Category Archives: Parauapebas

Professora Juliana na Semed

imageA professora Juliana Santos, filiada ao PSDB e atualmente lotada no gabinete do prefeito, será a nova secretária de educação de Parauapebas. Ela substituirá Shirlean Rodrigues da Costa, que ocupava interinamente o cargo após a exoneração de Francisca Ciza. Como adjunto o escolhido foi Rui Amorim Santos. Decreto nomeando a Professora Juliana deve ser assinado a qualquer momento.

Já durante a campanha de 2012, a então candidata a um cargo no legislativo parauapebense demostrava seu carinho pela educação, conforme pode ser observado pelo material publicitário de campanha. Oxalá todo esse carinho se transforme em ações.

Boa sorte à professora na nova empreitada!

Parauapebas: Michelle Santos, da Escola Plácido de Castro, é eleita Miss Natureza 2013

Aconteceu na tarde de ontem (10), no hall principal do Unique Shopping Parauapebas, a escolha da Miss Natureza 2013, evento que faz parte do calendário da 18ª Semana do Meio Ambiente. O concurso foi realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O meio ambiente serviu de inspiração para as fantasias de nove representantes das escolas públicas e privadas de Parauapebas, seguindo uma regra básica: a matéria-prima deveria ter vindo do lixo.

As nove escolas que se inscreveram na competição, Carlos Henrique, Carlos Drummond, Paulo Freire, Plácido de Castro, Benedito Monteiro e Cecília Meireles (municipais); e Sophos, Evolução e Escola Adventista (particulares), levaram suas torcidas e animaram a competição. Antes do início da competição alunas da Escola Modelo mostraram seus trabalhos com confecção de peças de vestuário feitas de material reciclado.

Na oportunidade, o secretário municipal de Meio Ambiente, Zoênio Silva, elogiou as fantasias e a beleza das competidoras, e agradeceu ao apoio das escolas e da Semed (através do Projeto de Educação Ambiental-PEA), responsável pela divulgação junto às escolas e pelo transporte dos alunos, além do apoio no planejamento do concurso.

Uma mesa avaliadora foi formada pelo secretário municipal de Cultura, Chico Brito; assessora da Secretaria de Cultura, Patrícia Oliveira; e pela secretária municipal de Assistência Social, Leudicy Leão, para avaliar os aspectos descritos no edital que fora enviado às escolas durante o período de inscrição para a disputa.

Após o desfile de cada aluna, foram contabilizados os pontos, havendo um empate entre quatro escolas (Carlos Henrique, Paulo Freire, Plácido de Castro e Sophos). Novamente, as representantes tiveram que desfilar para o desempate. Após nova avaliação dos jurados, Zoênio Silva anunciou Michelle Santos, estudante de 14 anos da 8ª série da escola municipal Plácido de Castro, como vencedora do Miss Natureza 2013.

Michelle receberá troféu e faixa de Miss Natureza, assim como o prêmio de R$ 1.500 na noite da próxima sexta-feira (14), antes dos shows regionais que irão animar a Praça de Eventos, no encerramento da Semana do Meio Ambiente.

Fonte: ASCOM PMP

Interligação de vias vai melhorar o fluxo de trânsito na Estrada Faruk Salmen

Com o objetivo de melhorar o fluxo de trânsito na cidade, a Prefeitura de Parauapebas iniciou nesta segunda-feira (10) os serviços para interligação da Rodovia PA 275 com a estrada Faruk Salmen. O projeto da obra levou em consideração o percurso que envolve o menor número de desapropriações, assim como o aproveitamento das vias que já existem no Bairro Jardim Canadá.

A conclusão dos serviços está prevista para 90 dias. A partir de então, a Estrada Faruk Salmen terá mão única no percurso da Delegacia de Polícia à Rua 14, reduzindo o fluxo de trânsito no trecho, considerado um dos mais críticos da cidade. Já o sentido contrário será pela Rua 16, passando pelo Bairro Maranhão e Jardim Canadá.

De acordo com o engenheiro Cleverland Carvalho, da Secretaria Municipal de Obras (Semob), os pontos do novo acesso que necessitam de asfalto e iluminação receberão esses serviços, incluindo também a via que dá acesso à Praça da Bíblia. Os recursos para execução da obra são todos municipais.

O empresário Sebastião Marques Vicente Filho, que mora na Rua 16, esquina com a Rua A, considera a interligação como de suma importância para a fluidez do tráfego de veículos. “É uma obra que esperávamos há muito tempo e vai beneficiar muita gente, tanto quem mora aqui perto quanto quem utiliza essas vias de trânsito, pois o tumulto da Faruk Salmen vai diminuir”, afirma o empresário.

A execução da obra é mais uma confirmação do compromisso firmado pelo prefeito Valmir Mariano com um trânsito seguro em Parauapebas. “Desde o início do ano, já alteramos sentidos de via, implantamos semáforos e resolvemos problemas em duas rotatórias. Além disso, o DMTT tem desenvolvido diversas ações preventivas e corretivas. Mas isso é só o começo, pois vamos trabalhar muito mais para a segurança no trânsito de nossa cidade”, afirma o prefeito Valmir Mariano.

Fonte: ASCOM PMP

Parauapebas: alunos da rede municipal participam da primeira etapa da Provinha Brasil

Nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12), a Secretaria de Municipal de Educação (Semed) realiza a aplicação da primeira etapa da Provinha Brasil. A prova tem como proposta avaliar o nível de alfabetização de todos os alunos do segundo ano do Ensino Fundamental nas disciplinas de português e conhecimentos básicos em matemática .

A prova será realizado no horário de 08 às 10h. A avaliação ocorre em duas etapas, uma no primeiro semestre e outra ao término do ano letivo. Através desse processo avaliativo no início do Ensino Fundamental, os gestores escolares e professores poderão fazer um diagnóstico da alfabetização, identificando os possíveis problemas e dificuldades enfrentadas pelas crianças nas disciplinas de português e matemática e desta forma ampliar as chances de aprendizagem.

Apesar de ser uma prova nacional, os resultados da Provinha Brasil não são analisados nem divulgados pelo Ministério da Educação. Os testes são corrigidos pelos próprios professores da rede municipal e os resultados são trabalhados com a finalidade de auxiliar políticas de melhoria da qualidade do ensino oferecido no município.

Fonte: ASCOM PMP

É hora de d’Artanhan entrar em cena

Este mundo é um reino incerto e cheio de perigos. A honra é corroída pela sede de poder e a liberdade é sacrificada quando os fracos são oprimidos. Mas há aqueles que se opõem a essas forças e dedicam a vida à verdade, à honra e à liberdade.

Desde que o mundo é mundo o poder é objeto de desejo de muitos, principalmente daqueles que pouco se garantem profissional, intelectual ou socialmente. Que fazem de tudo para chegar ao poder e mais ainda para lá se manter. Quando não conseguem ser o rei, querem ter influência sobre o rei, a qualquer custo.

No reino de Parauapebas isso não é diferente, e não poderia mesmo ser. Um “reino” valorizado financeiramente, onde a busca pelo poder vem trazendo graves prejuízos ao povo sem que seu rei tome qualquer atitude para acabar as intrigas entre seus comandados. Sabe-se lá porque!

Nesse mundo, quem quer ser rei ou se manter no trono tem de tomar decisões rápidas. Tem que jogar fichas altas para vencer, principalmente quando este rei tem ao seu lado forças que querem a todo custo se manter no poder paralelo, mesmo que para isso seja preciso chantagear reino e rei. Para tratar com chantagem, diz a lenda, é preciso usar do mesmo veneno. Um rei não pode ter escrúpulos com quem já provou que não conhece essa palavra.

Por sorte este reino está cheio de mosqueteiros prontos a ajudar o rei.

Por sua vez, o rei deveria ouvir mais os conselhos do jovem príncipe, nosso d’Artanhan, que, inconsciente e iludido, sem saber com quem estava lidando, colocou uma víbora ao lado do rei.  Agora, auxiliado pelos mosqueteiros, chegou a hora de d’Artanhan limpar o reino de chantageadores e asseclas sem honra.

Que nosso rei saiba tomar decisões. Rápidas, corretas e sem medo, para que nosso reino possa virar rapidamente essa página e se tornar um lugar realmente bom de se viver e para quem realmente se importa com ele.

Viva o rei!

Parauapebas: Comissão apresenta dossiê dos Lotes Urbanizados

A Prefeitura de Parauapebas, através de Comissão Administrativa instaurada pela Portaria 003/2013, avaliou e concluiu 2.992 (dois mil, novecentos e noventa e dois) processos dos beneficiários do Programa Lote Urbanizados.

Os dossiês foram analisados e legalizados conforme parecer da Comissão Administrativa, que identificou 251 beneficiários com imóveis em seu nome (titular ou cônjuge), conforme pesquisa junto ao Departamento de Arrecadação do Município (DAM), sendo que 49 fizeram defesa perante o jurídico.

Duzentos e onze beneficiários não efetuaram o pagamento da taxa obrigatória e apenas 10 compareceram ao setor de cadastro para a defesa. Duzentos e três estão em situação de duplicidade, ou seja, dois ou mais beneficiários no mesmo lote foram identificados e 191 já tiveram suas situações resolvidas e liberadas pelo setor de cadastro.

O levantamento identificou 251 pessoas com renda acima da permitida, sendo que 241 já foram liberadas, conforme resolução nº 01/2013, emitida pelo Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social de Parauapebas (CFMHIS).

A comissão identificou também que 17 casais foram contemplados com lotes, quando a legislação determina que apenas um membro da família pode receber o benefício. Desses casais, cinco já devolveram um dos dois lotes recebidos.

A documentação necessária para a conclusão da análise ainda não foi entregue por 601 pessoas. Dos 2.992 beneficiários do programa Lotes Urbanizados, apenas 629 títulos ainda não foram entregues.

A Sehab divulgará a lista nominal e ainda dará prazo para que essas pessoas compareçam à secretaria. Solicita também que aqueles que ainda não atualizaram os seus cadastros compareçam o mais breve possível.

Para os beneficiários que já tiveram seus dossiês avaliados e liberados, mas que ainda não receberam seus títulos, a Sehab informa que a partir da próxima terça-feira, 11 de junho, poderão recebê-los no Setor de Cadastro, localizado na Rua O nº 326, Bairro União, no horário das 8 às 18 horas.

Histórico

O Programa Habitacional Lotes Urbanizados, financiado totalmente com recursos públicos municipais, foi criado para beneficiar famílias de baixa renda. Após a constatação de inconsistências no processo de seleção dos beneficiários, a prefeitura suspendeu, em 15 de janeiro deste ano, a entrega de títulos.

Imediatamente foi instaurado um processo de avaliação, encabeçada por uma comissão que realizou todo o trabalho de levantamento de informações. A primeira ação da secretaria para diagnosticar a real situação foi realizar uma atualização do cadastro dos 4.005 beneficiários.

Após isso, a equipe iniciou a análise de perfil dos cadastrados, a fim de fazer cumprir os critérios estabelecidos na Lei 4.426/2010 e Decreto 129, que, respectivamente, criam e regulamentam o programa. Nesse processo, a comissão cruzou diversas informações para concluir se o beneficiário selecionado estava ou não em situação regular, conforme requer o programa.

Fonte: ASCOM PMP

Trabalhadores na educação aprovam a permanência de Shirlean na Semed

Flexibilidade e Habilidade na gestão são qualidades do novo secretário.

Por Francesco Costa, da Redação

Passados 30 dias da queda da então Secretária Municipal de Educação, Francisca Ciza (PSDB), ainda se especula sobre o nome de seu sucessor.

ShirleanContinua na cadeira, interinamente, Shirlean Rodrigues da Costa, que assumiu a vaga em um momento de crise dado ao fato da greve que durou cerca de 20 dias. Apesar do momento crítico, Shirlean caiu no gosto dos trabalhadores e servidores da educação ao equacionar os dias da greve e concluir a negociação da pauta apresentada pelos grevistas.

“Ele foi coerente e dispôs a conversar com a categoria de forma técnica, beneficiando tanto o governo como a categoria”, disse o professor Marcos, salientando que o secretário sentou com o COMEPA (Conselho Municipal de Educação de Parauapebas) e discutiu assuntos de interesses da classe.

Coordenadores do Sintepp (Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública), Fábio Santos e Márcia Quaresma comungam a mesma opinião e torcem pela permanência de Shirlean por entender que, de forma técnica, defende os trabalhadores da categoria.

Na opinião da professora Vânia Almeida, Shirlean, tem o preparo adquirido na área administrativa em uma grande empresa e já demonstrou atenção aos problemas da classe quando, mesmo sem fazer parte da secretaria municipal de educação, ouviu os coordenadores do movimento em período de greve. “Torço para que o Shirlean fique, pois é alguém que sabe conversar com as pessoas como já provou”, diz ela.

Veterano na educação em Parauapebas, o professor Jesse James, avalia ter sido uma excelente escolha o nome de Shirlean, e cita sua ativa atuação como administrador, e o fato da pouca manifestação contra sua permanência na pasta.

“Precisamos de alguém que interaja com a categoria, e ele tem demonstrado a flexibilidade e habilidades necessárias para isto”, avaliou Jesse James, enfatizando ser necessário a permanência de Shirlean na pasta para, de acordo com sua opinião, mostrar sua capacidade de gestão.

Nossa equipe de reportagem entrevistou em off vários professores e servidores da educação pública que não quiseram gravar entrevistas com medo de retaliações futuras. Maioria absoluta deles se declarara a favor da nomeação de Shirlean como Secretário Municipal de Educação; alegando o fato deste precisar de mais tempo para desempenhar bem sua gestão que, segundo eles, começou no caminho certo.

Indicações – Por se tratar de um cargo político outros três nomes são cogitados para suceder a recém exonerada secretária municipal de educação, Francisca Ciza: Francisângela Rezende (PMDB), Juliana (PSDB) e Rui (PT).

De acordo com entendedores da política local, a nomeação da ex vereadora Francisângela, para a pasta, significaria o retorno das “viúvas de Bel Mesquita” que se dispersaram e de novo se ajuntariam e articulariam a ressurreição da ex-prefeita que continua politicamente “em queda livre”.

É visível o desgaste de Juliana que, além de ser, segundo fontes, uma indicação do ex-vereador Faisal Salmen, enfrenta muitas reclamações no exercício da atual função que exerce, assessora no gabinete do prefeito. Para alguns, se ela já apresenta ares de arrogância sendo apenas assessora será ainda mais se tornando titular de uma pasta.

Quanto a Rui, seu partido torna pouco provável sua nomeação, levando em conta ser ainda, segundo vozes experientes da política local, muito cedo para um casamento entre reconhecidos rivais na política local.

COMUNICADO: interdição de ponte na zona rural

A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Obras (Semob), informa que a ponte de acesso à Vila Cedere I será interdita para recuperação, a partir de segunda-feira (10). Durante o período de interdição, os veículos deverão utilizar um desvio construído especificamente para dar acesso à localidade. Após a recuperação da ponte, será liberada apenas para veículos pequenos. A Semob informa também que já está em processo de licitação a construção de uma nova ponte em substituição da atual.  

Ascom Parauapebas

Campanha de vacinação contra poliomielite inicia nesse sábado (8)

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, teve seu último caso registrado em território brasileiro em 1989 e recebeu da Organização Mundial de Saúde (OMS) o certificado de erradicação da doença em 1994.

Com o objetivo de manter a doença fora do país, tem início nesse sábado (8) a 34ª Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite com a meta de vacinar 12,2 milhões de crianças de 6 meses de idade a menores de 5 anos e irá se estender até dia 21 deste mês.

Em Parauapebas a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará mais de 16.600 doses da vacina no Hospital Municipal e em postos de saúde espalhados em mais de 20 bairros e zona rural.

Vale lembrar que não existe tratamento para a poliomielite, mas somente a prevenção, por meio da vacinação e que os pais ou responsáveis deverão portar a carteira de vacinação da criança.

A vacina protege contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3. A eficácia da imunização é em torno de 90% a 95%. Ela é recomendada mesmo para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia.

Fonte: ASCOM PMP

Moradores interditam acesso a bairro em protesto à desocupação. Ordem poderá ser executada ainda hoje

Por Francesco Costa –  da Redação

O clima é tenso nas proximidades do Km 2 da Rodovia PA-160, onde moradores do Bairro Ipiranga interditaram o acesso ao logradouro sob a alegação de que há ordem de desocupação daquele lugar, podendo ser executada a qualquer momento.

DSC_0986As diversas famílias que residem naquele bairro estão ameaçadas de entrar para a “fila dos sem tetos” caso sejam retiradas da área que foi instituída na gestão anterior. Um morador mostrou documentos que comprovam a legalidade e dá direto de permanência no local.

“Pedi meu título de propriedade, mas a atendente da SEHAB me disse que a impressora estava com defeito e retornei várias vezes na tentativa em vão de conseguir o documento”, relata Heliude Rodrigues, mostrando entre os documentos um Boleto Bancário do Banco do Brasil pago dentro do prazo e relatando que títulos de propriedade foram conferidos pela gestão anterior, porém cancelados nesta com a criação de critérios para a permanência dos “donos” dos terrenos.

O boleto bancário comprova a legitimidade da propriedade do terrenoNão pode, segundo normativa da Sehab (Secretaria Municipal de Habitação), permanecer no local, como titular dos terrenos, pessoas solteiras; ou que possuam bens de valor como, por exemplo, carros importados ou rendimentos.

Onda de protestos – A onda de protestos começou na segunda-feira, 3, quando moradores de diversas ocupações, nas mesmas condições do Bairro Ipiranga, tentaram ocupar o prédio da Prefeitura Municipal de Parauapebas sendo impedidos pelo Grupamento de Ações Táticas da Polícia Militar. O protesto durou todo o dia e uma comissão tirada dos manifestantes foi recebida por representantes do governo.

Membros da comissão contam que o governo não cedeu em nada oferecendo apenas um cheque aluguel que daria para manter por três meses a condição de inquilino e depois deveriam voltar para suas cidades ou Estados de origem.

Insatisfeitos, os manifestantes permaneceram na porta do prédio público na manhã de terça-feira, 4, saindo, segundo eles, sem resposta que pelo menos amenize o problema.

Na tarde do mesmo dia protestaram no Auditório da Câmara Municipal na tentativa de sensibilizar os vereadores para que focassem suas atenções para o problema; tendo como resultado a impossibilidade da realização da sessão ordinária naquela Casa de Leis.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com