Category Archives: Marabá

EMATER em Marabá tem projetos de crédito rural aprovados

Neste inicio de 2015, o escritório local da EMATER-PA em Marabá manteve o ritmo de elaboração e liberação de projetos no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), são 40 Pronaf Mais Alimentos e 01 Pronaf A aprovados pelo Banco da Amazônia – Agência Nova Marabá. O montante a ser investido na agricultura familiar neste mês de março é de R$2.127.000,00 (dois milhões e cento e vinte e sete mil reais).

P1010607

Técnicos, funcionários do banco e agricultores, com destaque à participação das mulheres.

No dia 18 de março foram liberados aproximadamente um milhão de reais com a contratação de 15 Pronaf. Os projetos foram elaborados pelos técnicos Richardson Mourão e Cássio Rafael, vistoriados pelo técnico André Luiz do Banco da Amazônia, monitorados pela gerente geral do Banco da Amazônia – Nova Marabá Sra. Leila Michele de O. Souza

Além destes projetos, o esloc Marabá já elaborou mais 18 Pronaf que estão em análise pelo banco, que somam um total de R$1.000,300,00 (um milhão e trezentos reais). Segundo o técnico Richardson Mourão, a perspectiva é que sejam investidos, até maio/2015, mais de três milhões de reais no município de Marabá através dos projetos elaborados pela EMATER e contratados pelo Banco da Amazônia.

Para socióloga Franceli de Sousa Silva (Coordenadora Local da EMATER em Marabá) é cumprimento do papel institucional da EMATER de prestar assistência técnica e extensão rural e garantir o crédito rural para que os/as agricultores/as desenvolvam o aspecto econômico e garanta a geração de renda. Observou a significativa participação das mulheres no ato de assinatura do contrato.

Marabá 102 anos

Maraba-aerea

Acontece nesta quarta-feira (18), a partir das 9 horas, no Cine Marrocos, reunião entre a Secretaria Municipal de Cultura e os órgãos que compõem o sistema de segurança pública em Marabá, para começar a definir como serão as ações para garantir a tranquilidade da população durante as festividades do aniversário de Marabá, que acontece no próximo 5 de abril.

Hidrelétrica de Marabá é prioridade do governo

A construção da hidrelétrica no Rio Tocantins, em Marabá está confirmada, segundo o Diretor-Presidente da Eletrobrás Eletronorte, Tito Cardoso de Oliveira Neto. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira, 4, na sede da estatal, ao deputado estadual João Chamon (PMDB/PA), que solicitou audiência para tratar do assunto. Estiveram presentes ainda o Ministro de Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, que intermediou a realização da audiência, e que fez questão de estar presente durante do encontro. Estiveram presentes também, o Presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá (ACIM), Ítalo Ipojucan, o Diretor de Planejamento da Eletronorte, Adhemar Palocci e Antônio Paiva, Gerente da Assessoria Técnica da Presidência.

DR. TITO CARDOSO  - AUDIÊCIA COM O DEPUTADO JOAO CHAMON - PMDB-PA - 03-03-15 - ROBERTO  (25)

O deputado estadual, João Chamon, afirmou que sua preocupação com a realização da obra era na verdade buscava responder as duvidas da população afetada direta e indiretamente com empreendimento. “Vi uma matéria do jornal O Estado de S. Paulo, cuja manchete era que o governo estava desistindo de usinas na Amazônia. Como parlamentar e como cidadão marabaense não podia me omitir do debate. E fiquei muito entusiasmado com a afirmativa de que o governo não desistiu e não vai preterir a implantação da hidrelétrica, que é fundamental para a região e para o país” disse o peemedebista.

Chamon garantiu ainda que a obra da hidrelétrica continua sendo prioridade, e vai ser construída, mas alguns atrasos devidos a tramites e dados técnicos, como por exemplo a emissão de licenças estão ocorrendo, e que segundo ele é normal. “Estes entraves são naturais quando estamos tratando de uma obra desta grandiosidade. A hidrelétrica é uma realidade e saber que tudo continua dentro dos planos do governo foi uma grande notícia para o modal energético do País”.

De posse da confirmação por parte do governo que a hidrelétrica continua sendo prioridade, o deputado João Chamon e o presidente da ACIM, Ítalo Ipojucan mudaram suas passagens e seguem direto para Marabá, onde já nesta quinta-feira, 5, devem começar a articulação e diálogos com as lideranças locais. O objetivo é unir todos na busca de uma base para auxiliar o governo Federal na realização das ações necessárias, a fim de destravar os processos da obra, e ajudar a Eletronorte a dar início as obras o mais breve possível.

“Agora nós vamos discutir com as principais lideranças de Marabá e da região as nossas ações e projetos, pois temos consciência que está hidrelétrica vem trazer um grande progresso para nossa região, mas também terão problemas e que precisamos começar a discutir neste momento inicial, tudo em defesa dos interesses da nossa região. Vamos dialogar com os líderes indígenas, entidades de classes, sociedade civil organizada, enfim, todos que forem atingidos pela obra”. finalizou o deputado João Chamon.

Para o Ministro de Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, este momento inicial é fundamental o diálogo. Ele destaca a importância da obra. “A obra vai gerar emprego, aquecer a economia e também trazer desenvolvimento para da região, além claro da oferta de energia neste momento em que o Brasil sofre com a falta dela. Dialogar sobre os investimentos da construção é fundamental e a população precisa estar acompanhando tudo e ficar ciente do que a hidrelétrica representa” disse o ministro Helder Barbalho.

reuniao eletronorte

O presidente da ACIM, Ítalo Ipojucan, grande líder empresarial da região e que também vem acompanhando o projeto desde o começo. Com a confirmação da execução do projeto, Ítalo acredita que Marabá e todos os municípios afetados pela obra, devem ter um grande crescimento econômico. “As regiões Sul e Sudeste do Pará devem aproveitar a ocasião para dinamizar novos modelos de desenvolvimento que a região passa a exigir, implementando parques industriais, dinamizando a economia do comércio, explorando principalmente nossos principais setores, que aliados a hidrelétrica teremos um potencial fantástico para região, sendo uma referência no Norte do país” afirmou.

Ipojucan ainda destacou o fato de Marabá está preparada para atender todas as necessidades da obra, garantindo que a procura de serviços estruturais e mão-de-obra terá a demanda atendida. “Marabá está preparada, pois em entre 2009 e 2010 com o anúncio da ALPA a cidade e todas as classes, políticas e empresariais, se mobilizaram para que pudesse ter um fortalecimento na sua capacidade de mão-de-obra e trabalhamos fortemente para isso. chagamos a capacitar mais de 12 mil pessoas para estarem habilitadas para trabalhar naquele momento em que a ALPA tinha uma estimativa de empregar cerca de 16 mil pessoas no pico de sua obra. A classe empresarial também buscou informações e exemplos para que Marabá estivesse preparada para aquele ambiente. Eu acredito que o fato de não ter acontecido a ALPA, claro, houve uma frustração muito forte, mas hoje a cidade dispõe de uma estrutura. Hoje a Hidrelétrica está sendo apresentada com números bem mais modestos, as demandas de contratação também são inferiores, mas acredito que a cidade está preparada. Vamos trabalhar agora na antecipação das principais medidas dentro da cidade e evitar que falsas expectativas sejam criadas” disse.

Durante a audiência, entre as informações repassadas pelo Diretor-Presidente da Eletronorte, Tito Cardoso, está o envio a Marabá do Superintendente de Meio Ambiente, Rubens Guilhard, para reunir com as lideranças e população a fim de esclarecer dúvidas do projeto. Outra confirmação feita por pelo mandatário da Eletronorte, foi a da participação dele e do Diretor de Planejamento, Adhemar Palocci na Sessão Especial que deverá ser realizada na Assembleia Legislativa que vai tratar do assunto. A Sessão foi solicitada pelo deputado João Chamon, e foi aprovada por unanimidade. Chamon garantiu que devem ser convidados todas as lideranças da região, e que só aguarda agendamento por parte da ALEPA para que sejam enviados os convites.

Prefeitura de Marabá paga hoje os salários de fevereiro

A Prefeitura de Marabá está pagando nesta sexta-feira (27), os salários de fevereiro dos servidores municipais. São R$ 7.985.398,22 da folha da Educação; 3.580.362,35 da Saúde; e R$ 3.830.111,92 das demais secretarias, totalizando R$ 15.395.872,49. Neste mês, inclusive, os professores já recebem o novo valor do piso salarial da classe, além do vale-alimentação reajustado em 38,96 %, no valor de R$ 224,00 para todo o funcionalismo.

No momento em que o comércio local passa por severa crise, a injeção de mais de R$ 15 milhões mensais vem amenizar a situação e garantir mais fôlego aos empresários do setor.

Para o prefeito João Salame, pagar os servidores em dia é um dever de todo gestor e mostra o comprometimento da administração municipal para com o servidor público, embora hoje, segundo o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, 40% das 5.570 prefeituras do País ainda não tenham pagado o 13º salário integral para o funcionalismo e metade delas não possam arcar com o novo Piso Nacional dos Professores.

“Apesar de todas as dificuldades, nós acabamos de assinar o pagamento de todos os servidores relativos ao mês de fevereiro, inclusive dos professores, que estavam recebendo com um pouco de atraso. Lembrando que o papel do professor Pedro Souza, secretário de Educação, para regularizar essa situação, foi muito importante” destacou Salame na tarde desta sexta-feira.

Reunião discute pauta agrária de Marabá

Movimentos sociais ligados ao campo estiveram reunidos com representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na quarta-feira,  25, no auditório da autarquia em Marabá, para discutir a pauta agrária do município.

DSC_4836

Estiveram presentes os representantes do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Marabá (STTR), da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará (Fetagri) e da Comissão Pastoral da Terra (CPT). Os movimentos cobraram a criação de assentamentos em nove áreas localizadas na zona rural marabaense. São as fazendas:

  • Bom Futuro
  • Balão II
  • Itacaiúnas
  • Tibiriçá
  • Lajedo
  • Cabo de Aço
  • Piranheira
  • São João e
  • Ana Carina

O Incra prestou esclarecimentos a respeito do andamento dos processos administrativos de desapropriação e aquisição dessas áreas de interesse social, bem como foram estipulados prazos e encaminhamentos para cada uma das situações.

DSC_4831

No caso da Fazenda Cabo de Aço, já foi criado o assentamento Pedro Laurindo da Silva na área, mas necessita de ajustes no assentamento das famílias. O Incra e seu núcleo de meio ambiente busca junto aos movimentos uma alternativa para a conciliação da preservação ambiental com as atividades produtivas dos assentados.

Cai o número de mortes por Aids em Parauapebas

AIDSA Assessoria de Comunicação da prefeitura de Parauapebas informa que o número de óbitos causados pelo vírus da Aids em 2014 no município caiu mais da metade se comparado ao ano anterior. O coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Allan Miranda, explica que essa é a maior preocupação da Prefeitura e do Ministério da Saúde, que buscam um tratamento com maior eficiência para os portadores do vírus.

“Em 2013 tivemos 12 óbitos derivados da Aids no município. Esse ano registramos cinco mortes. O diagnóstico precoce é importante, pois as pessoas que estão com o vírus iniciam de imediato o tratamento, controlando a doença e não evoluindo para o óbito” esclarece o coordenador.

Atualmente, 750 pacientes são cadastrados no CTA. Dentre esses, cerca de 300 realizam tratamento. Em 2014, foram registrados 134 novos casos da doença, um aumento de apenas seis casos comparando com 2013, que registrou 128 (o número maior foi entre homens).

Ano passado, o CTA ampliou o número de testes rápidos, realizando 8.806 testes envolvendo HIV, hepatites e sífilis. Foram realizados mais 5.700 atendimentos especializados e mais de três mil medicamentos foram distribuídos. Allan explica que diagnosticar não é problema, esclarecendo a diferença entre o vírus e a doença.

“Ter o vírus HIV é diferente de ter Aids. Muitas pessoas quando fazem o teste possuem o vírus, mas por meio do tratamento adequado, não manifestam a doença. Quando a pessoa é portadora do vírus significa que ele está em seu organismo, mas não que necessariamente, vai desenvolver a doença” esclarece Allan Miranda.

O coordenador do CTA conta que em 2014 os testes foram expandidos, saindo de dentro do centro e sendo disponibilizados em unidades de saúde, empresas e durante campanhas.

Nota do Blogger
A notícia de que não houve oferecimento à população de Parauapebas de testes rápidos para HIV é um contrassenso ao que disse o prefeito Valmir Mariano no início de 2015. Quando questionado sobre a saúde, o prefeito disse que “2015 seria o Ano da Saúde”. 

Pra se ter uma ideia da importância dos testes rápidos no Carnaval, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Marabá detectou durante o período de Carnaval, de 14 a 17 de fevereiro, cinco novos HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) positivos, por meio do teste rápido aplicado em diversos pontos da cidade. Dois casos de Hepatite C e um de Hepatite B também foram confirmados durante a operação realizada no período momesco naquele município.

Marabá: Audiência Pública “Meninos do Trem” ocorre nesta quarta (25)

imageOcorre nesta quarta (25), por meio da 9ª e 10ª Promotorias de Justiça da Infância e Juventude de Marabá (PJIJ), do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), a Audiência Pública “Meninos do Trem”. As promotoras de Justiça da Infância e Juventude de Marabá Alexsandra Muniz Mardegan e Lilian Viana Freire estão à frente do caso.

A audiência será realizada na Câmara Municipal de Marabá, com início às 13h, e tem por objetivo principal expor a problemática dos “meninos do trem” e, com isso, promover um debate público geral. Haverá a participação do Engenheiro Ferroviário canadense James R. Bertrand, que fará exibição de suas impressões e suas sugestões sobre o assunto, considerando a inspeção “in loco” que realizou ao longo da Estrada de Ferro Carajás (EFC) no período de 8 a 21 de fevereiro de 2014.

O evento é aberto a toda sociedade, porém, na ocasião, somente os devidamente inscritos poderão se manifestar (viva voz) e apresentar suas sugestões e contribuições acerca do assunto. As pessoas que tem esse interesse ainda podem se inscrever no local do evento, até 30 minutos após a abertura da audiência.

As promotoras de Justiça Alexsandra Mardegan e Lilian Freire destacam que todos são convidados a participar da audiência, visto que este é um assunto de interesse público geral.

Representantes do Ministério Público do Estado do Maranhão participarão da audiência, pois também possuem procedimento aberto sobre esse assunto naquele Estado.

Entenda o caso

“Meninos do Trem” é a denominação dada a situação de crianças e adolescentes que embarcam clandestinamente no trem de transporte de minério da empresa Vale S/A e deslocam-se de cidade para outra, atravessando os Estados Pará e Maranhão. Assim, submetem-se a riscos como contaminação pelo minério, sufocamento, atropelamentos entre outros.

O trem, considerado o maior do mundo, percorre a Estrada de Ferro Carajás (EFC). Esta possui 892 quilômetros de extensão e atravessa 27 municípios (4 do Pará e 23 do Maranhão).

Em 2012, durante uma Audiência Pública realizada em São Luís/MA, a Vale firmou acordo assumindo responsabilidades e despesas na criação de um Plano de Segurança.

Indicado para a tarefa, o engenheiro ferroviário da Agência Reguladora de Transportes do Governo Canadense, James R. Bertrand, realizou inspeção ”in loco” no decorrer da EFC a fim de expor suas impressões e sugestões sobre a situação e o Plano de Segurança apresentado pela Vale S/A.

Programação

Audiência Pública “Meninos do Trem” – 25/02/2015

13h – Credenciamento
14h – Cerimônia de Abertura
14h15 – Exposição do Fenômeno Meninos do Trem
15h – Apresentação do Plano de Segurança da EFC pelo representante da Vale S/A
16h – Participação do Engenheiro Ferroviário James R. Bertrand
17h – Manifestação dos Representantes da Sociedade
19h – Encaminhamentos Finais
20h – Encerramento

Para conhecer o Edital, Regimento e Folder da audiência clique AQUI.

Tião Miranda, Dirceu ten Caten e João Chamon integram Comissões da Assembleia Legislativa

Na semana que antecedeu ao Carnaval, a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), definiu os membros titulares e suplentes das 13 comissões permanentes que atuam na Casa e seus respectivos presidentes. Um amplo acordo viabilizou a participação de todos os partidos na composição das comissões.

Tião Miranda vai dirigir Comissão de Educação da Alepa

Para os deputados marabaenses, apesar de não participarem da Comissão de Constituição e Justiça, a mais influente e atuante do parlamento estadual, a coisa não ficou de todo ruim.

Tião Miranda, por exemplo, além de integrar cinco comissões – como titular ou suplente – elegeu-se presidente da Comissão de Educação, Cultura e Saúde. Lembrando sempre que Tião integra a Mesa Diretora da Alepa na qualidade de 3º Vice-Presidente.

Dirceu – Líder do PT e vice-presidente da Comissão de Turismo

Dirceu Ten Caten, por sua vez também participará de cinco comissões e será vice-presidente da Comissão de Turismo e Esporte. Vai acumular a função com o cargo de Líder do PT na Alepa.

João Chamon Neto, até por ser do PMDB, partido com grande bancada na Alepa, terá um pouco menos de espaço. Mas, isso não significa que o deputado terá menos influência. Chamon vai participar de quatro comissões – duas como titular e duas como suplente.

Veja a seguir como fica a participação de cada um dos parlamentares marabaenses nas comissões permanentes da Alepa:

Tião Miranda (PTB) – participa das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária; Educação, Cultura e Saúde; e Divisão Administrativa do Estado e Assuntos Municipais na qualidade de titular; e será suplente na Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio; e na Comissão de Redação.

Dirceu Ten Caten (PT) – integra, como membro titular, a Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio; e a Comissão de Turismo e Esporte. Será suplente nas Comissões de Educação, Cultura e Saúde; de Relações de Trabalho, Previdência e Assistência Social; e de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor.

João Chamon Neto – vai integrar quatro comissões

João Chamon Neto (PMDB) – participa das Comissões de Turismo e Esporte; e de Divisão Administrativa do Estado e Assuntos Municipais como titular; e será suplente na Comissão de Relações de Trabalho, Previdência e Assistência Social; e na Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio.

Agora, com o fim do Carnaval, 2015 deve finalmente começar e então os eleitores de Marabá devem passar a prestar mais atenção na atuação de seu time de parlamentares. Com a eleição de três deputados estaduais e um deputado federal, a expectativa é que Marabá consiga, enfim, ser de alguma forma beneficiada com obras e investimentos estaduais e federais.

Fonte: Wilson Rebelo – Blog Contraponto

Prefeituras e Estado anunciam ponto facultativo durante o carnaval

Parauapebas
A Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), comunica que será considerado ponto facultativo nas repartições públicas no período de 16 a 18 de fevereiro de 2015, conforme estabelecido no Decreto nº 136/2015.

Os setores considerados essenciais deverão funcionar conforme o estabelecido por suas respectivas secretarias, e dessa forma manter o atendimento no referido período. (Ascom PMP)

Marabá
O prefeito João Salame Neto assinou decreto nesta sexta-feira (13), estabelecendo ponto facultativo nos dias 16 (segunda-feira) e 18 (quarta-feira), considerando a realização das Festas Momescas, segundo o calendário nacional; e que tradicionalmente nos dias de Carnaval não há expediente nas repartições públicas.

O decreto atinge todos os servidores da administração municipal, à exceção dos funcionários da Secretaria Municipal de Saúde, como Centro de Controle de Zoonoses, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, Hospital Municipal de Marabá, Hospital Materno Infantil, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Unidades de Saúde e Postos de Saúde.

Também não serão beneficiados pelo ponto facultativo os servidores da área de segurança e vigilância dos prédios e setores públicos municipais como DMTU (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano), servidores do setor de limpeza pública, servidores do EAP (Espaço de Acolhimento Provisório) e Casa de Passagens, todos serviços considerados essenciais à comunidade.

O decreto estabelece ainda que as secretarias não contempladas com o recesso, com o aval da chefia imediata, realizarem o cumprimento de serviços neste período em regime de escala ou rodízio, desde que não haja prejuízo na prestação de serviços à comunidade. (Ascom PMM)

Pará
Em virtude do feriado de Carnaval, o governador Simão Jatene tornou facultativo o trabalho na segunda (16) e na quarta-feira (18), nos órgãos estaduais da administração direta e indireta, autárquica e fundacional do Estado, através do decreto nº 1.226, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira, 13. Os serviços essenciais, como arrecadação, saúde e defesa social, não serão afetados pelo decreto. Os servidores dessas áreas trabalharão em regime de escala, para assegurar o atendimento à população. (Secom)

Instituto Hozana Lopes comemora 10 anos de fundação

Para comemorar 10 anos de atuação em Marabá, o instituto Hozana Lopes de Abreu abre nesta quinta-feira, dia 12, a exposição Depois do Espetáculo: Trajetória de 10 Anos. A mostra será na Galeria de Arte Vitória Barros e faz parte do Projeto Biblioteca Viva Dá Liberdade e seguirá até 14 de março.

EXPO HOZANA LOPES

A exposição trará figurinos, acessórios, vídeos entre outros apetrechos que fazem e fizeram a história da instituição, apoiada pela SINOBRAS, e que desenvolve a cultura em Marabá e forma artistas.

A Galeria de Artes Vitória Barros fica localizada à Avenida Itacaiúnas, nº 1519, Novo Horizonte, e a entrada será gratuita.

error: Content is protected !!