Monthly Archives: julho 2010

Abuso de poder político

Waldyr Silva, sob o título de “Candidatos a deputado pedem votos a servidores públicos”

O ex-secretário municipal de Fazenda, Milton Zimmer Schneider, e o ex-chefe da Casa Civil do Governo Ana Júlia Carepa, Cláudio Puty, respectivamente candidatos a deputado estadual e deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT) nas próximas eleições, reuniram cerca de 300 servidores públicos municipais, na noite da última quinta-feira (22), na chácara Nelore Quality, estrada de acesso à ferrovia, para apresentar as propostas de parlamentar e pedir votos aos convidados.

Além dos dois candidatos, o encontro contou ainda com as presenças do prefeito Darci José Lermen, do vice-prefeito Afonso Araújo, dos vereadores Israel Miquinhas, Euzébio Rodrigues e Raimundo Vasconcelos; alguns secretários municipais, militantes do PT e de outros partidos coligados.

Ao usar a palavra, Darci Lermen pediu votos para Dilma Rousseff (presidência da República), Ana Júlia Carepa (Governo do Estado), Paulo Rocha (Senado Federal), Cláudio Puty (deputado federal) e para Milton Zimmer (deputado estadual). “Gostaria que todos vocês votassem em nossos companheiros do PT, mas vocês têm a liberdade de votar nos candidatos de sua escolha”, declarou.

Cláudio Puty fez um breve histórico de sua trajetória no Partido dos Trabalhadores e no Governo de Ana Júlia Carepa, e revelou que esta é a primeira vez que concorre a uma eleição a deputado federal.

O ex-chefe da Casa Civil fez rasgados elogios às administrações do presidente Lula e da governadora Ana Júlia, destacando as políticas públicas destinadas às causas sociais.

Os vereadores Israel Miquinhas, Raimundo Vasconcelos e Euzébio Rodrigues ratificaram apoio às candidaturas de Dilma Rousseff, Ana Júlia, Paulo Rocha, Milton Zimmer e Cláudio Puty, destacando que os candidatos têm grandes projetos de desenvolvimento para o Brasil.

Por último, Milton Zimmer descreveu sua atuação na Prefeitura de Parauapebas (Secretarias de Produção Rural e de Fazenda) e no Governo do Estado (Emater), revelou o trabalho de campanha que vem fazendo em mais de 30 municípios e informou que no próximo dia 13 de agosto iria inaugurar seu comitê político na rua F, próximo da loja A Paulistinha, e um escritório de apoio na esquina das ruas 10 e E, onde funcionava uma locadora de vídeo.

O ex-secretário enfatizou a necessidade de Parauapebas ter um representante na Assembleia Legislativa comprometido com o povo para representar e alocar recursos para as regiões sul e sudeste do Pará.

Ao encerrar suas palavras, Milton Zimmer chamou à frente o vereador Euzébio Rodrigues, o presidente do PT, Nilson Dias; o ex-tesoureiro da Sefaz, Robervaldo Vieira; e a ex-secretária municipal de Administração, Desilene Viegas; e os apresentou como coordenadores de campanha.

Meu pitaco:

Darci pede votos para MZ MiltonZimmer PT

O abuso de poder político é desrespeitosamente usado pelo presidente Lula, que vez ou outra recebe uma multa e continua a usar de sua popularidade, abalizada pelos institutos de pesquisas, para tentar emplacar sua candidata, a ex-ministra Dilma Rousseff.

Darci e esses outros que participaram dessa “reunião”, apesar de não terem a mesma popularidade e capacidade de influenciar o eleitor que Lula, pedem, descaradamente votos para seus candidatos, descumprindo a legislação eleitoral.

Com toda a reunião gravada pela imprensa local, não seria a hora do Ministério Público da 075ª Zona Eleitoral solicitar esse material e enquadrar o nosso impopular prefeito nos rigores da Lei?, até para ajudar o candidato do PT local à ALEPA, Milton Zimmer, que, com um cabo eleitoral desses não irá a lugar algum.

As fotos, de Waldyr Silva, mostram o prefeito Darci durante o evento e Milton Zimmer, o candidato petista. Ele é o de vermelho, com o microfone, na foto da direita. Uma forcinha do Blogger para a maioria que não o conhece, já que passou 33 meses escondido na SEFAZ, de onde saiu deixando o município com uma dívida impublicável, para se candidatar a uma vaga na ALEPA.

[ad code=4 align=center]

Educação: 80% das escolas paraenses estão irregulares. Tamanho do Estado é a justificativa da UNDIME

O jornal Diário do Pará, da capital do Estado, trás, na edição deste domingo, a notícia de que 80% das das mais de cinco mil escolas do Pará funcionam de forma irregular, por não possuírem todos os documentos legais para existirem. Com isso, não podem emitir certificados de conclusão de ensino. O aluno acaba recebendo certificados de escolas nas quais ele jamais pôs os pés.

A alegação para esse fato, segundo a coordenadora regional da UNDIME – União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Sandra Helena Ataíde de Lima, 54 anos, a dificuldade é que no Pará existem 144 municípios, alguns em áreas de acesso muito difícil. Encaminhar toda a documentação necessária para Belém não é tarefa das mais fáceis. Além disso, os municípios muitas vezes nem sabem como proceder para legalizar uma escola.

Nota do Blogger:

O direito à educação é previsto na Constituição e deve ser cumprido. Não é justo para o aluno apenas aprender, sem receber a documentação legal comprobatória desse aprendizado.

Quando se discute a divisão do Estado do Pará, criando deste, dois novos Estados (Carajás e Tapajós) é no sentido de ver a alegação da imensidão do Pará não ser mais usada para justificar fatos  tão descabíveis.

Justo seria que os políticos, contrários ou alheios à divisão do Estado, usassem do mesmo empenho que tratam na busca de votos nessas regiões de “difícil acesso” durante as campanhas eleitorais para solucionar os problemas quando eleitos forem. Certamente se tal procedimento acontecesse, fatos como esses não mais existiriam no Pará.

[ad code=3 align=center]

Assembleia de Deus em Parauapebas erguerá Templo que abrigará 45 mil fiéis sentados

A força da comunidade evangélica em Parauapebas sempre foi muito grande. Durante Congresso da União de Mocidade da Assembleia de Deus em Parauapebas – UMADEP, realizado em Parauapebas, a comunidade, ratificando essa força, lotou o Templo durante os cinco dias do evento para ouvir pregações de renomados pastores nacionais, tais como: Abilia Santana (Salvador), Jehan Porto (São Paulo) e Carvalho Junior (Belo Horizonte). O responsável pelo evento foi o pastor Carlos Lindenberg, presidente da UMADEP.

Segundo informou o ex-vereador e pastor evangélico, Junior Romão, a Igreja Assembleia de Deus deu início no dia 17 de julho às obras para a construção de um novo Templo na cidade, que, depois de concluído, terá lugar para 45 mil fiéis sentados.

A Igreja Assembleia de Deus em Parauapebas tem em sua direção o pastor Fenelon Lima Sobrinho.

Foto: Folha Verde

[ad code=2 align=center]

Coluna do Chico Brito

Chico Brito 2TEREMOS OBRAS

O acordo firmado pelo Sindicato Metabase com a Vale no processo das horas in itinere no dia 20 último traz para Parauapebas três obras do maior valor para a comunidade: uma escola Modelo de 2º Grau, uma Escola Técnica Federal (o IFPA) e um teatro com capacidade de 200 lugares, tudo isso totalmente equipado com a qualidade que é marca da empresa. E Macarrão, o presidente do sindicato que negociou essas obras, não é político partidário nem é candidato a nenhum cargo eletivo nesta e nem pretende sê-lo em outras eleições.

É CURIOSO

Não há como ignorar que Parauapebas não vê qualquer obra pública há muitos anos, mesmo nos últimos, com Presidente da República, Governadora, Prefeito, todos do PT, e sendo o segundo município em arrecadação no estado do Pará e o terceiro maior exportador do Brasil, carreando bilhões de dólares para as economias estadual e nacional. A não ser a tentativa de erguer um prédio de hospital e de estar tentando, pela quarta vez, construir uma ponte de 15 metros, que ainda não se sabe se desta vez dará certo.

NOVES FORA

Somando o Presidente, a Governadora, o prefeito, o vice-prefeito e onze vereadores, um cidadão que não ocupa qualquer desses cargos, um cidadão comum, faz mais pelo município do que todos eles juntos. Então é hora de avaliarmos novamente, de questionarmos: o que ocorre com os políticos de nosso município? O que fazem eles por nosso município? Com esses que estão aí, para onde vai nosso município?

NÃO ATRAPALHE

Com a humildade que lhe é própria Macarrão tem plena consciência de seu poder e da importância que tem para os trabalhadores que representa e para a comunidade de Parauapebas e região, da forma que seu trabalho influencia a economia nossa de cada dia. Agora resta esperar que o prefeito não entrave o início das obras por que dele depende a disponibilização das áreas para as construções que a Vale se comprometeu a entregar prontas até fevereiro de 2012.

INTERESSES

Parauapebas tem um infeliz histórico desse comportamento criminoso de prefeitos impedindo empreendimentos de interesse público no município, por razões pessoais. Só alguns casos, para lembrar: recentemente recusou-se a implantação da Clínica de Hemodiálise, e em governos anteriores recusou-se a instalação de um Frigorífico que se implantou em Eldorado, de uma Indústria de Pneus, e do próprio saneamento básico oferecido pela Vale em 1992 e outra vez no ano passado.

MOBILIZAÇÃO

Caso a Administração enrole e não coloque as áreas à disposição da Vale para as construções, a comunidade terá de se mobilizar. Os interessados mais diretos são os estudantes e os artistas, mas o interesse de verdade é de todos. Vamos aguardar até o início do ano para ver se vai ser preciso arregaçar as mangas.

DESMASCARADO

O IDEB divulgou o resultado da avaliação da qualidade da Educação no país. O Pará ficou em último lugar. Entre os piores do Brasil, está Parauapebas. Então, alguém me explique: como é que no ano passado o secretário de Educação, Raimundo Neto, gastou dinheiro nosso para passar uma semana no balneário de Camboriú, (uma famosa praia de peladões em Santa Catarina) para, segundo ele, receber uma Palma de Ouro de Educação Nacional? E que, de volta, ainda gastou mais dinheiro pagando jornais, revistas e out-doors alardeando a conquista que agora o IDEB desmente?

[ad code=1 align=center]

Como ser elegante no Pebas

E-mail recebido e publicado na íntegra, mostra, na ótica ácida do advogado Paulo Pinheiro, um pouco do high society parauapebense:

Em primeiro lugar BAILE DO ROTARY, é o top! Quem se considera chic está lá. O figurino destaca-se as damas de vestidos longos, rebordados de canutilhos e miçangas, parecem recém saídas da Rua 25 de março, em São Paulo, ou da feira hippie de Goiânia. Não se iluda, jamais você verá uma delas usando DIOR, CHANEL, VALENTINO, GIVENCHY, OSCAR DE LA RENTA, ou algo equivalente. Enfim, alguma coisa que preste. Não se esqueçam, sem preconceitos, a maioria veio de Minas Gerais ou do Maranhão, assim como eu.  Conheço! Fomos criados no babaçu, para chegar ao caviar é um caminho dificultoso.

Ainda em relação as damas, os sapatos é outro desastre, como poucas sabem usar salto, algumas apelam para as plataformas, a emenda fica pior que o soneto. Ficam parecidas com a namorada do Pateta, a charmosa Clarabela. Aliás, nela cabe!

Os homens não ficam atrás, o assassinato ao bom gosto continua. Como as mulheres, estão sempre acima do peso, em que pese a existência de boas academias na cidade. Em razão do excesso de adiposidade, alguns usam camisas menores que os gordos pescoços e pior, não sabem dar o laço na gravata. Lição elementar para qualquer evangélico. Os sapatos é um capítulo à parte. Não sabem que é necessário em uma festa chic (na concepção dos participantes). Ha,ha, ha…

As vezes usam inadequados mocassins como se fossem a um pesque-pag, quando o correto é usar sapatos de cadarço, de preferência de uma boa grife. Detalhe: Franca não vale! Devem de preferência serem italianos das grifes Prada e Gucci.

Também é chic ir em qualquer festa dos empresários, onde se paga uma grana preta para ser homenageado. O mico é grande mas para aparecer, vale tudo! Detalhe: o figurino é o mesmo, as vezes até repetido de outros eventos.

Outro item singular da elegância pebense, é participar comprar ou ser convidado para o camarote VIP da FAP. É o máximo! Sequer sabem que VIP significa Very Important Person, mas saber isso pra que? não conseguem falar a língua de Camões, quanto mais o idioma de Shakespeare

Como não poderia ser diferente, o figurino das damas e cavaleiros, com raras exceções, é “made in Goiânia”. Ou de algum brechó, não se iludam, nada lembra Barretos ou Uberaba.É Peba mesmo!

Como estamos falando dos chiques pebenses, os mesmos cultivam a boa mesa, e para  isso nada como um jantar na Laura do Bebericar, apesar ser boa e cara, o importante não é a excelente comida e sim ver e ser visto, com sorte pode sair numa coluna social ou em um site de celebridades local.

Após o excelente jantar na Laura, um item obrigatório é frequentar a PIRÂMIDE, todos se acham chiques, lindos e maravilhosos. Festa para Evolução, TNG e outras lojas de grife. Isso para os chiques, o restante vai de  Taco mesmo.

Também no item festa, sazonalmente ocorrem eventos no Docenorte, tragédia repetida para os chiques de Carajás, subúrbio do Pebas, que interessa a alguns pebenses, contatos ou contratos. ou sabe-se lá  o que?

O figurino brega, e ainda se acham mais elegantes e chiques que os pebenses, mera continuação do desastre.

Posse de vereadores na Câmara Municipal. Evento chique da cidade. OK!!

Fui convidado, cheguei lá, porém o figurino é o mesmo do Baile do Rotary, às vezes inadequado para alguns participantes que sabem que bege, cinza claro, branco, usa-se durante o dia. Já o preto, azul, ou risca de giz, é reservado para eventos noturnos. As mulheres, infelizmente, não conseguem sair da Rua 25 de março, nem da feira hippie de Goiânia.

Eventual Cabaré: lugar distinto onde as mulheres trajam-se com relativa elegância e muito frequentado por nossa melhor sociedade.

Paulo Pinheiro – advogado

[ad code=5 align=center]

VALE, capitalismo selvagem

“A VALE, para mim, é um exemplo de capitalismo selvagem. Independente de haver mal uso ou não do dinheiro público, defendo que ela deveria enxergar as dificuldades dos moradores e anualmente fazer uma benfeitoria que o povo pudesse usufruir. Que faça o aterro sanitário e entregue à prefeitura, outro ano uma grande escola, no outro uma unidade de saúde. Assim, nós moradores, enxergaríamos na VALE uma parceira. A impressão que temos é que a VALE só se preocupa em ser a “número um do mundo” e dane-se os problemas”.

Leitor anônimo, no post Vale entrega à PMP projetos de drenagens de bairros em Parauapebas.

[ad code=4 align=center]

Acidente em Curionópolis gera boato

A notícia que correu à boca pequena hoje pela manhã, de que o jornalista e proprietário do jornal Correio do Pará, Flávio Sacramento (foto), teria se envolvido em um acidente automobilístico próximo a Curionópolis, na PA-275 e falecido, não é verdadeira.

Acabei de falar com o amigo Flávio em Belém, onde está com a família de férias e gozando de ótima saúde.

O acidente realmente aconteceu, foi muito grave e houve sim vítima fatal. Estou apurando e mais tarde postarei aqui.

Atualização:

Conforme prometido, em comentário moderado agora a pouco, o ilustre advogado Dr.Rômulo Oliveira da Silva dá detalhes do acidente:

Infelizmente o acidente em questão ceifou a vida de nosso amigo e irmão de fé Gerson Peixoto Jr, que trabalhou na Transbrasiliana, na DRC/Avis e, atualmente, na DCML.

O Gerson retornava do aeroporto de Marabá. Bom filho, tinha levado a mãe,que embarcara para Goiânia. Talvez tenha vindo despedir-se do filho, sem saber.

O veículo chocou-se com uma caminhão alguns quilômetros antes de Curionópolis, em frente à Alterosa.

Todos nós da Comunidade Cristã de Parauapebas estamos profundamente tristes, embora nos resignemos à vontade de nosso Deus, a quem louvamos, mesmo quando a dor aperta o coração.

O espírito retorna a Deus, que o deu; o pó, ao pó.

Deus tem o controle de todas as coisas.

[ad code=3 align=center]

Ex-prefeito de Nova Ipixuna é acusado de matar motoqueiro na BR

A Polícia Civil identificou o proprietário da camionete S-10 que atropelou e matou o agricultor João dos Santos Ribeiro, de 57anos, na sexta-feira (16), na rodovia Transamazônica, área urbana de Marabá. A camionete que atropelou o motociclista pertence ao ex-prefeito do município de Nova Ipixuna, José Pereira de Almeida, o Zezão do PT.

O delegado que preside o inquérito, Victor Diego, falou que está aguardando que o acusado se apresente na Seccional de Polícia Civil da Nova Marabá para falar com a autoridade policial sobre o fato. “Ou seja, a ocorrência está registrada no meu nome e o procedimento criminal está tombado também no meu nome, então é necessário que ele (Zezão) se apresente perante a mim”, observou Victor.

Ele ainda falou que o acusado teria se evadido do local sem prestar atendimento. “Tudo isso tem que ser apurado”, falou o delegado.

A motocicleta da vítima e os carros envolvidos no acidente foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Já a camionete será apreendida assim que for apresentada na delegacia.

O ex-prefeito teria se apresentado esta semana ao superintendente regional de Polícia Civil, delegado José Casemiro Beltrão Júnior. Ele teria prestado depoimento e foi liberado. A reportagem procurou o delegado para falar sobre o assunto, mas o mesmo não foi encontrado na Superintendência Regional de Polícia Civil.

O acidente aconteceu próximo ao trevo de acesso aos três núcleos urbanos de Marabá. Impaciente com o trânsito, o motociclista João dos Santos tentou a ultrapassagem e bateu na traseira de outro veículo. Ao cair da moto, o agricultor acabou sendo atropelado pela camionete que vinha em sentido contrário. Segundo testemunhas, estava em alta velocidade.

Fonte: Diário do Pará

[ad code=2 align=center]

Fechado. Voltamos em agosto!

Boa parte das secretarias e autarquias da prefeitura municipal de Parauapebas entraram ontem em recesso. O retorno está previsto para 02 de agosto. Apenas os serviços essenciais funcionarão durante esse período. No site oficial da PMP nada foi divulgado, fato que revela o descompromisso e o descaso da ASCOM com o cidadão parauapebense.

[ad code=1 align=center]

Sapucaia: gerente de empresa de Daniel Dantas sofre atentado

O gerente da Agropecuária Santa Bárbara Xinguara, ligada ao grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, sofreu um atentado a bala nessa quinta-feira (22), em Sapucaia (PA). Ninguém se feriu. As informações são da assessoria da empresa.Oscar Boller, na fazenda Espírito Santo, em Xinguara (PA), onde ocorreu o tiroteio com os sem-terra em 18 de abril. Atrás dele, um segurança da empresa Marca.

Segundo a empresa, que há dois anos está em conflito com sem-terra do sudeste do Pará, a camionete que levava o gerente Oscar Boller Filho (foto)  foi alvejada diversas vezes. Sua esposa, que também estava no veículo, saiu ilesa.

Em nota, a Santa Bárbara disse que Boller ia para um dos conjuntos de fazendas da empresa, pela rodovia PA-150, quando "um carro branco, não identificado, aproximou-se por trás" e começou a pressionar a camionete.  Ao receber o sinal para ultrapassar, um dos passageiros do carro abriu fogo. Boller só escapou, diz a nota, depois de jogar o próprio veículo contra o do agressor, acelerar e fugir.

De acordo com a assessoria, Boller é "um dos que mais sofrem com o cenário de pânico" criado pelo conflito com os movimentos sociais da região e já recebeu diversas ameaças de morte. O gerente prestou depoimento na Polícia Civil de Xinguara (PA), que abriu inquérito sobre o atentado.

Histórico

Fruto de um investimento de R$ 1,5 bilhão, a Agropecuária Santa Bárbara Xinguara chegou ao sudeste do Pará em setembro de 2005. Desde então, se tornou a maior proprietária de terras e de gado da região, recordista histórica em mortes causadas por conflitos fundiários.

Hoje, a Santa Bárbara tem ao menos meio milhão de hectares e 450 mil animais.

Em 2008, a Polícia Federal, durante a Operação Satiagraha, levantou a suspeita de que a empresa lava dinheiro do grupo de Daniel Dantas – o que ela nega. Mas a investigação levou os sem-terra a eleger a Santa Bárbara como prioridade de invasões, que começaram há pouco mais de dois anos e já chegam a 11. Nesse período, o conflito já levou ao registro de 110 boletins de ocorrência, tiroteios e um clima constante de tensão na área.

Fonte: Folha On Line

[ad code=5 align=center]