Category Archives: Canaã dos Carajás

Canaã dos Carajás realiza seminário sobre desenvolvimento municipal

Adnan DemachkiNa noite de desta quarta-feira, 25, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Adnan Demachki (foto) fará a palestra de abertura do Seminário de Desenvolvimento Municipal de Canaã dos Carajás  abordando os desafios de se administrar um município minerador. A intenção do secretário é apresentar estratégias para a união de forças entre a administração pública, sociedade civil organizada e a iniciativa privada, para o enfrentamento das dificuldades naturais de um município com vocação minerária.

O estreitamento dos diálogos com municípios mineradores, explica Adnan Demachki, é uma das estratégias previstas no Plano Estadual de Mineração, para estimular esses municípios a trabalhar outras atividades econômicas para além da mineração, procurando levar o município ao seu desenvolvimento e a não depender exclusivamente da atividade minerária.

Com 12 milhões em investimentos, Hotel Vivence inaugura em maio em Canaã dos Carajás

Canaã, na história da Bíblia, era uma terra prometida por deus para seu povo. No sudeste do Pará, Canaã dos Carajás, ao que se sabe, não foi prometida a ninguém mas também é reduto de boas expectativas. Município escolhido para ser sede de um programa de extração de minério, atrai trabalhadores de todo Brasil e, em maio, recebe seu primeiro hotel de rede. Quem chega ao destino é a Vivence Hotéis, com debute na hotelaria econômica, num edifício erguido ao custo de R$ 12 milhões.

vivence-express-hotel---canaa-01735

“É uma área com incrível potencial de desenvolvimento que deve se acentuar a partir de 2016, ano previsto para o início da operação do S11D”, comenta Vanessa Pires Morales, diretora da companhia hoteleira fazendo menção ao Projeto Ferro Carajás S11D, programa da Vale com maior investimento em sua história.

vivence-express-hotel---canaa-02899

Para se instalar na cidade, a Vivence chega acompanhada da Construtora Guerra, responsável pelo investimento total de construção. Estima-se que o empreendimento gere 23 empregos diretos e 85 indiretos.

Ao todo são 103 apartamentos de duas classificações, Luxo e Master. A primeira delas com área de 16 m², ar-condicionado split, TV Led 32″, cama box, telefone, frigobar e mesa de trabalho. Já a suíte Master conta com 44 m² todos os itens da suíte Luxo e enxoval especial, secador de cabelos e espelho de aumento.
vivence-express-hotel---canaa-04705 vivence-express-hotel---canaa-03726

Inauguração da classificação Express, o meio de hospedagem leva vantagem sobre outros empreendimentos equivalentes por contar com salão de eventos, sauna a vapor, piscina, área de lazer e restaurante.

A abertura deste empreendimento é o primeiro passo num projeto que faz a empresa saltar de dois imóveis administrados para sete até o ano de 2018.

Vale avança com desenvolvimento do S11D

A Vale concluiu a montagem dos 109 módulos que vão compor a usina de beneficiamento do projeto de minério de ferro S11D, desenvolvido pela mineradora no sudeste do Pará, De acordo com Alexandre Campanha, diretor de operações do maior projeto da história da Vale, a usina de beneficiamento deve ter sua montagem finalizada na segunda metade do ano que vem. Os testes para colocar o projeto em operação também serão realizados no segundo semestre de 2016.

“A previsão é ter a usina de beneficiamento montada no segundo semestre de 2016, quando começaremos a fazer os testes para entrar em operação”, disse Campanha.

Os módulos foram construídos em um canteiro de obras perto da área urbana de Canaã dos Carajás e estão sendo transportados por uma estrada de 45 quilômetros, construída pela mineradora, até o terreno planejado para a usina, fora da Floresta Nacional de Carajás (Flona).

FERRO_s11d1

A construção dos módulos da usina do S11D fora do terreno onde a unidade será montada foi uma das inovações do projeto. Essa técnica foi copiada da indústria do petróleo e, no caso do S11D, permitiu à Vale avançar nos trabalhos enquanto a empresa não recebia a licença de instalação do Ibama, o que aconteceu em 2013. A construção da usina em módulos também reduziu o impacto do projeto nas proximidades da Flona.

Os módulos, com peso variável entre 50 toneladas e 1,3 mil toneladas, são transportados por um equipamento especial sobre rodas a uma velocidade de três quilômetros por hora, fazendo com que o tempo da viagem dure dois ou três dias.

Fundações da Usina S11DO S11D foi projetado para produzir 90 milhões de toneladas de minério de ferro a partir do fim do ano que vem. Ao entrar em funcionamento, a usina vai aumentar a produção de forma gradual, o que deve levar 36 meses até o último sistematruckless atingir a capacidade nominal.

O truckless consiste em correias de grande capacidade para transportar o minério da mina, que fica em um platô a 650 metros de altitude, até a usina de beneficiamento, 9,5 quilômetros abaixo, em um declive de 250 metros. Esse sistema, apoiado em pilastras, vai substituir cerca de 100 caminhões fora de estrada.

No total, há quatro linhas de truckless que vão entrar em funcionamento em fases alternadas: haverá duas linhas de correias que vão enviar minério de ferro para a usina de beneficiamento, e outras duas que vão transportar o chamado estéril, produto de menor teor de ferro, para uma área, também fora da floresta, em que irá se formar uma pilha com esse produto.

Segundo Campanha, para cada tonelada de minério de ferro produzido pelo S11D, será preciso tirar, em média, 0,39 tonelada de estéril ao longo da vida útil do projeto.

s11d_usina

O S11D prevê também, o beneficiamento a seco do minério de ferro, o que eliminou a necessidade de se construir uma barragem de rejeitos. O beneficiamento a seco é uma tecnologia desenvolvida e adaptada pela Vale ao minério de ferro de Carajás, com base em experiências da Austrália.

Segundo a Vale, o investimento final no S11D deve ser menor do que o esperado inicialmente. A empresa chegou a anunciar investimento de US$ 19,6 bilhões no projeto, mas a desvalorização do real e otimizações devem fazer com que o investimento fique entre US$ 16 bilhões e US$ 17 bilhões.

O projeto possui capacidade de produção de 90 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, a partir do segundo semestre de 2016.

Lançado na região jornal Mercado Imobiliário

Joranl CanaãEstá circulando na região o jornal Mercado Imobiliário, que além de classificados traz também reportagens sobre o mercado imobiliário, emprego e negócios. Nesta primeira edição o jornal trouxe reportagem de capa sobre os empreendimentos imobiliários que estão transformando Canaã dos Carajás, impulsionados sobretudo pelo projeto S11D, de ferro, da mineradora Vale.

De acordo com o jornalista Domingos Cardoso, editor do Mercado Imobiliário e que trabalhou nos principais jornais impressos de Parauapebas e é sócio proprietário do jornal O Pioneiro, com circulação em Canaã e região, o Mercado Imobiliário veio para atender uma demanda cada vez mais crescente no segmento imobiliário.

“Nossos leitores ficarão sabendo de lançamentos imobiliários, terão acesso a um completo classificados, sendo um suporte para os corretores de imóveis e empreendedores do segmento”, afirmou ele, entusiasmado com a repercussão da primeira edição.

A proposta é que o jornal seja lançado a cada dez dias, sempre com diversas reportagens. “Estamos numa região onde o mercado imobiliário cresce de forma grandiosa, principalmente Parauapebas e Canaã dos Carajás, mas faltava um veículo para atender esse público interessado no segmento, então lancei o jornal Mercado Imobiliário para ajudar nossos leitores a ficarem bem informados e fazerem negócios, que é a proposta principal”, ressaltou Domingos Cardoso.

Outro tema que ganhará destaque constante no jornal Mercado Imobiliário é emprego. “Anúncio de emprego no Mercado Imobiliário é gratuito, sem contar que estaremos sempre dando dicas sobre profissões e como progredir no mercado de trabalho”, informou, acrescentando que o jornal Mercado Imobiliário será um verdadeiro balcão de negócios e em breve estará na internet através de um portal.

Parauapebas e Canaã dos Carajás contarão com identificação biométrica nas eleições de 2016

IMG_2926Durante reunião no gabinete do prefeito Valmir Mariano realizada nesta segunda-feira (9), uma equipe do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA) apresentou o plano de trabalho para realização de recadastramento biométrico, com o objetivo de contar com o recurso tecnológico nas eleições de 2016.

Parauapebas e Canaã dos Carajás foram os dois primeiros municípios da região sudeste do Pará, selecionados para realização do recadastramento. De acordo com Dilson Mesquita, gerente de biometria do TRE, a escolha dos referidos municípios se deu em função do número crescente de eleitores e da infraestrutura das localidades.

Todos os eleitores deverão realizar o recadastramento, caso contrário terão seus respectivos títulos cancelados. Para disponibilizar atendimento aos mais de 150 mil constituintes da 75º zona eleitoral, que compreende os dois referidos municípios, será necessária ampla estrutura.

O TRE vai estruturar o novo cartório eleitoral, que será inaugurado neste semestre, para a realização de atendimentos agendados via internet. Com a estrutura do próprio órgão, será realizado mais de 60 mil atendimentos, entre agosto desse ano, quando inicia o processo de recadastramento, e março de 2016, quando será encerrado.

IMG_2919

Como o número de eleitores na cidade é maior que a capacidade de atendimento no cartório, o TRE solicitou apoio da prefeitura de Parauapebas para a organização de outro espaço, onde serão realizados atendimentos por ordem de chegada. De acordo com Dilson Mesquita, com a disponibilização desse outro local será possível realizar o recadastramento de todos os eleitores.

O apoio de comunicação para divulgar o recadastramento biométrico junto aos eleitores também foi solicitado à prefeitura. “Acredito que essa tecnologia garante ainda mais segurança ao processo eleitoral”, frisou o prefeito, informando que vai repassar a minuta do convênio entregue durante a reunião para a procuradoria fazer os devidos encaminhamentos.

Texto: Karine Gomes – Fotos: Anderson Souza

Governo entrega Cheque Moradia a 69 famílias de Canaã dos Carajás

O município de Canaã dos Carajás foi mais um da região sudeste do Estado beneficiado com o programa habitacional Cheque Moradia, do governo do Estado, coordenado pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab). Na manhã de sábado, 7, na Escola Estadual João Nelson, 69 famílias compareceram para receber o recurso, que permite a compra de material de construção para reforma, melhoria ou construção de habitação.

Antes da cerimônia de entrega, o engenheiro da Cohab José Ribamar Mendes explicou aos beneficiados como usar o Cheque Moradia, os prazos de validade, a execução das obras e a prestação de contas, entre outras informações.

Cheque Moradia PA em Canaã dos Carajás

Elza Fernandes da Silva, uma das beneficiadas, agradeceu em nome das famílias, durante a cerimônia. Para ela, receber o benefício é uma grande vitória, porque finalmente vai poder dar mais conforto para o filho de 11 anos. Elza faz parte do grupo de prioridades do programa por ser mãe mantenedora do lar. “Quando chove, preciso mudar a cama de lugar porque a casa está cheia de goteiras, mas com o Cheque Moradia vou poder sair desse sufoco. Vou enfim construir uma casa do jeito que eu e meu filho precisamos”, disse

A aposentada Rita Pereira Maciel, 72 anos, também comemorava o recebimento do Cheque Moradia. O marido dela, Eurico Maciel Sobrinho, 80 anos, ficou paralítico depois de uma queda e agora precisa de alguns cuidados especiais. “O dinheiro que a gente recebe só dá para pagar a pessoa que me ajuda a cuidar dele. Esse programa é muito bom, porque vai ajudar a gente a construir uma nova casa. Meu genro vai ser o pedreiro”, disse a idosa, que já conta com esse apoio para a mão de obra.

A parceria entre o governo do Estado e as prefeituras municipais possibilita o levantamento das demandas, visitas técnicas às casas das famílias inscritas e todo o processo de emissão do cheque. As famílias selecionadas obedecem aos critérios definidos pelo programa, que limita a renda familiar em três salários mínimos, para que os mais carentes possam ser beneficiados.

Também no sábado foi entregue o Cheque Moradia em Ourilândia do Norte e Cumaru do Norte, contando com a presença do vice-governador Zequinha Marinho. Neste domingo, 8, é a vez de famílias dos municípios de Pau D’Arco e Redenção receberem o cheque, também em cerimônia presidida pelo vice-governador. Na segunda-feira, 9, a equipe da Cohab fará a entrega em Rio Maria para 28 famílias, que receberão a segunda etapa do benefício.

Fonte: Rosa Borges – Companhia de Habitação do Estado do Pará

Secretário de Desenvolvimento, Wander Nepomuceno, fala ao Conexão Rural sobre mineração e biodiesel

Uma entrevista com o secretário de Desenvolvimento de Parauapebas (PA), Wander Nepomuceno, é destaque deste domingo no Conexão Rural, que é veiculado pela RBATV, Band, canal 30 neste município e também no domingo, no mesmo horário, na Band, canal 5 de Canaã dos Carajás (PA). O secretário fala sobre a importância da mineração para o município e sobre a força do biodiesel no Pará, entre outros aspectos econômicos da região.

Lima e Wander

O programa traz ainda os bastidores da festa de lançamento do CD do cantor Pedro Coutinho. O evento foi realizado na Boate VIP em Parauapebas com a presença de muitas fãs deste jovem cantor goiano que vem fazendo sucesso no sul e sudeste do estado.

O apresentador Lima Rodrigues conversa ainda com o cantor Wesley Sollo, que canta modão sertanejo e músicas de sua autoria. As imagens e edição do Conexão Rural são de João Pesão Filho.

Câmara de vereadores de Canaã realiza primeira sessão ordinária de 2015

10969247_741866019254716_1284573021_oA Câmara Municipal de Canaã dos Carajás realizou na noite dessa quarta feira (4) a primeira sessão ordinária do ano. O prefeito Jeová Andrade (PMDB) participou da sessão que teve quatro horas de duração.

A composição da nova mesa diretora empossada automaticamente dia primeiro de janeiro e apresentada ontem a comunidade tem como presidente o vereador Jean Carlos Ribeiro, primeiro vice-presidente Wilson Mendes dos Reis, segundo vice-presidente Élio Ferreira da Costa, primeiro secretário Ailson Ferreira Alves, segundo secretário João Batista Silva.

Durante seu discurso, o chefe do executivo destacou os trabalhos que têm desenvolvido em diversas áreas na cidade e falou sobre os projetos para o ano em curso.

Na ocasião, os vereadores constituíram as comissões permanentes que têm por objetivo estudar os projetos de lei, debater a aceitabilidade da pauta e instruir suas tramitações. As comissões têm um papel técnico, visto que são divididas em temas, mas são instâncias politicas, por isso a legislação recomenda que sua composição seja feita de forma justa e proporcional, respeitando as proporções das bancadas. São elas que preparam e instruem o trabalho do plenário.

As sessões acontecem todas as quartas feira às 18h.

Comércio de Canaã dos Carajás quer juntar 20 mil assinaturas pedindo ao governador Jatene o asfaltamento da estrada que liga Canaã ao Posto 70

IMG-20150123-WA0102A Associação Comercial e Industrial Agropastoril de Canaã dos Carajás – ACIACCA -, com objetivo de apoiar e fortalecer a classe empresarial de Canaã dos Carajás, organizou na última sexta-feira (23) uma manifestação na sede do município que visava conscientizar a população da necessidade da pavimentação asfáltica de um trecho de 45 km na estrada que liga Canaã dos Carajás ao Posto 70, próximo ao município de Xinguara, de onde vem toda a mercadoria que abastece o comércio do município.

Durante a manifestação, representantes do comércio local recolheram assinaturas em um abaixo assinado que deverá ser entregue ao governador Simão Jatene solicitando o asfaltamento. Para o presidente da ACIACCA, Anderson Mendes dos Reis, que pretende colher cerca de 20 mil assinaturas ao longo de outras manifestações, a necessidade de asfaltar aquela estrada é ponto crucial para o comércio local, já que os fretes para o sul e sudeste do Pará são os mais caros do Brasil em virtude das péssimas condis das estradas.  Mendes deu como exemplo Canaã, onde os caminhões com cargas dão uma volta de cerca de 240 Km passando por Eldorado dos Carajás , Curionópolis e Parauapebas para depois chegar ao município, encarecendo ainda mais os fretes para o comércio local.

IMG-20150123-WA0109

“Se essa estrada fosse asfaltada, as pessoas que vêm de outras regiões com destino a Parauapebas, Curionópolis e Eldorado poderiam usá-la, encurtando muito a distância percorrida e aquecendo o o comércio do município de Canaã nos seguimentos de postos de gasolina, restaurantes, hotéis, borracharia e outros”, afirmou o presidente da Associação Comercial local.

Uma nova manifestação está prevista para acontecer amanhã, terça-feira (27). Desta vez os manifestantes estarão em frente ao antigo Posto Fiscal, na saída para Xinguara, com início previsto para às 5 horas da manhã. .

Saúde Mental – assunto é tema de estudos em Canaã dos Carajás

Profissionais de saúde de Canaã dos Carajás estão participando, durante toda esta semana, do curso sobre Rede de Atenção à Saúde Mental. A iniciativa da Fundação Vale visa capacitar as equipes de saúde da família, saúde bucal, NASF (Núcleo de Atenção à Saúde da Família), CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e gestores de serviços de saúde da rede sobre a prestação de cuidados e o acolhimento dos pacientes em saúde mental.

ImageProxy

A turma que conta com cerca de 40 participantes, vem discutindo questões como a humanização do atendimento, abordagem acolhedora aos pacientes e cuidado integrado por meio de uma equipe multidisciplinar. O treinamento faz parte do projeto Ciclo Saúde, da Fundação Vale, que tem por objetivo contribuir para o fortalecimento da atenção básica por meio de estratégias e metodologias em promoção da saúde e aperfeiçoamento da prática clínica adotada pelas equipes.

Após o encerramento da parte teórica do curso, serão realizadas ações de acompanhamento e monitoramento da capacitação por meio de promoção de atividades práticas nas Unidades Básicas de Saúde de Canaã dos Carajás, nas zonas rural e urbana.

Saúde mental

Segundo a Organização Mundial de Saúde não existe definição “oficial” de saúde mental. Diferenças culturais, julgamentos subjetivos e teorias relacionadas concorrentes afetam o modo como é definida. No entanto, os profissionais da área entendem que saúde mental é estar de bem consigo e com os outros. Saber lidar com as boas emoções e também com as desagradáveis: alegria/tristeza; coragem/medo; amor/ódio; serenidade/raiva; ciúmes; culpa; frustrações. Reconhecer seus limites e buscar ajuda quando necessário.

Fonte: Assessoria de Imprensa Vale