Category Archives: Marabá

Incêndio destrói parte do arquivo público de Marabá

Inêndio MarabáUm incêndio ocorrido na noite de ontem, terça-feira (19), em Marabá atingiu parte do prédio da Secretaria de Administração, onde funciona o arquivo público da cidade. Segundo os bombeiros, um grande volume de documentos foi destruído e ninguém se feriu.

O fogo começou por volta das 21h e as chamas se espalharam rapidamente devido à grande quantidade de papel que havia no local. Um carro que estava estacionado na garagem também foi danificado pelo incêndio.

“Foi um serviço delicado para a gente evitar que o incêndio se propagasse para outros locais,
mas foi rapidamente controlado”, disse o tenente coronel do Corpo de Bombeiros, Paulo César.

A câmera do telefone celular de um morador registrou a dimensão das chamas, que foram contidas com a chegada de equipes do Corpo de Bombeiros e do Exército.

O arquivo público de Marabá é responsável por guardar e conservar documentos do início do século XX e acervos importantes da história da cidade.

Nota Oficial sobre o Incêndio no Prédio do Arquivo Público

20 de maio de 2015

A respeito do incêndio que destruiu documentos do Arquivo Municipal na noite desta terça-feira (19), a Prefeitura Municipal de Marabá tem a declarar:

  1. O prédio atingido pelas chamas guardava papéis de administrações passadas, como documentos funcionais; informações de assentos de funcionários antigos falecidos, demitidos ou aposentados; atas de reuniões, livros de ponto antigos, frequências; e prestações de contas. Nenhum, porém do atual governo.
  2. No início do atual Governo, a Secretaria Municipal de Administração solicitou ao Corpo de Bombeiros um laudo sobre a situação do prédio do Arquivo Público. Porém, o órgão não pode emitir o laudo porque na Secretaria de Obras não foram encontradas as plantas da edificação, muito menos os projetos hidráulico e elétrico.
  3. Diante disso, tendo em vista que os demais prédios daquele Centro Administrativo em que estavam localizadas várias secretarias também apresentavam condições precárias, o Governo Municipal ficou preocupado com a segurança de servidores e documentos e tomou a decisão de retirar daquele local os órgãos e pastas que ali funcionavam. Transferiu para o antigo prédio da Caixa, na Marabá Pioneira, o Serviço de Atendimento ao Cidadão (Saci) e a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Semac), além da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) e Procon. E também transferiu para a Velha Marabá o Sistema Nacional de Emprego (Sine).
  4. Mais recentemente, retirou do antigo Centro Administrativo a Secretaria Municipal de Gestão Fazendária (Segfaz), que mudou para o mesmo prédio em que funciona a SDU, na VP-08, Folha 26, e para onde irão, nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Administração (Semad), a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), a Controladoria Geral do Município (Congem), Comissão Permanente de Licitação e Comissão Processante.
  5. Quase a totalidade da documentação referente à Secretaria Municipal de Educação (Semed) já havia sido retirada do prédio do Arquivo Municipal e transferida para local seguro.
  6. As causas do incêndio serão apuradas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Centro de Perícias Científicas (CPC), que emitirão laudos revelando o que causou o fogo.
  7. A Prefeitura de Marabá agradece o esforço do Corpo de Bombeiros em debelar as chamas, assim com a imediata colaboração do Exército, Infraero e empresas parceiras da administração que enviaram caminhões-pipa para ajudar a combater o incêndio, que, infelizmente, consumiu valiosa documentação.

Marabá: Deputado João Chamon assume Comissão Provisória do PMDB

Partido lança estratégia regional a partir de Marabá.

Em uma cerimônia prestigiada por várias autoridades e líderes políticos do Estado do Pará, o deputado estadual João Chamon Neto tomou posse como presidente da Comissão Provisória do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em Marabá. O encontro foi realizado na noite da última sexta-feira (15), e contou também, com a participação de dezenas de militantes da cidade e da região. Chamon é o atual vice-líder da legenda na Assembleia Legislativa do Estado do Pará e importante liderança nas regiões sul e sudeste. O presidente estadual do PMDB, o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, esteve presente, assim como os deputados federais Beto Salame (Pros), Simone Morgado e Elcione Barbalho (PMDB). Os deputados estaduais da bancada do partido na Alepa, Iran Lima, José Scaff e o jovem Dirceu ten Caten (PT) também estavam presentes.

IMG_8242

Helder Barbalho conduziu toda a cerimônia, destacando a importante liderança do ex-deputado federal Asdrúbal Bentes, que na ocasião passou a presidência para João Chamon. O ex-deputado felicitou individualmente cada um dos novos membros desta nova diretiva do PMDB de Marabá. “Espero que esta nova cara do partido aqui no município possa fortalecer cada vez mais o PMDB”, destacou Bentes. Na sequência Helder Barbalho declarou empossada a diretoria que agora será conduzida por João Chamon, Zé Gaby, Newton Leal, Nagib Mutran e Guido Mutran. “Nosso objetivo hoje é fortalecer o partido para as próximas eleições. Iniciamos aqui em Marabá as reuniões partidárias, que serão uma forma de dialogar e organizar nossos filiados para o pleito de 2016″.

Em seguida ele parabenizou João Chamon, reconhecendo a atual liderança que ele exerce na região. O deputado Chamon fez um discurso emocionado e cheio de homenagens aos líderes do partido, que estiveram com ele no começo da sua trajetória política. João Chamon encerrou o seu pronunciamento falando da importância de estar sendo empossado como novo presidente do partido do qual ele ajudou a fundar. “Hoje estou realizando um sonho. Fui fundador do antigo MDB, que hoje se tornou o grande e forte PMDB. Na minha juventude fui eleito um dos vereadores mais votados em Marabá e poderia ter sido prefeito naquela época, aos 32 anos”. João Chamon aproveitou a ocasião para oficializar a ex-deputada estadual Cristina Mutran como presidente do PMDB Mulher de Marabá.

_MG_9555

Mais de seis prefeitos peemedebistas da região que estiveram presentes na cerimônia também discursaram. O prefeito de Curionópolis, Chamonzinho, foi enfático em celebrar a conquista do pai, o que ele destacou como sendo algo importante também para o povo marabaense. “Parabéns ao deputado João Chamon, meu pai, pelo importante momento que ele hoje está vivendo. Não posso deixar passar a oportunidade de parabenizar, ainda, a vinda do ministro Helder Barbalho à nossa região, ele que é nosso maior líder. Todos nós, juntos e unidos vamos continuar lutando e o sonho de vê-lo governador do Estado não morreu. Viva o PMDB, viva Marabá”, comemorou. (Da Redação) Helder declara empossada a nova diretiva do PMDB, tendo Chamon na presidência O auditório do Cine Marrocos esteve tomado por militantes do PMDB e de partidos aliados.

Partido abona fichas de filiação

Na noite em que as principais lideranças do PMDB no Pará celebraram a posse do deputado estadual João Chamon como novo presidente da legenda em Marabá, foram realizadas dezenas de filiações ao partido, entre pessoas da comunidade, lideranças, empresários e profissionais liberais. Representando esses novos filiados, foram chamados a assinar ficha de filiação durante a solenidade, representando os demais, a técnica em enfermagem Eliete Dias e o engenheiro Antônio Pádua, este último secretário de Obras do município. A de Eliete foi abonada pela presidente de honra do PMDB Mulher, a deputada federal Elcione Barbalho, enquanto a de Pádua teve chancela de Helder Barbalho, presidente estadual do PMDB. “Quero que a assinatura das fichas desses dois companheiros que representam muito em suas atividades, represente o todo dos nossos novos filiados”.

SEDE
Após o evento do partido no Cine Marrocos, Helder e Chamon seguiram a pé por duas quadras na Marabá Pioneira, seguidos pelos membros da legenda, até a casa 1.158 da Rua 7 de Junho para inaugurar a nova sede do PMDB em Marabá. O espaço abrigará, além das reuniões do partido, as atividades do PMDB Mulher e PMDB Jovem.

Sicom quer trazer Posto do Inmetro para Marabá

A Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) está viabilizando a instalação em Marabá de um Posto Avançado de Serviço e Centro Administrativo do Inmetro Pará (Instituto de Metrologia do Estado do Pará) para atender as regiões sul e sudeste do Estado.

O posto seria instalado em uma área institucional, localizada ao lado do Campus III da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), no Bairro Cidade Jardim.  

O secretário municipal de Indústria, Comércio, Ciência, Tecnologia e Mineração, Marcelo Almeida Araújo, explicou que a negociação para a implantação desse posto avançado e do centro administrativo do Inmetro Pará começou no ano passado, quando estava à frente do órgão Fabrízio Guaglianone, mas, com a mudança na presidência do Inmetro, ele perdeu o contato com a direção do órgão.

Sicom (4)

Na última sexta-feira (15), o diálogo foi retomado. “Nós entendemos que é importante, não só para Marabá, mas para a região, porque vai ser instalada aqui, mas vai atender toda a região, é uma forma então de conseguir recursos para o município”, avalia.

Marcelo Araújo informou ainda que a Sicom está verificando, com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU), em que situação está o terreno, uma vez que o município tem de doar a área para o Estado. “Também encaminharemos uma carta do prefeito àquele órgão, falando da necessidade e da importância de termos esse órgão na nossa cidade; e que o município estará entrando com a contrapartida que, no caso, seria o terreno, obedecendo todos os tramites legais”, disse.

O secretário adiantou ainda que o Inmetro Pará já tem uma verba destinada para a construção da agência em Marabá. “Com a posse do terreno, de oito a nove meses, a agência está instalada em Marabá”, vislumbra.

Sebrae

Durante a permanência em Belém, Marcelo Araújo também participou do Encontro Regional de Agentes de Desenvolvimento, onde palestrou sobre a importância do agente de desenvolvimento e também da importância para o Sebrae para os municípios.

Além desses encontros, o titular da Sicom também esteve reunido com um representante da Secretaria de Desenvolvimento Mineral, para trazer cursos técnicos na área da formação de mão-de-obra do município. (Texto: Alessandra Gonçalves/Foto: Divulgação)

Le Cirque Amar inicia temporada no Pará

Estreia acontece nesta sexta (15), na cidade de Marabá.

Aos poucos os ferros, cabos e as carretas lotadas de materiais são esvaziadas e um mudo de cores e sonhos vai tomando forma. A temporada 2015 do Le Cirque Amar chega ao Pará, trazendo artistas de várias nacionalidades e números de tirar o fôlego.

A trupe circense estreia nesta sexta-feira (15), na cidade de Marabá, a estrutura já está em fase de finalização, e tem capacidade para receber mais de mil pessoas por espetáculo.

10

Segundo Bryan Stevanovich, gerente de marketing e artista, as atrações são diferenciadas, com números exclusivos, foram dias de ensaio entre uma temporada e outra, tudo para que o público goste.”Fazemos isso pensando na alegria do público, esperamos que seja uma temporada de sucesso, estamos ansiosos para começar”, disse.

Le Cirque Amar - Criado na França por uma das famílias de circo mais tradicionais do mundo, o Le Cirque atualmente conta com números que vão desde os tradicionais palhaços, ao ilusionismo, acrobacia em pêndulo duplo, entre outras.  O circo vem de uma turnê pelo Maranhão, e encantou o público nas cidades de São Luís e Imperatriz. As sessões em Marabá acontecem de segunda a sexta-feira às 20h30, no sábado às 18h e 20h30, no domingo com horários às 16h, 18h e 20h30. O circo está instalado na BR-222, ao lado da Transbrasiliana.

Psicóloga vai ajudar no programa antitabagismo da Secretaria de Saúde de Marabá

antifumoA Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibilizou uma psicóloga ao programa antitabagismo do município de Marabá. Ela se junta à equipe de profissionais já existente, composta de médicos e enfermeiros. Hoje, 13 de maio, pela manhã, começou o atendimento aos fumantes na Unidade Básica de Saúde (UBS) Amadeu Vivacqua, localizada no São Félix II. Enquanto na UBS Enfermeira Zezinha, localizada na Folha 23, Nova Marabá, a avaliação dos tabagistas inicia dia 21 deste mês e o atendimento de enfermagem e psicologia no próximo dia 27. Esse programa já funciona no Centro de Saúde Laranjeiras há cerca de dois anos.

Além de buscar melhor qualidade de vida dos pacientes, a partir do abandono do fumo, o programa antitabagismo da SMS visa também incentivar os fumantes no cumprimento da nova lei antifumo, vigente a partir de dezembro/2014, que proíbe fumar em locais fechados, públicos e privados, de todo o país.

Segundo Erenildes Barroso dos Santos, coordenadora do Programa “Ajudando Seu Paciente a Deixar de Fumar”, será implantado em outras oito UBS, sendo uma na zona rural.

Cada UBS trabalhará com cerca de 20 pacientes. A duração do tratamento depende de cada fumante e aos participantes é fornecida medicação (BUP – cloridrato de bupropiona – adesivos ou goma de mascar) grátis, palestras de incentivo, orientações, manuais de instrução para deixar de fumar e consultas médicas, de enfermagem e de psicologia.

Ainda de conformidade com a coordenadora do programa antifumo, os interessados na ajuda para deixar de fumar já podem se inscrever, de acordo com a proximidade de suas residências, nas demais unidades a ser contempladas com essa atividade, conforme lista a seguir: “Jaime Pinto”, Rua São Luís – Belo Horizonte; “Mariana Moraes”, Km 7 – Nova Marabá; Liberdade, no bairro do mesmo nome; Maria Bico Doce, São Felix Pioneiro; Demosthenes Azevedo, Francisco Coelho; Brejo do Meio; “João Batista Bezerra”, Santa Rosa; e na Secretaria de Saúde, Agrópolis do Incra. (Texto e foto: João Batista da Silva)

Servidores da Receita Federal paralisam atividades no Pará

Funcionários de Belém e Marabá não cumprem atividades nesta quarta, 13. Servidores pedem autonomia e valorização da carreira.

Do G1-PA

Os servidores dos sistemas da Receita Federal em Belém e em Marabá, no sudeste do Pará, paralisam as atividades nesta quarta-feira (13). Os auditores fiscais estão mobilizados em torno do “Dia Nacional sem computador”,  em que as estações de trabalho dos auditores fiscais não serão ligadas.

O vice-presidente da DS Pará/Amapá, Sérgio Pinto, explica que o ato é uma reivindicação da categoria por mais autonomia da administração tributária, pela valorização da carreira dos servidores e da própria instituição. “Nós auditores, que desempenhamos o papel de fiscalizar e combater a sonegação, sabemos do peso de nossa responsabilidade, por isso o Governo Federal tem que nos respeitar como agentes do estado que somos”, defende.

O diretor de assuntos aduaneiros no Pará, Jhon Ruas, diz que a mobilização faz parte de uma possível greve. “A categoria está mobilizada para uma luta maior, que é a greve. Sabemos que sempre gera situações desagradáveis e que sempre a culpa cai para o trabalhador, mas na verdade é o empregador que não dá condições. A gente vive hoje uma incoerência, recebemos  menos que um auditor estadual”, diz.

A mobilização vem sendo realizada pelos auditores de todo o país, para chamar a atenção do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e do secretário da Receita Federal do Brasil, auditor fiscal Jorge Rachid, para a necessidade de os titulares desses órgãos iniciarem imediatamente as tratativas com os Auditores Fiscais acerca da Campanha Salarial 2015.

Prefeito acerta vinda de ministra para discutir produção

Reunião1O prefeito João Salame esteve nesta quinta-feira (7), em Brasília, no Ministério da Agricultura. Na oportunidade, ficou acertada com a Ministra Kátia Abreu, a realização de reunião com prefeitos, secretários de Agricultura e entidades ligadas à produção rural na região, para debater a implantação de políticas do governo federal para o campo no sul e sudeste do Pará.

A Prefeitura de Marabá ficou incumbida de preparar a agenda e a pauta do encontro com prefeitos, deputados, senadores e entidades.

A ministra Kátia Abreu assegurou que vai convidar para o encontro a presidência nacional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, e a Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa). O evento deve ocorrer nos dias 25 ou 26 de junho próximo.

Acompanharam o prefeito João Salame no Ministério da Agricultura o ex-deputado Zé Lima e a prefeita de Novo Repartimento, Valmira Lima.

Fonte: Ascom PMM

MPPA instaura inquérito civil por suposto ato de improbidade praticado por juíza em Marabá

O Ministério Público do Estado do Pará, por meio da 11ª Promotoria de Justiça de Marabá, representada pelo promotor de Justiça Júlio Cesar Sousa Costa, instaurou, no dia 29 de abril, Inquérito Civil para averiguar suposto ato de improbidade administrativa praticado por juíza de Direito, atualmente Titular da 3ª Vara Cível da Comarca de Marabá.

A abertura do procedimento é decorrente de notícia proveniente de pedido de providências protocolado na Corregedoria de Justiça do Interior do Tribunal de Justiça, onde o interessado reclama da conduta da magistrada, que teria o interesse de lhe prejudicar, relatando que, em processo em trâmite na 3ª Vara Cível e Empresarial de Marabá, “houve favorecimento tanto do perito nomeado pela juíza como por ela, com o fim de prejudicar o requerente e favorecer o exequente para se apropriar do imóvel rural que foi subavaliado”.

O valor da causa da execução está estimado em R$6.906.599,27. Na fundamentação da portaria que abriu o inquérito civil, a 11ª Promotoria de Justiça de Marabá, com atribuição na esfera da improbidade administrativa, citou julgados do Superior Tribunal de Justiça, onde consta a posição do referido tribunal de que “magistrados são agentes públicos para fins de aplicação da lei de improbidade administrativa” e que constatada a parcialidade do magistrado, com comportamento proposital visando beneficiar outra parte, pode ocorrer a configuração de ato de improbidade.

Após a instauração do inquérito civil foram feitas as comunicações de praxe à Procuradoria Geral de Justiça e à Corregedoria-Geral do Ministério Público, assim como designadas datas para que sejam ouvidos os envolvidos. 

Fonte: Promotoria de Justiça de Marabá

Avançam obras de drenagem na orla do Rio Tocantins, em Marabá

As obras de recuperação do trecho que cedeu da orla do Rio Tocantins estão avançando. Uma equipe da Secretaria de Obras e Viações Públicas (Sevop) trabalha diariamente no local.

orla 2

Os serviços de escavação de uma vala com aproximadamente 2,5 metros de profundidade e 80 metros de comprimento foram executados e agora está sendo refeita a drenagem profunda.

Anderson Carlos Silva, da Coordenadoria de Engenharia da Sevop, explicou que esse trecho cedeu devido à sobrecarga do peso do muro da orla.

orla 1

Após tomar conhecimento do problema, a Sevop entrou em contato com a CMT Engenharia e o engenheiro responsável pelo projeto de construção da orla, Nagib Charone, esteve no local para verificar a situação e assim autorizar o início dos serviços, que estão sendo realizados por meio de parceria entre a prefeitura e a CMT Engenharia, empresa que executou a obra de construção em 2007.

Anderson Silva informou ainda que estão sendo feitos colchões drenantes com filtros de pedra e colchões de areia, envolvidos em uma manta de bidim (manta para cura úmida do concreto), por onde vai passar a umidade, como se fosse um dreno. “Esses bolsões são costurados de forma que o peso do terrapleno seja voltado para a pista e não para o muro da orla”, explicou, complementando que também está sendo feito o reparo dos cabos de aços, que fazem o suporte do muro da orla.

Texto: Alessandra Gonçalves/Fotos: Dinho Aires

Tentando provar que a navegação no Tocantins é viável, empresa marabaense faz tem terceiro embarque de manganês para Barcarena

Criada em 2011 para se uma alternativa para o transporte do minério produzido do Pará, a Rio  Marabá Logística S/A mostra que a Hidrovia do Rio Tocantins é viável.

Um sonho antigo, a viabilidade de navegação do Rio Tocantins começa a ser realizado em Marabá. Nesta terça-feira, 05, a empresa Rio Marabá Logística S/A realizou seu terceiro embarque com destino a Barcarena carregada com oito mil toneladas de minério de Manganês oriundas das minas da Mineradora Buritirana. Outros três embarques já foram realizados pela empresa desde que as águas do Tocantins começaram a subir.

Rio Marabá Logistica“O serviço ainda pode ser considerado amador, já que só pode ser realizado durante cerca de quatro meses por ano”, diz uma representante da RML, afirmando que seriam necessários investimentos na ordem de R$30 milhões em estrutura para que o porto em Marabá funcionasse de forma homogênea, com embarques e desembarques.

“Se o governo federal colocasse a derrocagem do Pedral do Lourenço como prioridade, a navegação no Rio Tocantins traria um ganho enorme para a população da região, visto que seria possível embarcar, durante todo o ano, toda a produção da pecuária e grande parte da produção de cereais, além de transportar combustível para a região a um custo infinitamente menor”, disse o diretor.

A Rio Marabá Logística iniciou o transporte de manganês da Buritirana, via Rio Tocantins, em 2014, quando foram embarcados cerca de 20 mil toneladas. Em 2015, dependendo da cheia do rio, está prevista o embarque de 60 mil toneladas.

A principal vantagem do transporte fluvial é o custo. Já que em situações normal ele é pelo menos cinco vezes menor que o rodoviário.

A atitude da Rio Marabá Logística S/A mostra que a navegabilidade no Rio Tocantins é viável, resta aguardar o imbróglio do edital da derrocagem do Pedral do Lourenço. Com ela certamente Marabá e região viverá tempos melhores.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com