Que venha fevereiro!

Uma nova semana se inicia.

Sem que muitos percebessem, lá se foi o primeiro mês de 2013, um ano envolto de um astral de esperança de cumprimento de promessas políticas. Ano de solidificação política para muitos que se elegeram em 2012.

No âmbito estadual pouca coisa mudou com a chegada do novo ano. O sul, sudeste e nordeste do Estado continuam esquecido por sua excelência o governador Jatene. Aliás, quando se trata da região de Carajás e Tapajós parece que o tratamento do governador é de vingança, quando deveria ser de aproximação e conquista.

Depois de cancelar a assinatura da Ordem de Serviço que daria início as obras no estádio Colosso dos Tapajós, em Santarém, Jatene fecha o mês de janeiro cancelando o edital de Concorrência 035/2012, cujo objetivo era o recapeamento da rodovia PA-150, no trecho de 163 Km que liga Goianésia do Pará e Morada Nova, trecho que tanto tem castigado a população que necessita usar aquele caminho, sim, caminho, porque há tempos aquilo deixou de ser uma rodovia.

No âmbito municipal, o mês de janeiro para o prefeito de Parauapebas foi um tanto quanto conturbado. O neófito prefeito não conseguiu emplacar a presidência da Câmara de vereadores e tomou alguma atitudes um tanto quanto impopulares nesse primeiro mês de governo. A alteração da data de pagamento aos servidores públicos, a maneira como foi feita a suspensão do Programa Lote Urbanizado, e as constantes quebras da adutora do bairro Rio Verde que têm provocado a continuada falta de água em aguas bairros trouxeram a certeza de que Parauapebas não é um município fácil de se governar e que, definitivamente, não se pode governar Parauapebas como se tal fosse uma empresa privada.

Positivamente, fica a imagem de um prefeito que, me parece, trabalha pra acertar e é muito bem intencionado, principalmente no que toca ao mau-uso dos recursos públicos tão criticado durante a campanha que o levou ao cargo. O fato dele já ter se reunido por pelo menos três vezes com todo o secretariado me parece um ponto positivo, apesar de que casos pontuais de cada secretaria seriam melhor discutidos individualmente com o gestor de cada pasta.

Ainda é muito cedo e não se pode cobrar com veemência atitudes mais profícuas de um governo que mal se instalou. Erros irão aparecer e é preciso que a população que elegeu Valmir Mariano para comandar esse município pelos próximos quatro anos tenha a paciência necessária para saber que esse início é difícil, que ainda não foi possível fazer o mapeamento dos problemas com solidez e que há pessoal competente para isso. O economista Célio Costa é uma dessas pessoas. O conheci durante a campanha do plebiscito que discutia a criação de Tapajós e Carajás e posso afirmar com toda a certeza: é capacitado para o cargo! Se fatores políticos e o costumeiro fogo amigo, que tende a encurtar carreiras, não atrapalhar a gestão, Célio mostrará a que veio e Parauapebas só ganhará com isso. O curriculum dele não deixa dúvidas de sua capacidade, espero que os políticos possam compreender isso e dar o tempo necessário para que Parauapebas seja um exemplo de cidade planejada em um futuro breve.

Meta para fevereiro? Valmir, na opinião desse Blogger, deve estreitar relações com Jatene. Mostrar ao distante governador que precisamos de um governo próximo. Que Parauapebas precisa de sua ajuda política para que um campi da Unifesspa seja instalado aqui, que Parauapebas precisa, urgentemente, que o Estado faça seu papel nas áreas da educação, segurança, saúde, lazer… Valmir, como aliado de primeira mão do governador, precisa pedir a ele que não seja tão cruel, as vezes desumano, com o povo de Carajás e Tapajós, que tanto contribui para que este Estado arrecade muito para satisfazer os anseios da região metropolitana de Belém.

Que venha fevereiro. Boa sorte a todos!    

8 Responses to Que venha fevereiro!

  1. Gaúcho disse:

    Ta ai, gostei Zé Dudu. Não ha necessidade da imprensa ficar batendo sem mostrar os defeitos. Cabe à imprensa mostrá-los e cobrar correções. Ganhou ponto comigo. Quanto ao Jatene é melhor deixar pra la.

  2. Cesar Leal disse:

    Muito boa a avaliação, parabéns.

  3. Joaquim disse:

    Jatene e a RMB não estão nem ai pra essa gente do Carajas e do Tapajos e Valmir não tem cacife político pra aconselhar Jatene. Quanto a isso nada vai mudar. Votei em Valmir e observo de longe sua gestão e concordo com o blog é muito cedo pra cobrar.

  4. Diferente disse:

    Tem muito secretário escolhido por vias políticas que não acrescentam nada, é preciso trocar essas peças pra engrenagem rodar bem.

  5. Angela Sousa disse:

    Parauapebas tem dinheiro. Agora tem um prefeito que quer fazer e oro a Deus pra que daqui a quatro anos cidade seja outra bem diferente do que é hoje.

  6. JvMarabá disse:

    Quanto ao Jatene é melhor deixar pra la Gaúcho.
    Muito boa a avaliação, parabéns César Leal.
    Jatene e a RMB não estão nem ai pra essa gente do Carajas e do Tapajos Joaquim.Eu voto em BRANCO para governos q são contra Carajás e Tapajos..

  7. Junior disse:

    Vc esta defendendo esse Celio, se ele sabe ainda não sei, mas acho que deve ser na iniciativa privada Pq na publica o homem é uma negação. Não sabe mesmo, esta num inferno astral tudo que decide da errado e não sai do lugar.

  8. Eliete disse:

    Zé como foi a modificação no pagamento dos servidores municipais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>