A quantidade de recursos injetados na economia local terá reflexo direto na criação de 99 mil postos de trabalho. Até o ano passado, a cadeia produtiva mineral respondia por 271 mil empregos diretos e indiretos no Estado. Para cada emprego direto, outros 13 postos de trabalho são criados ao longo da cadeia, diz o presidente do Simineral, José Fernando Gomes Júnior.

Na avaliação dele, todo esse investimento vai trazer desenvolvimento e progresso para a região, já que as cidades envolvidas recebem uma compensação financeira pela exploração dos recursos minerais, uma espécie de royalty da mineração. Em 2013, a arrecadação dessa conta cresceu 53% no Estado, segundo o Simineral. Parauapebas recebeu 87% do total e Canaã dos Carajás, 4,8% – quando o projeto S11D da Vale entrar em operação esse porcentual subirá.

Canaã dos Carajás
“Mas a população tem de cobrar dos governantes a aplicação adequada dos valores arrecadados”, afirma Gomes Júnior. O governador do Pará, Simão Jatene, é um dos defensores de mudanças no sistema de tributação e divisão dos recursos do ICMS. Segundo ele, hoje no Estado municípios de 200 mil habitantes têm a mesma cota-parte de ICMS que a capital Belém, que tem 1,5 milhão de moradores. “Aí você cria uma ilha de prosperidade num mar de tormentas, com um entorno paupérrimo”, diz ele, questionando a gestão dos recursos por parte de alguns municípios.

Várias cidades que recebem grandes projetos continuam com uma infraestrutura que deixa a desejar, apesar da arrecadação maior. Saneamento básico é a principal deficiência. A justificativa dos governantes locais é que os recursos são consumidos pelo explosão populacional das cidades, que recebem uma quantidade enorme de migrantes.

Do lado ambiental, apesar de as jazidas estarem na Amazônia, a pressão das ONGs tem sido bem menor que na construção de hidrelétricas. Em recente entrevista ao Estado, o superintendente de Política Públicas do WWF-Brasil, Jean-François Timmers, disse que os impactos da mineração são pontuais e mais restritos comparados à construção de uma usina. Por outro lado, ele ressalta que o setor mineral precisa de elevada oferta de energia para produzir. Ou seja, ela acaba demandando novos projetos de eletricidade.

Fonte: O Estado de São Paulo

Profissionais do SUS participam de debate sobre saúde pública em Canaã dos Carajás

susProfissionais e gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) participaram, na sexta-feira (27), em Canaã dos Carajás, de uma roda de conversa para fortalecer as ações do município no setor.

O encontro promoveu a reflexão sobre os indicadores de saúde de Canaã dos Carajás e promoveu a troca de conhecimentos e novas práticas relacionadas à vigilância epidemiológica, assistência e planejamento das ações municipais, à luz das diretrizes e princípios do SUS. O debate também dará subsídio para a elaboração de um painel de monitoramento de desempenho e de gestão da vigilância em saúde da cidade.

A iniciativa integra as ações do Programa de Saúde Comunitária do Projeto Ferro Carajás S11D, da Vale, que tem o objetivo de contribuir com órgãos públicos na prevenção da mortalidade e morbidade infantil e na promoção da saúde de famílias em situação de extrema pobreza, por meio de mobilização social e apoio psicossocial.

 

Empresários de Canaã dos Carajás recebem capacitação em Saúde e Segurança do Trabalho

Nesta quarta-feira foi realizado, no auditório do Serviço Nacional da indústria (Senai) de Canaã dos Carajás, o 1º Fórum de Saúde e Segurança do Trabalho. Voltado para empresários locais e acadêmicos, o evento teve como tema a importância de se investir em Saúde e Segurança Ocupacional. Participaram do encontro representantes do poder público, da Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Canaã dos Carajás (Aciacca), do Senai, de empresas da região e do Projeto Ferro Carajás S11D, da Vale.

A iniciativa faz parte do Programa Fomento ao Desenvolvimento Socioeconômico Local da Vale, por meio de seu Subprograma de Desenvolvimento de Fornecedores, é operacionalizada pela Rede de Desenvolvimento de Fornecedores do Pará (REDES) e viabilizada por um convênio de cooperação técnica e financeira firmado com a Vale.

Após a rodada de discussões, os participantes responderam um questionário sobre o tema. O resultado da pesquisa será apresentado e debatido no próximo encontro, marcado para o dia 3 de julho.

 

História de morador de Canaã dos Carajás será destaque em rede nacional

A cidade que pertencia ao município de Parauapebas, se emancipou em 5 e outubro de 1994 e completa duas décadas este ano.

chaveiro-daviA trajetória do chaveiro David se confunde com a da cidade de Canaã dos Carajás, no Pará. O chileno, que é famoso no município, é o personagem do novo vídeo da Vale, que será exibido a partir do dia 19 de maio em TV aberta e a cabo, internet e nas redes sociais. Em linha com o novo posicionamento da empresa ‘Vale. Para um mundo com novos valores’, o filme é mais um da série que mostra histórias de pessoas que tiveram suas vidas transformadas pela Vale. Os filmes vêm sendo exibidos desde abril e já revelou personagens como o montador de insetos Zezão, da Reserva Natural Vale.

Clique aqui e assista ao vídeo do chaveiro David. Você também pode ver o vídeo com sua família e amigos no site www.vale.com/compartilhevalores.

David, que já morou em outros países, escolheu Canaã como a sua cidade. Ele acreditou no potencial da localidade e lá instalou uma loja de ‘fazer chaves’. Atualmente, ele trabalha como chaveiro e oferece um serviço importante para a cidade. Ele acompanhou marcos importantes, como a construção da mina do Sossego e a migração e instalação de muitos dos que hoje são moradores locais. David fez dois cursos apoiados pela Vale, voltados para pequenos empresários, que o ajudaram a aprimorar seu negócio. O sonho dele é ver Canaã dos Carajás se desenvolver cada vez mais e oferecer educação de alto nível, saúde e qualidade de vida aos moradores. “Eu quero que aqui tenha as melhoras escolas e que cuidem do meu filho no melhor hospital. Nós podemos deixar um legado para nossos filhos e netos”, ressalta o chaveiro no vídeo.

A Vale e Canaã dos Carajás
A Vale, assim como David, acredita no potencial de Canaã dos Carajás. É lá que está em andamento o maior projeto da história da empresa, o Ferro Carajás S11D, que ao entrar em operação, produzirá 90 milhões de toneladas métricas de minério de ferro ao ano. “A implantação do S11D é um marco histórico para a região, pois trará grandes transformações econômico-sociais. O projeto traz em si uma série de compromissos que a Vale está assumindo, como o investimento na capacitação dos moradores para as diversas oportunidades que o S11D levará à região. Isso vai além de prepará-los para trabalhar na obra e na futura operação: trata-se de deixá-los aptos a aproveitar a gama de serviços e oportunidades que surgirão junto com o projeto,” ressaltou o líder de Socioeconomia e Gestão Fundiária, Eloiso Araújo.

Alguns dos projetos da Vale nesse sentido são o Programa de Preparação para o Mercado de Trabalho (PPMT), que oferece formação aos moradores, e um convênio com instituições locais, que oferece cursos de gestão a comerciantes de Canaã, dos quais participou o chaveiro David.

Mais sobre o S11D
Com um investimento na ordem de US$ 19,6 bilhões, o projeto que está em fase de montagem da usina modulada, trabalha com inovação e menos impactos ambientais. Quando estiver em plena capacidade, elevará a capacidade de produção total do Sistema Norte a 230 milhões de toneladas por ano.

Fonte: Vale.com

Resultado do Concurso Público de Canaã dos Carajás

Saiu há pouco o resultado do Concurso Público em Canaã dos Carajás para os cargos de:

ConcursoFundamental Incompleto:
Agente de Serviços Gerais, Agente de Serviços de Artífice de Manutenção, Agente de Serviços de Segurança Patrimonial, Agente de Serviços Funerários, Agente de Serviços Urbanos,

Fundamental Completo:
Agente de Serviços Condutor de Veículos Leves, Agente de Serviços de Monitoria Social, Agente de Serviços de Culinária, Agente de Serviços de Alvenaria , Agente de Serviços Condutor de Veículos Pesados, Agente de Serviços Elétricos, Agente de Serviços de Operador de Máquinas Pesadas

Ensino médio:
Agente de Serviços de Informática, Agente de Serviços Administrativos, Agente de Serviços de Consultório Odontológico , Agente de Serviços de Biblioteca Escolar, Agente de Serviços Sociais , Agente de Serviços Técnicos em Análises Clínicas, Agente de Serviços Técnicos em Enfermagem, Agente de Serviços Técnicos em Obras Públicas, Agente de Serviços Técnicos em Desenho Computadorizados, Agente de Serviços Técnicos em Topografia, Agente de Serviços Técnicos em Telecomunicações, Agente de Serviços Técnicos Ambientais, Agente de Serviços Fazendários, Agente de Trânsito, Transporte e Rodoviário, Agente de Serviços Técnicos em Radiologia,

Nível Superior: Analista de Controle Interno, Analista de Planejamento o Orçamento, Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental, Analista de Sistemas de Informação, Arquiteto, Assistente Social, Auditor Fiscal de Tributos, Biomédico, Contador, Educador Físico, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Jornalista, Médico Clínico Geral (PSF), Nutricionista Clínico, Nutricionista Escolar, Procurador Municipal, Psicólogo, Psicólogo  Clínico,  Psicólogo Educacional, Psicopedagogo, Professor I, II e III (Zona Urbana e Rural, Médico Veterinário e Odontólogo. 

Confira aqui o resultado final. Boa Sorte!

Inscrições para Jovem Aprendiz na Vale começam nesta terça-feira (06)

Jovem Aprendiz Vale 2014As inscrições para o Programa Jovem Aprendiz na Vale estarão abertas de 6 a 11 de maio. As vagas disponíveis são para as áreas administrativas e operacionais nos municípios de Parauapebas, Curionópolis, Canaã dos Carajás e Ourilândia do Norte. Os interessados podem se inscrever no www.vale.com/oportunidades

Para participar do Programa, os candidatos devem ter ensino médio completo e idade entre 18 e 22 anos. Não é necessária experiência anterior nestas áreas. O Programa Jovem Aprendiz tem por objetivo preparar jovens para o mercado de trabalho.

O processo seletivo será dividido em seis etapas, todas eliminatórias: análise de documentos, prova online de português e matemática, entrevista coletiva, dinâmica de grupo, avaliação psicológica e exames médicos. As aulas têm início previsto para julho de 2014.

O Programa Jovem Aprendiz é dividido em duas fases: teórica e prática. A primeira terá duração de 5 a 17 meses, de acordo com a formação escolhida, com carga horária de quatro horas por dia. A segunda etapa acontece em áreas operacionais da Vale, como Carajás, Sossego, Salobo, Serra Leste e Onça Puma.

Nesta etapa, os aprendizes têm a oportunidade de aplicar os conteúdos vistos na sala de aula. Os selecionados terão direito a assistência médica, seguro de vida e vale transporte. Além disso, o programa oferece bolsa de auxílio no valor de R$ 462,78 na fase teórica e R$ 791 na fase prática.

Vale capacita microempresários de Canaã dos Carajás

downloadNos dias 28, 29 e 30 de abril, a Vale realizará um série de oficinas voltadas para o desenvolvimento de empreendedores individuais e microempresários de Canaã dos Carajás. Os cursos fazem parte das ações do Programa de Fomento ao Desenvolvimento Socioeconômico Local, mantido pela empresa, e serão operacionalizados pela Federação das Indústrias do Pará (Fiepa) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O objetivo da iniciativa é fortalecer a atividade empresarial entre os empreendedores individuais com potencial para crescer, desde os seus primeiros passos. Serão três dias de oficinas, realizadas entre 19h e 22h, no SENAI de Canaã dos Carajás.

Serão abordados temas como o uso do marketing para a compreensão das necessidades do mercado e o crescimento do negócio; o planejamento criterioso das compras para assegurar melhores resultados e bom relacionamento com fornecedores; e o controle efetivo do fluxo de caixa no dia a dia das empresas.

Serviço:

Capacitação de empreendedores individuais e microemprempresários

Onde: SENAI de Canaã dos Carajás.

Quando: de 28 a 30 de abril, de 19h às 22h.

“Sustentabilidade” é o selo escolhido para representar os 20 anos de Canaã dos Carajás

Sustentabilidade_2_1

Com 797 votos, quase o dobro do segundo colocado, o selo “Sustentabilidade” foi eleito pela comunidade de Canaã dos Carajás para representar os 20 anos do município, comemorados em 2014. A votação foi promovida em uma parceria entre Prefeitura Municipal e Vale no mês passado.

O selo em forma de bandeira mostra a integração entre mineração, natureza e desenvolvimento local. A parte em verde e azul representa a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente. Já a parte laranja, a mineração.

Canaã dá aula de vacinação para Marabá, Parauapebas, Tucuruí…

Delboni-HPV-cortada-475x240Os municípios da região sudeste do Pará que quiserem saber como alcançar as metas de vacinação devem procurar o departamento de imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás, que tem alcançado as metas nas últimas campanhas vacinais.

Na última campanha, contra HPV, Canaã dos Carajás tirou nota 10 ao ultrapassar a meta estabelecida, ficando com 119% do total de meninas entre 11 a 13 anos que deveria imunizar. Para isso, a equipe coordenada pela enfermeira Helen Cássia, do departamento de Imunização montou uma estratégia e foi atrás de adolescentes de escola em escola do município, ultrapassando a meta do Ministério da Saúde, para vacinação mínima de 80% do total previsto.

A campanha de vacinação contra HPV foi deslanchada no mês de março e encerrou dia 31. Os dados foram lançados no sistema do Ministério da Saúde e podem ser acessados através do link http://pni.datasus.gov.br/consulta_hpv_14_C01_Estado.php?uf=PA.

Em Parauapebas, a meta não foi alcançada. Até hoje, quinta-feira, dia 9, o município vacinou apenas 57,43% do que estava estabelecido pelo Ministério da Saúde. Tucuruí chegou aos 81,04%, mas Marabá é o que registra o índice mais sofrível entre todos eles, com apenas 23,69% das mais de 6.300 vacinas.

Isso se justifica, em tese, porque a equipe de vacinação tinha disponível apenas um veículo para percorrer as escolas e, além disso, porque não recebeu condições para ir à zona rural aplicar nenhuma dose.

Mais de 40 mil pessoas residente em mais de 120 vilas na imensa zona rural de Marabá e o departamento de Imunização do município não fez o dever de casa para levar as vacinas para as meninas que residem fora da área urbana, o que é considerado grave.

Curionópolis vacinou 87% do total previsto, Jacundá apenas 35%, Itupiranga 48,18%, Eldorado do Carajás 52,34%, São Domingos do Araguaia 23,75% e Nova Ipixuna 22,11%.

Atualização às 11 horas de 11/04

Marcelo Cláudio Monteiro da Silva, diretor de Vigilância em Saúde do município de Parauapebas informou há pouco que o município recebeu apenas 5000 doses da vacina, embora fossem necessárias mais 3500 doses. O diretor informa ainda que as 5000 doses foram aplicadas em apenas quatro dias, tempo recorde, todavia, por uma questão de logística não foi possível colocar os dados no sistema do Datasus. O município já solicitou as vacinas para que todas as aptas a receberem sejam beneficiadas.

Canaã dos Carajás: justiça indefere pedido de liminar da OAB e concurso público segue seu cronograma normal

A Juíza de Direito substituta da Vara Única de Canaã dos Carajás, Drª Tânia da Silva Amorim Fiuza, indeferiu o mandado de segurança com pedido de liminar, impetrado pela Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Subseção de Parauapebas/PA, que pedia a suspensão do Concurso Público Municipal 2014, que está sendo realizado pela Prefeitura e organizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa – FADESP, entidade ligada a Universidade Federal do Pará – UFPA.

imagesEm sua decisão a magistrada não deu razão aos argumentos da OAB, que pedia a suspensão do concurso, assim, o cronograma previsto continua valendo e as provas serão no domingo, dia 13 de abril.

Para o Procurador Geral do Município Dr. Hugo Leonardo de Faria, o pedido da OAB não fazia sentido, uma vez que a entidade, desde o inicio, foi notificada a indicar dois advogados para acompanhar o concurso, a qual o fez indicando o nome dos advogados, ato que foi publicado no Diário Oficial do Município – Estávamos tranquilos quanto a isso – garantiu Dr. Hugo.

O Prefeito Jeová Andrade disse que o concurso está sendo feito dentro da maior lisura. “Constituímos uma comissão composta por servidores, representantes de sindicatos, contratamos uma instituição das mais respeitadas, que é FADESP, entidade vinculada à UFPA e estamos tranquilos com relação ao andamento do concurso. Lamentamos profundamente o fato de que alguns veículos de comunicação local tenham feito um estardalhaço com esta notícia, chegando, inclusive, a anunciar que o concurso seria cancelado, sem ouvir o outro lado, colocando a população em pânico, haja vista que mais de 12 mil pessoas, acreditando na seriedade do nosso governo, se escreveram para participar do certame.

Leia na íntegra a decisão da Juíza:

Quanto à alegação de obrigatoriedade de convocação da Ordem dos Advogados para todas as fases do concurso, entendo não ser suficiente o apontamento do art. 58, do EOAB. Tal dispositivo legal carece da complementação normativa de outro dispositivo, e esta exigência não foi satisfeita pela impetrante. Vê-se dos documentos de fls. 21/25, concessão de segurança concedida no município de Marabá pelos mesmos argumentos aqui apontados, porém, naquele município, existia dispositivo de lei municipal específico que atribuía tal obrigação ao gestor público. Sendo assim, complemento, naquele território, ao art. 58 da EOAB, que é um regulador de competências do Conselho Seccional. Na Constituição Federal, em título que regulamenta a Advocacia Pública, em seu art. 132, dispõe que a participação da Ordem deve se dar em processo seletivo dos Procuradores de Estados e Distrito Federal, sendo omissa no que se refere aos Municípios. Há que se considerar que seria medida de prudência a convocação desta instituição para as fases de Concurso Municipal, porém, tal juízo de valor não é suficiente para impor uma obrigação ao Gestor Municipal, visto que este é obrigado a seguir aquilo que está pautado em lei.

Além do mais, por tratar-se de fato negativo, a quem o ônus probatório recai sobre aquele a quem é imputada a obrigação de fazer, logo, pela irreversibilidade da concessão da tutela antecipada, neste caso, e os prejuízos consideráveis que pode-se advir tanto aos candidatos que já se organizaram para estar na cidade nesta data, bem como aos cofres públicos, considero não haver verossimilhança suficiente nesta alegação para permitir o sobrestamento do Concurso.

Quanto às alegações de inobservância de critérios isonômicos na avaliação de títulos, bem como do conteúdo programático elaborado por entidade privada, também não há verossimilhança suficiente para eivar de vício suficiente para a paralisação do Concurso. Nos documentos de fls. 27/71, vê-se o slogan de empresa privada, inegável, porém parece ter havido um esforço conjunto com o Município de Canaã dos Carajás/PA para a elaboração de tal estudo. Tal pode-

se concluir do fato de haver a constituição de comitês responsáveis por sua elaboração e estes serem compostos por membros da empresa, mas, também por autoridades públicas municipais componentes da Administração local.

Isto posto,

A) INDEFIRO A MEDIDA LIMINAR PLEITEADA, por falta de verossimilhança.

B) Sem prejuízo, NOTIFIQUE-SE a autoridade coatora, bem como o órgão de representação da pessoa jurídica de direito público para que apresente as informações concernentes aos fatos, no prazo de 10 dias.

C) CUMPRA-SE.