Criação de Carajás: apuração final por município

Confira o resultado final da apuração do plebiscito de 11 de dezembro por município no Estado do Pará para a criação do Estado do Carajás clicando na imagem acima ou aqui.

8 Responses to Criação de Carajás: apuração final por município

  1. Gostaria de saber a cidade do titular do blogue, a fim de que eu identifique no meu blogue (www.bloguedovalentim.com), pois tenho publicado alguns post do blog do Zé Dudu.
    Obrigado.

  2. Rodrigo disse:

    Fiquei satisfeita com o resultado da votação por município, porque mostra que Carajás e Tapajós se mantiveram unidos. Não houve traições, como alguns alardeavam que ocorreria. Foi uma luta de duas regiões esquecidas, que se apoiaram até o fim. Gostei mesmo.
    Penso que vocês não devem desistir e já começar a procurar outras alternativas para conseguir a emancipação.

  3. Euler disse:

    Dudu, parabéns pela qualidade e pontualidade do vosso trabalho,

    Olhando detalhademente cada municipio, Parauapebas com os 97.961 eleitores é hoje o maior colegio eleitoral da região superando em muito todos os demais municipios similares a nossa cidade (maraba, redencão, paragominas e etc).

    Está na hora da nossa cidade ocupar o espaço que merece! ou melhor que o seus votos conseguem merecer.


  4. Euler:

    Dudu, parabéns pela qualidade e pontualidade do vosso trabalho,
    Olhando detalhademente cada municipio, Parauapebas com os 97.961 eleitores é hoje o maior colegio eleitoral da região superando em muito todos os demais municipios similares a nossa cidade (maraba, redencão, paragominas e etc).
    Está na hora da nossa cidade ocupar o espaço que merece! ou melhor que o seus votos conseguem merecer.

    Marabá é maior, pode conferir. É que lá tem mais de uma zona eleitoral.

  5. Zé Dudu, acho que você nasceu do lado de cá do rio das Almas e não do lado de lá, Rialma até que melhorou um pouquinho sô!

  6. Obrigado pela resposta.
    Seu blogue já está na minha rela.
    Sou de Belém, moro há 3 anos no Paraná, 2 Vizinhos, onde edito o bloguedovalentim.com . Também morei em Anápolis por 5 anos.

  7. Perdemos uma batalha, mas não a guerra. Ganhamos não só pela luta em si, pois só merece viver neste mundo quem luta, mas também ganhamos pela visibilidade que o futuro Estado de Carajás vai ter a partir de agora.
    À luta continua, e talvez demore 05, 10 ou 100 anos, mas um dia, esse dia da divisão irá acontecer. Agora devemos pensar no médio prazo. Acho que o povo de Carajás deve se unir para trabalhar no sentido de nas próximas eleições apoiar somente candidatos da região(deputados federais e estaduais), bem como Senadores, e que têm compromisso conosco.Não adianta votarmos em candidatos de BELÉM, que eles não irão nos representar.
    E vamos lutar para elegermos um SENADOR. Se tivéssemos uma bancada carajense forte, não tínhamos deixado a Presidenta Dilma tirar os recursos do PAC para a conclusão da hidrovia do Tocantins, que irá beneficiar toda a região de Carajás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>