Category Archives: Belém

Tocha Paralímpica vai passar por Belém em setembro

Na terça-feira (21), o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) se reuniu com o governo do Pará para apresentar o projeto de passagem da Chama Paralímpica pela capital Belém, no início de setembro.tocha

A capital paraense foi escolhida para representar a Região Norte na cerimônia que antecede o início dos Jogos Olímpicos. A Tocha Paralímpica vai percorrer cinco cidades das cinco regiões brasileiras, antes de chegar ao Rio de Janeiro, a sede das competições.

O revezamento acontece entre os dias 1º e 7 de setembro. Belém vai ser a segunda cidade do trajeto, no dia 2 de setembro. Antes, a chama vai passar por Brasília, e seguir para Natal (RN), São Paulo, Joinville (SC), até chegar ao Rio.

O diretor executivo de Operações do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, Marco Aurélio Vieira, ressaltou a importância de Belém para o contexto Paralímpico. Ele citou o paraense Alan Fonteles, um dos principais velocista paralímpicos e favorito para os Jogos do Rio 2016.

A secretária de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos, garante que a passagem vai servir para integrar e promover o estado.

A Tocha Paralímpica é similar à Tocha Olímpica. A diferença está nos detalhes das cores e da inscrição em Braille dos valores paralímpicos: coragem, determinação, inspiração e igualdade.

A programação para o dia de recebimento da tocha pela capital paraense ainda está sendo organizada. Os Jogos Paralímpicos acontecem no Rio de Janeiro, entre os dias 7 e 18 de setembro.

 

Começa a festa de 105 anos da Assembleia de Deus em Belém

105

Muito louvor, apresentações de cantores evangélicos, inauguração de novos templos na capital paraense, são algumas das atrações  programadas para celebrar a comemoração dos 105 anos de fundação, pelos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, da Igreja Assembleia de Deus no Brasil, que nasceu em Belém do Pará.  A programação oficial da festa que teve início nesta sexta – feira (17), com encerramento neste sábado (18),  contará com a presença de líderes da Igreja Assembleia de Deus no Pará e de outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul,  Amazonas, entre outros, que estarão no Centenário Centro de Convenções, na rodovia Augusto Montenegro, região metropolitana de Belém.

Um dos destaques, será  a reconstituição que acontece neste sábado às 9:00h, com  saída próximo à escadinha (Estação das Docas), no porto de Belém, onde o Líder da Igreja, Pastor Samuel Câmara  vai recepcionar aproximadamente de 40 a 50 mil pessoas vindas de navios e todas vestidas em trajes da época, do século XX, com passagem pela presidente Vargas em direção a Praça da República, local a onde os missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, sentaram – se para descansar. O evento já é uma tradição e será aberto a todos os interessados em conhecer a história da igreja.

Ainda no mesmo dia, às 10h, será inaugurado o Templo do Ver – o – Peso, que  terá funcionamento diferenciado: da meia – noite às 6h, com o objetivo de levar a mensagem de esperança aos milhares de trabalhadores, aos visitantes e àquelas  pessoas viciadas em drogas e alcoolismo que circulam no local durante a madrugada.

Esse será o primeiro templo evangélico no Complexo do Mercado do Ver – o – Peso.

À noite, às 19h, será realizado o culto de encerramento das celebrações, no Centenário Centro de Convenções.  O evento deve reunir cerca de 100 mil pessoas durante os dois dias. A igreja possui mais de 700 mil membros no Pará e 22 milhões no Brasil. No mundo todo são 50 milhões de adeptos.

A Congregação Assembleia de Deus em Belém, é muito mais além do que uma instituição religiosa que evangeliza, leva mensagem de paz e esperança às pessoas,  tem como compromisso seguir o que diz às escrituras sagradas sobre a ajuda ao próximo.  Presta relevantes serviços de assistência social, educacional e de comunicação, como distribuição diária de cestas de alimentos aos mais necessitados, alfabetização de pessoas, ajuda à creche Cordeirinho de Deus em Belém e o programa Desafio Jovem que trabalha a recuperação de dependentes químicos, dentre outras ações. Também é a fundadora da TV e Rádio Boas Novas e de instituição de ensino superior.

HISTÓRIA – No início do século XX, os suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, receberam em profecia a ordem de que tinham que pregar o evangelho num lugar chamado Pará. Ao pesquisarem num mapa, descobriram que era um local distante, localizado na Amazônia. Sem dinheiro e sem entenderem o idioma português, partiram de Nova York rumo a capital paraense. Eles desembarcaram em Belém, no dia 19 de novembro de 1910. Aqui conheceram o casal Henrique e Celina Albuquerque, que cederam sua casa para as reuniões pentecostais.

Depois de muitos encontros, finalmente, no dia 18 de junho de 1911, os dois suecos fundaram em Belém a Missão da Fé Apostólica, que sete anos depois foi registrada como Assembleia de Deus. “Eu diria que ninguém que planejasse algo tão grande escolheria uma cidade tão pequena e tão escondida da Amazônia, a não ser Deus. Isso demonstra o quanto essa cidade é amada por Ele e deve ser amada por todos nós”, ressalta o pastor da Assembleia de Deus em Belém, Samuel Câmara.

Belém: sociedade conhecerá projeto Porto Futuro

Porto Futuro

Amanhã, quarta-feira (18), o Projeto Belém Porto Futuro, que visa revitalizar a área portuária de Belém, será apresentado em audição pública a entidades do setor portuário e urbanístico da capital. A proposta foi liderada pelo então ministro dos Portos e atual ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

A empresa responsável pelo projeto conceitual, a Geológica Consultoria Ambiental, acolherá a opinião de diversos segmentos do setor, incluindo os poderes municipal e estadual, para acrescentar ao estudo. Após as audições, a população será convocada para uma audiência pública, com previsão para ocorrer em meados de junho.

A revitalização deve envolver o trecho que vai desde o final da avenida Visconde de Souza Franco até a Companhia Docas do Pará (CDP), bairro do Reduto. O Porto Futuro pretende integrar o Porto com a cidade, tendo como modelo o Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, e o portos de Boston, nos Estados Unidos.

Áreas serão polos de investimentos

O projeto Belém Porto Futuro, lançado no dia 14 de abril pela Secretaria de Portos da Presidência da República, pretende transformar áreas portuárias da capital, com baixa ocupação, em polos de desenvolvimento, por meio da recuperação da infraestrutura, da atração de investimentos e da oferta de serviços, como lazer e cultura. O projeto será implantado em etapas. Primeiro, está sendo feito um estudo preliminar, que vai analisar a vocação econômica da área e desenvolver todo o conceito do projeto.

Essa fase deve durar 3 meses e custar R$ 3 milhões, pagos pelo Governo Federal. Serão realizadas consultas públicas para ouvir as sugestões da sociedade e, por fim, será divulgado o estudo básico (projeto conceitual), que dará origem ao Processo de Manifestação Pública de Interesse (PMI). Empresas serão convidadas a apresentar propostas de reurbanização do espaço portuário. A recuperação deverá considerar as vocações ambientais e culturais de Belém para ser aceita, baseadas em estudos ambientais e socioeconômicos.

Em Belém, adolescentes se unem ao UNICEF para mobilizar outros jovens na luta contra o HIV e DSTs

unicefsabendojovemJovens parceiros do Fundo das Nações Unidas para a Infância vão formar 160 adolescentes que ficarão responsáveis por mobilizar mais de 4 mil estudantes em colégios da rede municipal de Belém. Consumo de álcool e drogas e combate ao vírus zika também serão tema de discussões.

Em Belém, no Pará, 21 jovens se uniram ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para conscientizar outros 160 adolescentes de escolas da cidade sobre a prevenção do HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis, como sífilis e hepatite.

A iniciativa – promovida pelo Projeto Protagonismo de Adolescentes e Viva Melhor Sabendo Jovem da Plataforma dos Centros Urbanos, do UNICEF – aposta na educação entre pares para criar uma rede de mobilização de mais de 4 mil estudantes apenas nos colégios municipais de Belém.

Em oito escolas da rede municipal da capital, as atividades de mobilização tiveram início já na segunda-feira (25). Instituições de ensino estaduais também vão receber as equipes de jovens parceiros da agência da ONU, mas ainda estão definindo o calendário de sua programação.

A proposta é criar espaços de discussão e capacitação entre jovens que debaterão não apenas o combate ao HIV e a doenças venéreas, mas também outros temas, como a prevenção do uso abusivo de álcool e outras drogas e a lutar contra o mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, da zika e da chikungunya.

Os 160 adolescentes que estão recebendo informações dos mobilizadores do UNICEF vão ficar responsáveis por conscientizar seus colegas, alcançando outros milhares de alunos do município.

No âmbito estadual, ao longo dessa semana, as equipes que atuam em três unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) vão participar de oficinas – as mesmas que serão desenvolvidas nas escolas de Belém.

O organismo coordena e executa a política de atendimento socioeducativo a adolescentes e jovens do Pará. O objetivo é desenvolver, nas unidades de socioeducação em meio fechado, as atividades do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem.

Realizada em parceria com a Prefeitura de Belém, o governo do Pará – por meio da Fundação Propaz –, o Fundo da ONU e o Instituto Peabiru, a iniciativa visa aumentar a testagem do HIV e demais infecções sexualmente transmissíveis, levar tratamento e esclarecer para a população a importância e os cuidados da prática do sexo seguro.

As atividades são direcionadas a adolescentes e jovens na faixa etária de 15 a 24 anos e voltadas prioritariamente para populações-chave: homens que fazem sexo com outros homens (HSH), gays, adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas com privação de liberdade e jovens explorados sexualmente.

Além de Belém, o Viva Melhor Sabendo Jovem é desenvolvido também em Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife e São Paulo.

O projeto é uma resposta ao compromisso firmado por prefeituras do mundo todo com a Declaração de Paris. O documento foi primeiramente assinada pela Prefeitura de Paris, em 1º de dezembro de 2014, Dia Mundial da Aids.

Centenas de prefeitos já assinaram a declaração, entre eles, os prefeitos de Belém, Zenaldo Coutinho, e de Manaus, Arthur Virgílio, em dezembro de 2015. A partir da participação das cidades, a ONU espera garantir a implementação da Aceleração da Resposta à epidemia da doença.

Em 2014, Belém já havia decidido integrar a Plataforma dos Centros Urbanos do UNICEF, voltada para o desenvolvimento de políticas públicas e ações voltadas para a infância e a adolescência a partir do trabalho em rede e da participação popular.

Fonte: www.nacoesunidas.org

A chama olímpica desembarca no Pará

Na Trilha da Tocha: Belém e Santarém foram as cidades escolhidas no estado para receber o símbolo olímpico durante o revezamento que terá início em 03 de maio

Com as bênçãos de Nossa Senhora de Nazaré, a tocha olímpica desembarca no Pará dia 15 de junho para uma visita breve e que promete ser inesquecível. A capital Belém, que completou 400 anos em 2016, será a primeira parada no estado e, depois de um pulo em Macapá (AP), no dia 16, a tocha retorna para desfilar no município de Santarém em 17 de junho.

Encravado no coração da Amazônia, o Pará exala cores, sons e sabores que encantam os seus visitantes. Pinduca, um dos mais tradicionais músicos do estado, é categórico ao afirmar em uma de suas mais conhecidas canções “Quem vai ao Pará parou, tomou açaí ficou”. E é assim mesmo, difícil ficar parado ao ritmo do carimbó ou ainda resistir à mistura de ingredientes tipicamente amazônicos – com forte influência indígena – que fazem da comida paraense uma das mais ricas do país.

E é em homenagem à padroeira do estado que anualmente, no segundo domingo de outubro, acontece a maior festa religiosa do país. O Círio de Nazaré reúne cerca de dois milhões de fiéis. Conhecido também como Natal do Paraense, a festa é marcada pela confraternização da família e de amigos que celebram a santa com as mais variadas demonstrações de fé.

Navegando pelas curvas dos rios que compõem a geografia do estado é possível conhecer belas e impressionantes ilhas e se encantar com o rico artesanato representado pelas belas cerâmicas marajoaras ou pela leveza e colorido dos brinquedos de Miriti.

Desde sua criação em 2003, o Ministério do Turismo já investiu R$ 120 milhões em obras de desenvolvimento da infraestrutura turística no Pará. Entre as ações realizadas estão a implantação de Centro de Atendimento ao Turista (CAT), sinalização turística e recuperação de praças.

BELÉM – Entre os cartões postais mais conhecidos da cidade está o Mercado Ver-o-Peso, localizado as margens da Baía do Guajará, onde é possível comprar comidas típicas da região e ainda saborear o legítimo açaí.  No local é possível também comprar porções que prometem tirar o mau olhado ou trazer mais dinheiro em uma das várias barracas das chamadas erveiras.

Para quem curte a natureza, uma boa opção de passeio é o Bosque Rodrigues Alves que acaba de disponibilizar um mapa turístico bilíngue (inglês e português) para apresentar aos seus visitantes os espaços da reserva ambiental e a história do lugar. O local abriga espécies da flora e da fauna como o Peixe Boi Amazônico, maior mamífero de água doce das Américas. Para se refrescar durante o passeio na capital que tem temperatura média de 27º, uma dica imperdível é apreciar um sorvete com sabor de alguma fruta típica da região como cupuaçú, taperebá, bacuri, entre outros. Dizem que é um dos melhores do Brasil.

SANTARÉM – Conhecida como Pérola do Tapajós, a cidade encanta seus visitantes com mais de 100 quilômetros de praias de águas cristalinas que mais parecem o mar. Um dos destaques da região é a Vila Balneária de Alter do Chão, localizada a 40 km de Santarém, e escolhida pelo jornal britânico The Guardian como a praia mais bonita do Brasil.

A vila também é palco do Sairé uma das maiores manifestações folclóricas da região e que atrai turistas de todo mundo. De acordo com historiadores, a festividade – introduzida na Amazônia durante as missões evangelizadoras de padres jesuítas no fim do século 17 – é repleta de simbolismo, com detalhes que mostram a influência do período de colonização, como é o caso do símbolo maior, o arco do Sairé, que lembra um escudo português, e que louva o Divino Espírito Santo.

 

Processo seletivo do Senac acontece neste sábado (5)

SenacO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) realiza neste sábado (5) a Prova de Conhecimentos no Processo Seletivo em Parauapebas.  A seleção acontecerá na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Prudêncio de Brito às 9h.

Ao todo, 150 pessoas foram habilitadas para concorrerem a vagas nas áreas de Instrutor de Libras, Ciências Contábeis, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Sistema de Informação, Beleza (cabelo, maquiagem e design de sobrancelha), Administração, Pedagogia, Assessor Técnico I (Pedagogia), Assistente de Administração (Manutenção de Computadores), Auxiliar de Serviços Gerais e Artífice de Manutenção.

De acordo com a coordenadora do Senac Parauapebas, Simone Scherer, após as provas, os candidatos passarão por uma entrevista e um período de experiência na entidade. “Após 90 dias, que é o período de avaliação, os candidatos aprovados assinarão um contrato com o Senac”, explica.

Ainda segundo Simone, a convocação deverá acontecer tão logo o período de avaliação se encerre, pois há necessidade imediata desses profissionais na instituição.

Escola de Meditações Ativas inscreve até o dia 07 de março, em Belém

Interessados em aprender as técnicas de meditação têm até o dia 07 de março para fazer a sua inscrição na Escola de Meditações Ativas 2016, do Centro de Terapias Holísticas e Meditação “Porthal de Luz”. O curso é destinado a pessoas que pretendem melhorar sua qualidade de vida por meio da prática diária da meditação. As aulas serão ministradas em Belém, pelas consultoras em desenvolvimento humano e terapeutas holísticas Roseana Nogueira e Salete D’avila.

Com uma vida cheia de estresses e preocupações, há três meses a bióloga Joice Ferreira resolveu fazer meditação e hoje ela desfruta dos benefícios físicos e mentais proporcionados por essa prática. “Eu já tinha feito yoga e pilates, mas a meditação ativa mudou a minha vida. Minhas colegas de trabalho, que já participavam da escola do Porthal de Luz, me convidaram, então eu participei de uma aula experimental e acabei ficando”, explica. Joice vivia estressada por conta da sobrecarga de trabalho e de problemas pessoais, e a meditação se tornou para ela sinônimo de qualidade de vida. “Eu já tinha lido antes muitas reportagens de comprovação científica dos efeitos da meditação, mas resolvi praticar. Hoje, me sinto mais calma em situações de estresse, me concentro e raciocino melhor e não tenho mais insônia. A meditação periódica trouxe tranquilidade para a minha vida”, esclarece.

A ministrante do curso e proprietária da casa Salete D’avila explica que, com a meditação, a fisiologia do corpo muda e cada célula é preenchida com mais energia. Quando o nível de energia no corpo aumenta, a pessoa se sente mais alegre e cheia de entusiasmo. “Na escola, nós realizaremos um trabalho contínuo de autoconhecimento. As pessoas irão mudando o estilo de vida a partir dessa prática. Os resultados serão bem estar e qualidade de vida”, explica.

A ministrante Roseana informa que a cada aula será apresentada uma nova meditação e os alunos a praticarão durante a semana: “os nossos encontros semanais serão uma oportunidade para o aluno aprender e tirar suas dúvidas e praticar depois em casa”. O curso terá a duração de quatro meses e os encontros serão semanais, às segundas-feiras, das 19h30 às 21h30.

Serviço – Inscrições na Escola de Meditações Ativas 2016, do Centro de Terapias Holísticas e Meditação “Porthal de Luz”, até o dia 07 de março, data da aula inaugural. Ministrantes do curso: Roseana Nogueira e Salete D’avila, consultoras em desenvolvimento humano e terapeutas holísticas. Inscrições podem ser feitas no próprio centro, localizado na Rua Arcipreste Manoel Teodoro, entre Presidente Pernambuco e Gama Abreu, 864. Telefones: (91) 3120-9293/ 98866-9293/ 98149-0276.

Quotas do ICMS e IPI de Parauapebas estão entre as maiores do estado em janeiro

icms parauapebasForam publicados no Diário Oficial do Estado do Pará nesta segunda-feira (22), os valores das quotas do ICMS e IPI Exportação aos Municípios do estado, para o período de 1º a 31 de janeiro de 2016. Os valores totais são de R$ 225.275.233,99 para o ICMS, e R$ 4.706.771,73, do IPI em todo o estado.

Na quota de ICMS, com R$ 26.334.674,85 Parauapebas esteve atrás apenas de Belém, que obteve R$ 40.234.156,79. A “capital do minério” ficou à frente, mais uma vez, das cidades de Marabá, que arrecadou R$ 12.390.137,87, e Canaã dos Carajás, com R$ 5.721.990,94.

Já em relação às cotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Belém obteve R$ 840.629,43 e Parauapebas R$ 550.221,62, segunda maior quota do estado também. Marabá recebeu R$ 258.872,45 e Canaã dos Carajás R$ 119.552,00. As publicações são de responsabilidade do secretário de Estado da Fazenda, Nilo Emanoel Rendeiro de Noronha.

Vale lembrar que 20% do ICMS são destinados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O IPI Exportação é uma forma de compensação aos estados e municípios pela redução da receita do IPI provocada pela isenção das exportações de produtos industrializados. O imposto incide sobre produtos industrializados, nacionais e estrangeiros.

Receita Federal e PF apreendem droga no aeroporto de Belém.

Droga 2Em operação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal realizada na tarde desta terça-feira (16), no aeroporto de Belém, com utilização de cão farejador da Polícia Federal, e após revista, foram detectados, no corpo de uma passageira de um voo procedente de Campo Grande (MS), 02 quilos de cocaína. A droga foi apreendida e a mulher encaminhada para a Superintendência da PF em Belém.

Anitta cantará em Belém no dia 22 de abril

2016-04-22-show-anitta-em-belemA “Tour Bang”, que está agitando o país com as apresentações de Anitta, já tem data confirmada em Belém do Pará, e apesar do que muitos esperavam, a faixa de valores para os ingressos para o show é bem flexível, englobando desde os mais simples até os mais exigentes. A Assembleia Paraense foi escolhida para sediar o evento, que acontece no dia 22 de abril.

Para curtir a performance ao vivo de uma das celebridades mais badaladas de 2016, fique por dentro dos valores dos ingressos, que iniciam em R$ 40, nas promoções iniciais de meia entrada, e chegam até R$ 140 para a área VIP, também com possibilidade de meia entrada, reduzindo o valor para R$ 70. Quem estiver interessado em fechar um camarote, a produção também disponibiliza esta opção, com os termos “Gold”, com valor de R$ 2.500 e capacidade para 20 pessoas, e o “Silver”, custando R$ 1.500 e reunindo estrutura para 15 pessoas.

Pensando na possibilidade de atender a todos os públicos, houve também a liberação para entrada de menores de idade, desde que apresente autorização autenticada em cartório, além, é claro, de levar um responsável legal como acompanhante. Esta autorização pode ser preenchida com base no documento disponível aqui.

Os ingressos podem ser adquiridos através do site nas lojas Overend do Pátio Belém e Boulevard Shopping, na Human Store do Grão Pará.

Fonte: Achebelem.com.br