Category Archives: Simão Jatene

Marabá terá Estação Cidadania até o final de abril

Marabá será o terceiro município paraense a receber uma Estação Cidadania, um complexo que reúne, em um só lugar, a prestação de serviços públicos ofertados por diversos órgãos do Estado, com qualidade, rapidez, eficiência e conforto para a população. A obra, que tem investimento de R$ 2,9 milhões, será entregue no final de abril.

A Secretaria de Estado de Administração (Sead), responsável pela obra, estava há cerca de dois anos procurando um local adequado para receber a Estação Cidadania de Marabá. O problema foi resolvido no início deste ano, quando o Shopping Pátio Marabá fez o convite para que a estrutura fizesse parte do empreendimento logístico. Alice Viana, titular da Sead, conta que o local permite que a obra seja feita com rapidez.

Estação Cidadania -Marabá Foto APN“Nós demoramos a encontrar um espaço adequado que tivesse condições de infraestrutura e segurança que a Estação Cidadania precisava. Veio a proposta do Pátio Marabá, onde a gente pode associar a integração dos serviços às condições adequadas de atendimento. Nesse caso específico estamos trabalhando com a locação de um espaço que já tem a infraestrutura pronta, tornando a obra menos complexa e mais rápida”, disse Alice Viana.

Marabá será o primeiro município a ter a Estação Cidadania dentro de um shopping. A Sead já estuda a possibilidade de repetir o exemplo em outras cidades. “Esse é um conceito novo que tem sido trabalhado em vários estados brasileiros, e nós no Pará estamos desenvolvendo esse novo conceito de atendimento à população. Acredito que esse será o próximo caminho para as futuras Estações Cidadania”.

Ser instalada em um shopping não é a única exclusividade da Estação Cidadania de Marabá, que vai oferecer serviços de 18 órgãos públicos. Esta será a primeira unidade a ter a parceria da Polícia Federal, que vai oferecer a emissão de passaportes para toda a região sudeste do estado. A Estação Cidadania está sendo construída no piso térreo do shopping Pátio Marabá e ocupa uma área de 1.600 m², dividido em dois pavimentos.

O pavimento térreo está com 85% da obra concluída e vai concentrar a prestação de serviços da Polícia Federal; Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE); Tribunal Regional Eleitoral (TRE); Correios; Cartório 2º Ofício; Banpará; Corpo de Bombeiros Militar; Diretoria de Política de Gestão de Saúde Ocupacional da Sead; Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep); Cohab; Detran; Cosanpa; Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa);  Defensoria Pública; Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Seter); Polícia Civil e Procon.

O pavimento superior é um mezanino que está com 40% da obra concluída. Esse espaço vai abrigar uma sala de reunião, a coordenação, um auditório e o infocentro do NavegaPará, da Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa), que oferecerá acesso gratuito à internet. A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) terá espaço para cursos de capacitação básica em informática.

Detalhamento da obra:
Início: 6/01/2014
Previsão de conclusão: 20 de abril de 2014
Valor global: R$ 2,9 milhões – contrato de locação – com infraestrutura física de funcionamento e marketing
Andamento da obra: 85% (térreo) e 40% (piso superior)
Empresa responsável: Dan Hebert
Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Administração (Sead)
Órgão beneficiado: Sead

Fonte: APN

Codelco e Avanco apresentam projetos de mineração no Pará

Representantes da Codelco do Brasil Mineração e da Avanco Resources se reuniram com o governador do Estado do Pará, Simão Jatene, e com o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Mineração, David Leal, para apresentar projetos em desenvolvimento no Estado e perspectivas de projetos futuros.

MineraçãoO governador Simão Jatene recebeu em audiência, nesta quarta-feira, 26, o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Mineração, David Leal, acompanhado dos empresários Marcos André Gonçalves, presidente da Codelco do Brasil Mineração, e Luís Maurício Azevedo, diretor da Avanco, ambas empresas de exploração de cobre.

Os empresários apresentaram ao governador os projetos que as empresas estão desenvolvendo no Pará e as perspectivas de projetos futuros no Estado. A Codelco trabalha com a exploração de cobre há 12 anos no Brasil. Segundo Marcos Gonçalves, a empresa já atuou nos Estados de Rondônia, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. “Atualmente somos 100% Pará”, frisou ao falar sobre a exploração de cobre no município de São Félix do Xingu, região sudeste do Estado, onde a Codelco atua há três anos.

A Avanco, por sua vez, está presente em Parauapebas, no sul do Pará, há quatro anos. No município, a empresa desenvolve o projeto Rio Verde, responsável pela produção de 12 mil toneladas de cobre ao ano. “Viemos apresentar ao governador esses projetos e também falar sobre a perspectiva de desenvolver novos projetos para o cobre no Pará, levando em consideração a verticalização da produção”, explicou Luís Azevedo.

Segundo os empresários, a escolha pelo Pará para desenvolver projetos se deu não somente pelo potencial mineral do Estado, mas também pelo perfil do governo de Simão Jatene. “O governador tem uma característica muito importante para quem quer investir no Pará. A gestão dele é voltada para dar soluções aos problemas de infraestrutura, logística e energia. Isso é muito atrativo, além de ele ser um governante que mantém um diálogo com empresas de pequeno e médio porte”, avaliou o diretor da Avanco. Além de Parauapebas, a Avanco está presente em Itaituba, Floresta do Araguaia, Cachoeira do Piriá e Bannach.

Ao agradecer a visita dos empresários, o governador disse que o Governo do Estado não pode deixar de oferecer alternativas, em escalas distintas, às empresas de exploração mineral. “O Pará tem espaço suficiente para essa diversidade de empresas. As grandes sempre vão estar presentes, mas não podemos deixar de dar atenção aos pequenos. Eu gosto da ideia de que o Estado pode funcionar como um mediador para incentivar esse mix de empresas”, ressaltou.

Simão Jatene afirmou aos empresários que a preocupação do Governo é, principalmente, com o impacto da presença dessas empresas nos locais em que elas se instalam. “O impacto sobre a vida local é o que move nossa preocupação”, enfatizou, ao lembrar de vários projetos que foram implantados no Estado e suas consequências, nem sempre positivas, para a população local. (APN)

Simão Jatene é homenageado durante comemorações pelos 140 anos do Tribunal de Justiça do Estado

1707-140-anos-do-Tribunal-de-Justica-do-Para

O governador Simão Jatene foi uma das personalidades agraciadas com a medalha comemorativa pelos 140 anos do Tribunal de Justiça do Estado (TJE-PA), cuja outorga aconteceu na noite desta segunda-feira, 3, durante a primeira sessão extraordinária do Tribunal Pleno neste ano. Na ocasião, a presidente da Corte, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, lembrou que foi durante a primeira gestão de Jatene (entre 2002 e 2006) que o Tribunal foi transferido para a sede atual, um prédio de inestimável valor histórico, onde, antes, funcionou o antigo Colégio Lauro Sodré.

A presidente do TJE-PA citou ainda alguns dos inúmeros avanços alcançados pelo judiciário paraense ao longo do tempo. Hoje, em todo o Estado, são 295 juízes distribuídos por 108 comarcas, além de 30 desembargadores. Cada vez mais o poder judiciário aproxima-se do destinatário final das suas ações, os cidadãos contribuintes. Contamos com a força de trabalho de 2.933 servidores, número que, levando-se em consideração as dimensões do Estado, ainda está aquém das nossas reais necessidades, por isso trabalhamos para a realização de novo concurso público. A justiça avança e precisa de mais braços para se fazer eficiente, enfatizou.

Além do governador Simão Jatene, foram homenageados com a medalha os ex-governadores do Estado Alexandre Zacharias de Assumpção; Alacid da Silva Nunes e Almir Gabriel. Outras personalidades distinguidas foram: o primeiro presidente do TJE-PA, desembargador Romualdo de Sousa Paes de Andrade; o presidente do Tribunal em 1928 e autor do hino do Pará, desembargador Artur Teódulo dos Santos Porto; a primeira mulher a dirigir um Tribunal de Justiça do País e um Tribunal Regional Eleitoral (presidente do TJE-PA em 1979), desembargadora Lydia Dias Fernandes; o presidente do TJE-PA em 1989, desembargador Almir de Lima Pereira; o desembargador federal e compositor do hino do TJE-PA (letra e música), Vicente José Malheiros da Fonseca; o presidente do TJE-PA em 1968, desembargador Agnano de Moura Monteiro Lopes; o presidente do TJE-PA em 1981, desembargador Manoel Cacela Alves; o corregedor Geral de Justiça e presidente do TJE-PA em 1997, desembargador Romão Amoedo Neto; o presidente do TJE-PA em 1999, desembargador José Alberto Soares Maia; o presidente do TJE-PA em 2005, desembargador Milton Nobre e o presidente do TJE-PA em 2009, desembargador Rômulo Nunes.

Já as instituições homenageadas foram: Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), Ministério Público Estadual (MPE-PA), Ordem dos Advogados do Brasil Seção Pará (OAB-PA), Defensoria Pública do Pará, Procuradoria Geral do Pará e a Associação dos Magistrados do Pará (Amepa). Na ocasião, os Correios lançaram o selo oficial comemorativo à data (que, de antemão, ficará em exposição no Museu Filatélico Nacional), e houve, no Salão Nobre, a inauguração da galeria de todos os presidentes do TJE-PA.

Mensagem de Simão Jatene reabre sessões da Assembleia Legislativa

download

Após 20 dias de recesso, o governador Simão Jatene retorna aos trabalhos nesta terça-feira (4). O retorno oficial será às 9 horas, durante a reabertura das sessões da Assembleia Legislativa do Pará. Durante a solenidade, Jatene fará o balanço das ações executadas no ano de 2013 e comentará as perspectivas e realizações para este ano, cujo orçamento previsto é de R$ 19,4 bilhões. O evento será acompanhado pelo vice-governador Helenilson Pontes.

Na sessão solene, que será presidida pelo presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, o chefe do Executivo vai ler a mensagem oficial do governo, que será entregue com antecedência aos parlamentares. Seguindo as orientações da Casa, após a leitura da documento, um deputado da base aliada e outro de oposição ao governo devem comentar o pronunciamento de Jatene.

 

·

Gov. Simão Jatene pagará retroativo e piso salarial para os professores

professor  placa  profissão

O governo do estado honrou os compromissos assumidos no acordo judicial com os servidores da Educação do Pará. que pôs fim à greve em 18 de novembro de 2013.Ontem à tarde, na Secretária de Administração (Sead), já dispõe dos R$ 5,1 milhões destinados ao pagamento da primeira parcela referente ao Piso Nacional do Magistério retroativo a 2011, para 41 mil servidores ativos e aposentados da área da educação. A informação foi fornecida durante reunião entre a equipe do governo e uma comissão do Sintepp [Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Pará]. O prazo máximo para pagamento do retroativo 2011 é o próximo dia 14 e será feito em folha suplementar. O valor que cada um vai receber depende do salário. O cálculo total estimado dessa dívida é de cerca de R$ 72 milhões, paga a cada quatro meses, dependendo do crescimento real de receita do Estado.
Além disso, o reajuste de 8,32% no Piso Salarial dos professores, anunciado anteontem pelo Ministério da Educação, já está assegurado pelo governador Simão Jatene na folha de pagamento de fevereiro, com retroativo a janeiro deste ano. Com o aumento, um professor de nível superior, com jornada de trabalho de 200 horas/aulas, em início de carreira, receberá R$ 4.319,00 e, em nível final, R$ 6.812,77. A média de remuneração da categoria é de R$ 5,4 mil.

Juiz cassa prefeito de Dom Eliseu e declara governador Jatene inelegível por oito anos

imageGabriel Costa Ribeiro (foto), juiz eleitoral da 51ª Zona Eleitoral de Rondon do Pará, cassou ontem (15) os mandatos do prefeito de Dom Eliseu, Joaquim Nogueira Neto (PMDB) e do seu vice, Gersilon Silva da Gama nos termos do art. 22 da Lei Complementar 64/90 (abuso de poder político e econômico) em razão da utilização indevida de meios de comunicação durante a campanha eleitoral de 2012. Na mesma sentença, o juiz aplicou ao governador Simão Jatene (PSDB)  a pena de inelegibilidade por oito anos, a contar da eleição municipal de 2012.

O ex-prefeito de Dom Eliseu; Raimundo Euclides Santos Neto, o Quidão, responsável pela administração e gerenciamento da TV Atlântico (canal 5), que retransmite programação do SBT em Dom Eliseu, e Jhonas Santos de Aguiar, candidato a vereador em 2012 e presidente da Comissão Provisória do PSDB em Dom Eliseu, também foram condenados à mesma pena aplicada ao governador.

Gabriel Ribeiro individualizou a conduta de cada um dos acusados e ressaltou, na sentença, que o direito constitucionalmente garantido aos governadores de Estado conhecido como foro por prerrogativa de função não alcança as investigações instauradas pela Justiça Eleitoral por uso indevido dos meios de comunicação, uma vez que não têm natureza penal.

A base da condenação decidida pelo magistrado foi a entrevista concedida em pleno período eleitoral municipal por Simão Jatene em benefício dos candidatos Joaquim Neto e Gersilon da Gama, que teria sido exibida por Quidão em 27 de setembro de 2012 a mando de Joaquim Nogueira Neto e de Gersilon Silva da Gama, e reexibida nos dias 28 de setembro e 01, 02, 03, 04 e 05 de outubro do mesmo ano.

Em relação à postura de Jatene, o magistrado cita: “O Governador Simão Jatene, após cumprimentos iniciais, fala diretamente para o povo e eleitores de Dom Eliseu, via canal aberto SBT, na véspera do pleito eleitoral”.

“Observa-se que Raimundo Euclides Santos Neto (5° investigado), segurando um microfone do SBT-TV Atlântica, pergunta: “Governador, qual o grande interesse de Dom Eliseu nessa união feita por um dos maiores partidos da cidade?”

image“Sem qualquer tipo de dúvidas, constata-se que a intenção é mostrar ao telespectador, dentro da sua casa ou no trabalho, que, no caso concreto, o Governador apoia a chapa majoritária cujo vice é de seu partido, o PSDB, conhecido por Silon (2° investigado)”.

“O Governador Simão Jatene, finalisticamente, direcionou suas declarações para garantir a eleição do então candidato a Vice-prefeito Gersilon. Falou-se de amizades e parcerias para melhorar a vida dos munícipes, com a vitória já pré-anunciada, atencipando-se que, nesse caso, haveria mais parcerias entre governo do estado e o governo do município de Dom Eliseu, tendo, logo em seguida, afirmado o Governador Simão Jatene”.

“Na mesma entrevista, as declarações do Governador Simão Jatene são claras ao beneficiar a chapa encabeçada pelo Prefeito Joaquim Neto, então candidato à reeleição”.

Iniciativa

Todo o planejamento e articulação da iniciativa coube ao ex-prefeito Jefferson Deprá e ao então candidato a vereador Jhonas Santos de Aguiar, tendo em vista a natureza jurídica da retransmissora de televisão (RTV), já que o Canal 5 é serviço cuja geradora é a TV SBT canal 4 (São Paulo) e a entidade concedida é a Prefeitura Municipal de Dom Eliseu.

Propaganda só no horário eleitoral

A propaganda eleitoral na TV, ressaltou o magistrado na decisão, deve se restringir ao Horário Eleitoral Gratuito, “sendo vedada a propaganda sob quaisquer formas, inclusive paga, fora do horário eleitoral gratuito, e que a resolução do TSE n.° 23.370 de 2012 dispõe sobre a propaganda eleitoral e as condutas ilícitas em campanha eleitoral nas eleições de 2012”.

Na nova eleição que será realizada não poderão concorrer os candidatos cujos mandatos foram cassados na decisão, bem como também não concorrerão os segundos colocados Ayeso Gaston Sivieiro e Elias Martins da Silva, uma vez que, segundo o juiz, em outros processos, foi-lhes aplicada a pena de inelegibilidade por oito anos.

Comunicação

A decisão foi comunicada à presidência do TRE-PA, com cópia encaminhada à Polícia Federal de Paragominas, já que o juiz considerou que há indícios de coação a testemunhas no curso do processo. O juiz também deu ciência à presidência da Câmara Municipal, para as medidas quanto à vacância dos cargos de prefeito e vice-prefeito. Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi ajuizada por Ayeso Gaston Sivieiro, da coligação Tudo Novo com a Força do Povo (PT, PSC, PSB, PV, PC do B, PMN, PRTB, PRP e PSDC) e pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Trechos da Sentença

“Cuida-se de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) ajuizada por Ayeso Gaston Sivieiro, Coligação Tudo Novo com a Força do Povo (PT, PSC, PSB, PV, PC do B, PMN, PRTB, PRP e PSDC) e o Partido dos Trabalhadores (PT), contra Joaquim Nogueira Neto, Gersilon Silva da Gama, Simão Robison Oliveira Jatene, Jefferson Deprá, Raimundo Euclides Santos Neto e Jhonas Santos de Aguiar. As partes referidas estão devidamente qualificados nos autos (fls. 2-21)”.

“b) CONDENO O GOVERNADOR SIMÃO ROBISON OLIVEIRA JATENE (3° investigado); JEFFERSON DEPRÁ (4° investigado); RAIMUNDO EUCLIDES SANTOS NETO (5° investigado) e JHONAS SANTOS DE AGUIAR por abuso do poder político e econômico, com utilização indevida de meios de comunicação, nos termos do art. 22 da Lei Complementar 64/90, aplicando a todos a sanção DE INELEGIBILIDADE, pelo período de 8 (oito) anos subsequentes à eleição municipal de 2012, nos termos do art. 22, XIV, da Lei Complementar 64/90”.

Da decisão, cabe recurso.

Fonte: Dário do Pará

Governador do Pará nomeia novos gestores para 2014

Simão Jatene anunciou novos secretários e presidentes nesta terça, 14. Mudanças movimentam cenário político de eleições.

O governador do Pará, Simão Jatene, anunciou em coletiva na tarde desta terça-feira (14), no gabinete do Comando Geral da Polícia Militar, em Belém, os novos titulares de cinco secretarias do governo, além dos novos nomeados para as presidências do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) e Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), que irão integrar a gestão estadual.

Seduc
A Secretaria de Educação (Seduc) terá à frente Seixas Lourenço, ex-reitor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Seop
Pedro Abílio, que atuava como Secretário Extraordinário de Estado, é o novo titular da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop). Ele substitui Joaquim Passarinho, já exonerado. Abílio tem 69 anos e já atuou como secretário adjunto de obras durante a gestão do ex-governador Almir Gabriel, além de ter ocupado o cargo de Secretário de Estado de Transportes na primeira gestão de Simão Jatene.

Sagri
Andrei Gustavo assume a Secretaria de Agricultura (Sagri). O administrador tem 36 anos e já havia atuado como superintendente federal de agricultura no Estado.

Secti
Cláudio Ribeiro assume o comando da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti). Ele já havia ocupado o cargo na Secretaria de Educação (Seduc).

Secom
O jornalista Daniel Nardin é o novo responsável pela pasta da comunicação (Secom), que anteriormente foi conduzida pelo também jornalista Ney Messias. Nardin é formado pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e tem mestrado em conclusão pela Universidade de Brasília (UnB) em Comunicação e Sociedade.

Iasep – Cohab – Cosanpa
Nos órgãos de administração indireta, Iris Gama passa a comandar o Iasep, Hugo Barral é novo nome da Cohab e Noêmia Jacob se torna a titular da Cosanpa. (G1-PA)

Simão Jatene entrega viaturas que irão intensificar a fiscalização do trânsito no interior

A fiscalização de trânsito em Santarém, Itaituba, Tucuruí, Altamira, Marabá, Parauapebas, Redenção, Paragominas, Abaetetuba, Capanema, Castanhal e Breves será intensificada com a aquisição de 25 veículos do tipo Pick-up, que a partir de agora estarão disponíveis nos municípios.

A fiscalização de trânsito em Santarém, Itaituba, Tucuruí, Altamira, Marabá, Parauapebas, Redenção, Paragominas, Abaetetuba, Capanema, Castanhal e Breves, será intensificada com a aquisição de 25 veículos do tipo Pick up. A entrega das novas viaturas foi realizada na manhã desta segunda-feira, 13, no Detran, pelo governador Simão Jatene aos gerentes das Circunscrições de Trânsito (Ciretrans) de cada cidade.</p>
<p>FOTO: ANTONIO SILVA/AG. PARÁ<br />
DATA: 13.01.2014<br />
BELÉM - PARÁ

A entrega das novas viaturas foi realizada na manhã desta segunda-feira, 13, no pátio do estacionamento do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), em Belém, pelo governador Simão Jatene aos gerentes das Circunscrições de Trânsito (Ciretrans) de cada cidade.

Todos os carros entregues pelo governador estão equipados com sirene, rádio transmissor e chip de rastreamento. Cada veículo custou cerca de R$ 90 mil, num valor total de R$ 2,4 milhões em recursos investidos. “Isto é apenas mais um passo dado na melhoria da infraestrutura da Segurança Pública do Estado. Essas viaturas vão ajudar a melhorar a fiscalização, mas é fundamental que os servidores compreendam que mais importante que os equipamentos é o serviço público que será oferecido. Sempre digo que na hora que um servidor for capaz de se dar conta de que aquele que está à frente dele é quem paga o seu salário, a gente começa a mudar a qualidade do serviço público”, disse Jatene.

A fiscalização de trânsito em Santarém, Itaituba, Tucuruí, Altamira, Marabá, Parauapebas, Redenção, Paragominas, Abaetetuba, Capanema, Castanhal e Breves, será intensificada com a aquisição de 25 veículos do tipo Pick up. A entrega das novas viaturas foi realizada na manhã desta segunda-feira, 13, no Detran, pelo governador Simão Jatene aos gerentes das Circunscrições de Trânsito (Ciretrans) de cada cidade.</p>
<p>FOTO: ANTONIO SILVA/AG. PARÁ<br />
DATA: 13.01.2014<br />
BELÉM - PARÁ

Além das viaturas, o governador anunciou a sanção da lei do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) para os servidores do órgão. O decreto que sanciona a lei será assinado nesta terça-feira, 14.

Sobre o PCCR, o chefe do Executivo ressaltou que a aprovação da lei é um sonho antigo dos servidores. “A melhor forma de receber esse plano é cada servidor compreender que isso não é nenhuma conquista pessoal, nem um presente do governo. A forma correta é o servidor perceber que, com esse plano, a sociedade irá pagar um pouco melhor o servidor, porque ela quer e merece em troca algo melhor”.

Simão Jatene faz balanço das ações de governo em 2013

Jatene informou que, atualmente, cerca de 800 obras estão sendo executadas pelo Governo do Pará, tanto na capital, quanto nos municípios do interior.

Temas prioritários como saúde, educação, segurança, infraestrutura e mobilidade urbana foram abordados pelo governador Simão Jatene, em entrevista, ao vivo, nesta terça-feira, 7, para o programa Balanço Geral, da Rede Record Belém. Na ocasião, Simão Jatene fez uma prestação de contas, aos telespectadores, dos três anos de governo e assegurou, para o próximo mês, a entrega de um novo hospital de 120 leitos na Região Metropolitana de Belém. Trata-se do Hospital Galileu, localizado na Rodovia Mario Covas, em Ananindeua. “Estive ontem lá (segunda-feira) e pude constar que a parte de construção está toda pronta. O trabalho já está na fase de montagem dos equipamentos”, informou. Cerca de R$ 10 milhões estão sendo investidos na obra.

Até o final deste ano, segundo o governador, cerca de mil novos leitos terão sidos criados em todo o Estado. Entre as obras previstas para serem entregues neste ano, Simão Jatene destacou o Hospital Oconlógico Infantil, que está sendo construído ao lado do Hospital Ophir Loyola, na Avenida Magalhães Barata, em Belém. A previsão é entregar a obras entre os meses de julho e agosto. Em Itaituba, no sudoeste paraense, também serão incorporados 140 leitos com a construção de um novo hospital. Os novos leitos se somarão àqueles já incorporados com a inauguração da nova Santa Casa e do Hospital Jean Bittar.

Outra obra destacada pelo governador, que também já está em andamento é o Hospital Abelardo Santos, em Icoaraci. “Inicialmente nós havíamos pensando que era possível apenas reformar o hospital, mas quando fomos para dentro dele constatamos que era melhor construir outro. E isto já está sendo feito. Será um novo hospital com 240 leitos”, informou. Apesar dos investimentos, Simão Jatene frisou que tem consciência de que os problemas não serão resolvidos de uma hora para outra. “O que a população pode ter certeza é que a saúde vai, sim, avançar”, ressaltou.

Outro tema abordado por Simão Jatene foi a mobilidade urbana. Entre as obras destacadas pelo governador durante o programa de TV estão as ampliações das Avenidas Independência e João Paulo II e a duplicação da Perimetral. Ele informou que, no caso da Independência, as obras já estão bastante avançadas. A expectativa é que o novo corredor seja liberado para o tráfego a partir de março. “Dos 18 quilômetros que estão sendo construídos – sendo nove em cada sentido – 12 já estão prontos”, informou. A obra completa, inclusive com o viaduto na BR-316, que ligará o novo corredor até a Alça Viária, deverá ser concluída ainda no primeiro semestre.

No caso da João Paulo II e da Perimetral, Simão Jatene pontuou que apesar de serem projetos complexos, as obras já estão em andamento. “Além de ser uma via, a João Paulo II também precisa de um sistema de proteção do Parque do Utinga. Nós vamos prolongá-la até o viaduto do Coqueiro”, informou. Em relação à duplicação da Perimetral, cuja obra foi iniciada recentemente, o governador pontuou que o projeto envolve a desapropriação de imóveis e transferência de famílias. “Apesar de tudo isso, é um projeto que precisa ser feito. Tenho que certeza que vamos poder contar com a população para que ele seja concluído o mais rápido possível”, afirmou.

Jatene também informou que, atualmente, cerca de 800 obras estão sendo executadas pelo Governo do Pará, tanto na capital, quanto nos municípios do interior. Destas, muitas são dedicadas a melhoria da infraestrutura física das unidades de ensino. Segundo o governador, mais de 250 escolas estão sendo reformadas em todo o Estado e outras 36 estão sendo construídas. Tais ações fazem parte do Pacto Pela Educação. Para viabilizá-las, o governo assegurou recursos de US$ 350 milhões, por intermédio de uma operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 210, com contrapartida do Tesouro Estadual no valor de US$ 140. “É a primeira vez que um estado brasileiro toma recursos especificamente para aplicar em educação”, destacou.

Em relação à segurança, Simão Jatene anunciou que, brevemente, mais dois mil novos policiais serão postos nas ruas. “Eles já estão sendo treinados e já devem iniciar efetivamente o serviço junto à população entre os meses de março e abril”, informou. “Alguém pode questionar o porquê temos levados tanto tempo para chegarmos a essa conclusão que precisamos de mais policiais, mas isso foi feito logo no início da nossa gestão. Entretanto, uma pessoa entrou na Justiça questionando uma das etapas e o concurso permaneceu parado por um bom tempo”, explicou.

Ao final, Simão Jatene fez questão de ressaltar que todos os investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado são fruto dos impostos pagos pela própria população. “A estrada, a unidade de saúde e qualquer outra obra só é feita com o dinheiro da própria população. O grande mal da maioria dos políticos é que eles estão permanentemente pensando em eleição e se esquecem de trabalhar para concluir as obras. Essa é minha maior preocupação. Então hoje sou candidato apenas a concluir um bom governo, mas asseguro que, caso concorra à reeleição, não concorrerei ocupando o cargo”, finalizou. (APN)

Ressentido, Salame não recebe Jatene em Marabá e diz que viu “digital do governador” em seu julgamento no TRE

Paulo Costa – correspondente do blog em Marabá

O ano eleitoral não chegou, mas o clima esquentou muito neste ano de 2013 entre o governador Simão Jatene (PSDB) e o prefeito de Marabá João Salame Neto (Pros) e termina com a certeza de que a intriga vai aumentar ainda mais em 2014. Jatene passou o dia em Marabá, nesta segunda-feira, 23, visitando obras em andamento e inaugurando outras duas, mas em nenhum momento o gestor marabaense recebeu o governante estadual, como determina a etiqueta política e os bons costumes.

Na ausência de Salame, quem fez as honras da casa foi o secretário de Indústria e Comércio, Italo IpojucanJatene desembarcou no Aeroporto de Marabá por volta de 10h30 de ontem, foi recebido com honras militares, depois foi cumprimentado por políticos – entre eles vários prefeitos da região – e concedeu entrevista coletiva à Imprensa local.

Depois, Jatene visitou várias obras do Estado em andamento na cidade, foi à PA-150, que está sendo revitalizada, inclusive acostamento para tornar a rodovia mais movimentada da região mais larga e segura. Sobre isso, o governador disse na coletiva que o trabalho da rodovia está ficando tão bom que a PA-150 já estaria sendo chamada de PA-300, fazendo referência ao alargamento da pista.

O governador veio inaugurar uma agência de fiscalização da Seicom (Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração) para cobrar a Taxa de Mineração e assim aumentar a arrecadação do Estado. Essa agência será responsável por fiscalizar a produção mineral de 12 municípios da região – inclusive Marabá e Parauapebas.

Outro item da agência do governador Simão Jatene em Marabá foi a inauguração da iluminação de um trecho de 5,9 km da Rodovia Transamazônica que foi duplicado na área urbana da cidade. A obra foi custeada pelo Estado pelo valor de R$ 4 milhões e foi executada neste segundo semestre.

Mas nem mesmo esses dois benefícios foram capazes de unir Jatene e Salame em um mesmo espaço.

O prefeito de Marabá não apenas não foi aos eventos de Jatene como também boicotou a participação de seus secretários e correligionários na programação do líder estadual no município. A Reportagem do blog teve acesso a uma mensagem de celular que teria sido enviada por Salame aos vereadores aliados informando por que não iria receber o governador e, de forma velada, pedindo a eles que fizessem o mesmo.

O conteúdo da mensagem diz o seguinte: “Gostaria de comunicar que em virtude da deliberada atitude do governador Jatene em não celebrar convênios com a Prefeitura de Marabá, de se quer dar resposta às propostas de parceria que fizemos, de ver a digital do governador no julgamento em que fomos vítimas no TRE, não participarei da programação oficial de sua visita a Marabá nesta segunda-feira”.

O único secretário municipal que não cumpriu a ordem ou pedido do chefe foi o secretário municipal de Indústria, Comércio e Mineração, Ítalo Ipojucan, um dos que tentam minimizar a crise profunda entre Salame e Jatene. Entre os vereadores da base aliada, a presidente da Câmara, Júlia Rosa, foi vista em dois dos eventos, menos na recepção ao governador no Aeroporto.